Linguagem Libras Facebook Twitter Intagram YouTube Linkedin Site antigo
Compartilhar no FaceBook Tweetar Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Email Imprimir
Publicado em: 15/06/2022 | Atualizado em: 21/06/2022

Fundação anuncia o lançamento da terceira edição do edital ‘Doutor Empreendedor’

Por Ascom Faperj

A Diretoria de Tecnologia da FAPERJ lança nesta quarta-feira, dia 15 de junho, a terceira edição do Edital FAPERJ Nº 14/2022 “Doutor Empreendedor: Transformando Conhecimento em Inovação”. Com o objetivo de fomentar a transformação de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) conduzidos por doutores residentes no Estado do Rio de Janeiro em empreendimentos baseados em conhecimento científico e/ou tecnológico, o programa busca contribuir para a interação Universidade-Empresa através do estímulo à transformação do conhecimento gerado nas Instituições Científico-Tecnológicas (ICTs) em soluções inovadoras para o mercado e para a sociedade de forma ampla.

São elegíveis pesquisadores que possuam o grau de doutor em programa de pós-graduação stricto sensu reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) ou doutorandos que já estejam qualificados e com defesa prevista para data anterior à entrega de documentos exigidos indicada no cronograma do edital. Os proponentes podem ser sócios de uma micro ou pequena empresa, desde que a mesma exista há menos de 18 meses, devem comprovar disponibilidade para se dedicar às atividades previstas no projeto, não podem ter vínculo empregatício ou estatutário em regime de dedicação exclusiva e devem obter uma Carta de Intenção de algum mecanismo de geração de empreendimentos inovadores sediado no Estado do Rio de Janeiro (para mais informações: https://anprotec.org.br/site/wp-content/uploads/2020/04/Termo-de-Referencia-PNI-20-05_2019_v07_Pos-CP.pdf). Cabe ressaltar ainda que só será aceita uma única proposta por proponente e que os contemplados na última edição do programa não poderão participar da edição atual.

A avaliação de mérito dos projetos ocorrerá em duas etapas: primeiro é feita uma seleção pela equipe interna da Diretoria, que avalia os projetos que apresentam grau de inovação e potencial de mercado, bem como considera a experiência e capacidade técnica do proponente; a segunda etapa é uma banca de avaliação composta por membros internos e externos, que julga os proponentes e as propostas em relação ao estágio de desenvolvimento da tecnologia (TRL), potencial de mercado, oportunidades e ameaças, domínio da dinâmica competitiva e impacto socioeconômico.

Os candidatos aprovados em ambas as etapas se qualificam para receber os benefícios previstos: Bolsa Doutor Empreendedor por até 24 meses no valor de R$ 5.125,00; Bolsa Iniciação Tecnológica por até 24 meses no valor de R$ 525,00 para indicar um graduando capaz de auxiliar no projeto; e até R$ 50.000,00 de auxílio financeiro para custear despesas relativas ao desenvolvimento do projeto apresentado. O edital prevê recursos da ordem de R$ 7.200.000,00, permitindo apoiar até 35 projetos. Deste total de recursos, até R$ 700.000,00 são destinados para os mecanismos que irão abrigar os doutores empreendedores. Os aprovados precisam comprovar a instalação no mecanismo que concedeu a Carta de Intenção em até 120 dias após o início da vigência do projeto. Outra obrigação diz respeito à abertura da empresa, que deve ser realizada até o final do 10º mês a partir do primeiro depósito da bolsa.

Com este programa a Diretoria de Tecnologia da FAPERJ consolida o seu apoia ao empreendedorismo inovador de base científico-tecnológica e oferece uma alternativa para os doutores fluminenses utilizarem a experiência e o conhecimento acumulados ao longo de sua trajetória acadêmica para levarem ao mercado e à sociedade produtos e soluções inovadoras que contribuam, entre outras coisas, com a melhoria da qualidade de vida e da sustentabilidade ambiental.

“O sucesso do Doutor Empreendedor pode provocar, no longo prazo, uma mudança cultural nos Programas de Pós-Graduação, no sentido de estimular o empreendedorismo entre os discentes, aproximar as pesquisas do mercado e da sociedade e transformar as métricas de avaliação dos docentes, rompendo com a premissa fortemente enraizada nas universidades de que os doutores são formados para a vida acadêmica e abrindo um horizonte de possibilidades para estes indivíduos altamente qualificados se realizarem em outras áreas e contribuírem com o desenvolvimento social e econômico do país, como ocorre nas nações desenvolvidas”, destacou o diretor de Tecnologia da FAPERJ, Mauricio Guedes.

O prazo para a submissão de propostas termina no dia 26 de agosto. Confira o edital no link abaixo:

Edital FAPERJ Nº 14/2022: “Doutor Empreendedor: Transformando Conhecimento em Inovação – 2022”

Topo da página