Linguagem Libras Facebook Twitter Intagram YouTube Linkedin Site antigo
Compartilhar no FaceBook Tweetar Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Email Imprimir
Publicado em: 13/04/2022 | Atualizado em: 28/04/2022

Notas - Semana de 13 a 20 de abril de 2022

FAPERJ adia divulgação do resultado da chamada InovAÇÃO RIO
A divulgação dos resultados preliminares do Edital Nº 42/2021 - Programa de Apoio à Inovação em Micro, Pequenas e Médias Empresas no Estado do Rio de Janeiro – InovAÇÃO RIO foi adiada para o dia 28 de abril em virtude dos feriados da Semana Santa e Carnaval das próximas semanas. 

Canal da FAPERJ no YouTube exibe vídeo sobre desenvolvimento de produtos na Embrapa
Uma equipe do Núcleo de Difusão Científica e Tecnológica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) esteve na Embrapa Agroindústria de Alimentos, dia 6 de abril, para gravar um vídeo destinado ao Canal da FAPERJ no YouTube. A produção vai mostrar o projeto, coordenado pelo pesquisador Carlos Wanderley Piler, que visa o desenvolvimento de produtos à base de cereais integrais e sem glúten. O objetivo do Canal, lançado em fevereiro deste ano, é divulgar projetos de C&T de instituições de pesquisa localizadas no Rio de Janeiro, que contem com algum tipo de apoio da Fundação. Todas as semanas um novo vídeo é publicado no YouTube e pode ser acessado em: https://www.youtube.com/c/FAPERJoficial/videos . Para acompanhar os lançamentos, basta se inscrever no Canal.

Labaciências promove exibição de filme sobre Carlos Chagas
O Laboratório de Audiovisual Científico da Universidade Federal Fluminense (Labaciências-UFF), coordenado pelo professor Luiz Antonio Botelho Andrade, vem produzindo filmes educativos (labaciencias.com) e virtualizações de  espaços científicos do nosso Estado. No âmbito do edital Programa de Educação Digital Inclusiva – Apoio às Instituições Públicas de Educação Superior, lançado em 2020 pela FAPERJ, foram produzidos dois filmes lúdicos abordando a descoberta da Doença de Chagas. O primeiro, intitulado a "Descoberta da doença de Chagas, quem foi que disse?" ( https://vimeo.com/536672657 ), foi lançado em 14 de abril de 2021, Dia Internacional de Combate à Doença de Chagas. O segundo, intitulado "Metálogo entre Chagas: Ciência e Sociedade", será lançado nesta quinta-feira, dia 14 de abril, e também se insere no contexto de luta contra a Doença de Chagas. Para o coordenador do Labaciências e diretor dos filmes, juntamente com o seu principal colaborador e diretor de fotografia, Felipe Xavier, o ápice do reconhecimento deste trabalho de divulgação científica ocorreu no domingo último (10/04), quando o primeiro dos filmes supracitados foi exibido em praça pública, em espaço próximo à Estação Ferroviária de Lassance, município onde Carlos Chagas caracterizou e identificou o ciclo completo da doença, considerada a maior descoberta da ciência biomédica brasileira. A projeção, no Cine Clube Social, foi fruto de parceria entre o Ministério do Turismo, a empresa Vallourec e a Prefeitura de Lassance. A prefeito do município elogiou a iniciativa: “Investir em cultura é investir em crescimento! Queremos que nossa gente, independentemente da idade, seja criança, jovem, adulto e até mesmo idoso tenha cada vez mais acesso às riquezas culturais. Muitas pessoas que estão aqui hoje nunca tiveram a oportunidade de ir ao cinema”, disse Paulo Elias. Para a diretora do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e da Cultura de Lassance, Dayanna Carvalho, trazer projetos como este para o município “é mostrar ao povo como somos ricos culturalmente e de como Carlos Chagas foi e continua sendo importante para a nossa história”. Mais informações: https://labaciencias.com/

Selo Fiocruz Vídeo incorpora três documentários com autodescrição em Libras ao acervo 
Três documentários premiados produzidos pela Fiocruz Vídeos irão integrar o catálogo do selo, no momento em que que a VideoSaúde/Icict está prestes a completar 34 anos de atividades,em maio de 2022. A beleza do crepúsculo, fruto de um projeto de pesquisa realizado numa clínica da família no Rio de Janeiro, lança um olhar sobre o envelhecimento e dá voz plena a idosos. Simbiose apresenta o ofício de uma parteira, pelas mãos de Dona Prazeres. Já Os melhores anos de nossas vidas, relançamento do Selo que volta ao catálogo depois de dez anos, é um mergulho fundo e sensível nas comoventes histórias de moradores de uma colônia de hansenianos do interior de São Paulo. Simbiose e A Beleza do Crepúsculo, chegam ao público com versões de acessibilidade – Audiodescrição e Libras – além de legendas em outras línguas. O selo Fiocruz Vídeo chega, assim, a 48 títulos em seu diversificado catálogo. São filmes em curta, média e longa-metragem que procuram abordar temas de saúde coletiva e ciência visando ampliar o debate qualificado e contextualizado, dar lugar e espaço a assuntos com pouca oferta audiovisual ou carência de espaço na imprensa ou que tratam de questões e pessoas e territórios invisibilizados. Documentários, animações, dramas, biografias e filmes históricos estão entre a produções já lançadas pelo selo. Mais informações em: https://videosaude.icict.fiocruz.br/ 

ABC lança publicação sobre os caminhos da Inovação, do Empreendedorismo e Desenvolvimento
Considerando que o conhecimento científico é um dos principais alicerces da nossa civilização, a Academia Brasileira de Ciências (ABC), por meio de grupo de trabalho liderado pelo vice-presidente regional da Academia para o Nordeste e Espírito Santo, Jailson Bittencourt de Andrade,  elaborou uma publicação que aponta o caminho da inovação. A publicação aborda tópicos como a formação de pesquisadores como fator essencial para pesquisa e desenvolvimento; a aplicação das tecnologias adequadas e a introdução da cultura da inovação em toda a sociedade; o avanço nas áreas de inteligência artificial e ciência intensiva de dados, entre outros. Embora a cultura científica seja universal, o uso do patrimônio científico em uma perspectiva de inovação, tecnologia, empreendedorismo e desenvolvimento varia entre as nações: algumas são mais exitosas do que outras em fazer uso da ciência para gerar riqueza com sustentabilidade e melhorar a qualidade de vida de suas populações. A entidade considera que a aplicação bem-sucedida do conhecimento exige um arcabouço de estruturas normativas, políticas públicas e dinamismo social convergentes. Nas últimas edições do índice global de inovação e do índice de competitividade global, o Brasil ocupou a 57ª  e 71ª  posições, respectivamente. Tais desempenhos refletem a dificuldade do País em transformar conhecimento científico e riquezas naturais em desenvolvimento e prosperidade. Confira a publicação aqui.

70 anos do CNPq é comemorado com a realização de Seminário
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) realizam, nos dias 26 e 27 de abril, o Seminário “70 Anos do CNPq (1951-2021) – Passado, Presente e Futuro Pensando e Transformando o Brasil”. O evento marca o encerramento das atividades comemorativas dos 70 anos do Conselho, celebrados em 2021. Importantes nomes da comunidade científica e gestores do Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia participarão, de forma presencial e remota, do Seminário, que acontecerá no auditório da sede do CNPq, em Brasília, e terá transmissão ao vivo pelo YouTube. Para conhecer a programação preliminar e realizar inscrição acesse: https://forms.gle/QKhrbfp7gNuYLUDY8

SBPC abre inscrições para o terceiro ciclo de cursos online
Estão abertas as inscrições e matrículas do 3º ciclo de webminicursos da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em sua plataforma de cursos online. A cada trimestre são ofertados webminicursos de todas as áreas do conhecimento e temas contemporâneos, ministrados por professores de renomadas instituições do País. Entre os destaques deste terceiro ciclo, que conta com 37 webminicursos de diversas áreas do conhecimento, estão: “Vírus Gigantes: Expandido os Limites da Virosfera”, com Rodrigo Araújo Lima Rodrigues, professor substituto de Microbiologia na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Paulo Victor de Miranda Boratto e Victória Fugêncio Queiroz, ambos doutorandos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); “Uso de Jogos Didáticos no Ensino de Parasitologia”, com Henrique Rocha de Medeiros e Lilian Giotto Zaros de Medeiros, professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); “Educação na Prisão – Formação de Professores para Atuação em Contextos de Privação de Liberdade”, com Rogéria Martins, Lucas Eduardo Pereira Silva, Débora Marques, Leonardo Miranda Frossard e Rafael Aquino, todos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Com duração de seis horas e aulas previamente gravadas, o inscrito pode assisti-los quantas vezes quiser dentro de sua disponibilidade de tempo. O inscrito que assistir às seis horas do webminicurso poderá emitir seu certificado. Saiba mais em: (https://cursos.sbpcnet.org.br/).

Capes apoia projetos de pesquisa na América do Sul e França
A Capes publicou na quinta-feira, 7 de abril, no Diário Oficial da União (DOU) os Editais nº 19 e 20 de 2022 que tratam dos Programas MATH-AmSud e STIC-AmSud. Seus objetivos incluem o desenvolvimento da colaboração entre pesquisadores brasileiros e seus pares de outros países sul-americanos, mais a França, nas áreas de Matemática, da Ciência e Tecnologia da Informação e da Comunicação.  Além disso, também estão previstos o apoio a projetos de pesquisa básica e aplicada e o incentivo à formação e manutenção de redes de cooperação educacionais e científicas. Cada edital apoiará até cinco projetos conjuntos entre Brasil, França, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. O apoio da Capes será para a equipe brasileira, com um máximo de duas bolsas por projeto que podem ser de doutorado-sanduíche, com duração de quatro a dez meses, e de pós-doutorado, com vigência entre dois e dez meses. Há, ainda, R$ 60 mil anuais para financiamento de duas missões de trabalho. As propostas aprovadas terão duração de até dois anos e deverão envolver pelo menos dois países sul-americanos e uma ou mais equipe de cientistas franceses. As propostas para os dois editais deverão ser apresentadas simultaneamente à Capes e à Secretaria Internacional dos Programas pelo Sistema da Capes (Sicapes), até às 17 horas do dia 17 de maio. A divulgação do resultado está prevista para dezembro e o início das atividades dos projetos para janeiro de 2023. A implementação das bolsas deve começar em março de 2023.

LISP ampliará capacidade de realização de testes do pezinho
O Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG) inaugurou, dia 8 de abril, o Laboratório de Inovação em Saúde Pública (Lisp), iniciativa que busca suprir uma importante demanda represada no estado do Rio de Janeiro: o teste do pezinho. Em sua primeira fase, o laboratório terá capacidade de atendimento de 8 mil crianças por mês, podendo chegar a 24 mil no futuro – número suficiente para atender à rede pública de todo o Rio de Janeiro. Uma das ferramentas mais conhecidas e utilizadas para detecção de uma série de doenças graves em recém-nascidos no país, o teste do pezinho é capaz de identificar precocemente enfermidades metabólicas, genéticas, enzimáticas e endocrinológicas, além de infecções virais. A partir do diagnóstico, o bebê pode receber o tratamento em tempo oportuno, impedindo sequelas e, até mesmo, a morte.

Escola de Medicina e Cirurgia da Unirio realiza sessão solene em comemoração aos seus 110 anos
Como parte das comemorações aos 110 anos da Escola de Medicina e Cirurgia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (EMC/Unirio), será realizada uma sessão solene nesta quinta-feira, 14 de abril. O evento acontecerá a partir das 9 horas, no Anfiteatro Geral do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), com transmissão simultânea pelo canal audiovisual da EMC. Com o tema "110 anos de memórias: do conhecimento tácito à formação médica: vivência na construção da Escola e os tempos atuais", a sessão solene será ministrada pelo professor Agostinho M. S. Ascenção (EMC) e coordenada pela diretora da Escola, professora Andrea Povedano.

Pesquisa da UFF alerta para a existência de superbactérias nas praias de Niterói
A fim de garantir a preservação das praias de Niterói, a Universidade Federal Fluminense (UFF) vem conduzindo a pesquisa da “Orla limpa, orla viva - região costeira de Niterói: problemas e soluções”. O projeto teve início em março de 2021, em parceria com a Prefeitura de Niterói e a Fundação Euclides da Cunha (FEC) através do Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados (PDPA). O objetivo é avaliar a poluição dos mares, oceanos e a qualidade da areia das praias de Icaraí, Itaipu, Piratininga e São Francisco. O estudo investiga a relação entre a ocorrência do poluente microplástico e de superbactérias, aquelas com genes de resistência para diferentes antibióticos e que podem causar infecções difíceis de tratar. Após pouco mais de um ano de seu início, a pesquisa apresenta resultados que comprovam a existência desses microrganismos nas partículas plásticas encontradas na areia dos locais avaliados. Um dos genes identificados em abundância na areia das praias é resistente a antibióticos da classe Vancomicina, medicamento de uso apenas hospitalar que trata infecções causadas por quase todos os Staphylococcus e muitas cepas de Enterococcus. Outro gene encontrado é o resistente à classe da Azitromicina, antibiótico amplamente utilizado de forma preventiva durante a pandemia de Covid-19. Estima-se que a utilização deste medicamento pode ter favorecido a seleção de bactérias resistentes não somente nas praias de Niterói, mas em outros diversos ambientes e regiões.

Pesquisadores da UFF desenvolvem sensor de baixo custo para monitoramento de catástrofes em Niterói
A maior tragédia da história de Petrópolis ocorreu no início deste ano, em fevereiro de 2022, quando mais de 230 pessoas foram vítimas das fortes chuvas que atingiram a região. Catástrofe similar aconteceu em Niterói, em 2010, no morro do Bumba, com 48 vítimas fatais. Pensando na prevenção de novas tragédias climáticas e suas consequências, o Departamento de Engenharia Agrícola e Ambiental da Universidade Federal Fluminense (TER-UFF) atua desde 2017 na criação de dois dispositivos que monitoram a estabilidade de encostas e focos de incêndio, através de sensores de baixo custo. A iniciativa faz parte do Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados (PDPA), parceria da  UFF com a prefeitura de Niterói e apoio da Fundação Euclides da Cunha (FEC), fomentando experiências e resultados práticos que visam a solução de problemas do município nas áreas de maior risco. Os protótipos já são funcionais e estão instalados no campus da UFF na Praia Vermelha para testes de operação, durabilidade e autonomia. A próxima etapa da pesquisa é a instalação dos sensores nas localidades de interesse indicadas pela prefeitura, possibilitando o monitoramento piloto dos locais. Com o auxílio dos sensores, os pesquisadores serão capazes de desenvolver um dispositivo efetivo de monitoramento ambiental e com a finalidade de salvar vidas.

Programa Escola Parceira da UENF abre inscrições
Estão abertas as inscrições para o Programa Escola Parceira da Universidade Estadual do Norte Fluminense (PEP-UENF). O programa foi criado pela Assessoria de Assuntos Internacionais e Institucionais (Assaii) em 2022 para incentivar estudantes de escolas públicas de ensino básico (fundamental e médio) municipais e estaduais do estado do Rio de Janeiro a ampliarem seus conhecimentos e despertarem suas habilidades para a pesquisa científica, tecnológica e de inovação. Para mais informações e inscrição no programa, clique AQUI.

Aberta submissão de resumos para o XIV Confict e VII Conpg
A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação do Instituto Federal Fluminense (IFF) abriu inscrições para submissão de trabalho para o XIV Congresso Fluminense de Iniciação Científica e Tecnológica (Confict) e o VII Congresso Fluminense de Pós-Graduação (Conpg). As inscrições são limitadas e podem ser realizadas até o dia 17 de junho AQUI.  A inscrição para estudantes interessados em submeter resumo é obrigatória e o prazo para submissão de trabalho vai até dia 05 de maio de 2022. Com a temática “100 anos de Darcy Ribeiro: temos todo um mundo a refazer”, o evento, gratuito e aberto ao público, fruto de parceria entre o IFF, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) e a Universidade Federal Fluminense (UFF), será realizado no período de 20 a 24 de junho. A submissão de trabalhos é restrita aos estudantes de Iniciação Científica e Tecnológica e de Programas e Cursos de Pós-Graduação stricto sensu das Instituições participantes. O congresso será online com transmissão ao vivo pela Plataforma da Galoá. Na véspera de abertura, o evento também contará com minicursos presenciais. As informações sobre a programação do evento serão divulgadas em breve. Todas as informações podem ser acompanhadas no Portal do evento

Estudante do IFF - Campus São João da Barra é selecionada para intercâmbio internacional 
Julia da Costa Almeida, 16 anos, estudante do 3º ano do Curso Técnico em Petróleo e Gás Integrado ao Ensino Médio, do Instituto Federal Fluminense (IFF) Campus Avançado São João da Barra, foi selecionada para uma bolsa integral de intercâmbio do Programa AFS Global STEM e irá representar a região Norte Fluminense no Egito. O programa é uma parceria entre a empresa bp e a AFS, organização internacional promotora de intercâmbios.  Na avaliação a que foi submetida, Julia teve seu perfil avaliado em itens como desempenho acadêmico, capacidade de liderança, espírito empreendedor e interesse na experiência intercultural. A jovem participará de formações online com duração de doze semanas, que serão realizadas pela AFS. Logo após, de 20 de julho a 16 de agosto, seguirá para intercambio para o Egito, onde participará de atividades relacionadas às mudanças climáticas, por meio de atividades STEM práticas, tanto em campo quanto conduzidas em laboratórios. Os bolsistas terão a oportunidade de fazer aulas de árabe e ser voluntários ao lado de jovens locais em projetos de serviço comunitário. Veja a lista com os demais selecionados em https://www.afs.org.br/afs-global-stem-academies-2022-2/.

Topo da página