Linguagem Libras Facebook Twitter Intagram YouTube Linkedin Site antigo
Compartilhar no FaceBook Tweetar Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Email Imprimir
Publicado em: 19/05/2022 | Atualizado em: 19/05/2022

Notas - Semana de 19 a 25 de maio de 2022

Marcos Neme, coordenador do programa Startup Rio, representou a FAPERJ no evento, em Vassouras 

Vassouras sedia evento de sobre o papel da tecnologia na economia fluminense
O município de Vassouras, na região Centro-Sul fluminense, sediou esta semana o Vale ITech, um encontro tecnológico híbrido. Sob o tema “TI como ferramenta de inserção econômica no interior do Estado do Rio de Janeiro”, o evento, em sua terceira edição, visa discutir, com especialistas brasileiros e estrangeiros, os aspectos tecnológicos, estratégicos e operacionais da indústria fornecedora de tecnologias. Marcos Neme, coordenador do Programa Startup Rio, fruto de parceria entre a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a FAPERJ, esteve presente à mesa de abertura. A proposta do encontro é de gerar um ‘ecossistema de inovação’ com objetivo da inserção da informática nas atividades econômicas dos municípios das regiões do Médio Paraíba, Costa Verde e Centro Sul com o objetivo de identificar quais os setores com o maior potencial de gerar resultados efetivos em curto prazo. Para tanto, foram consideradas as vocações, com os setores que já estão desenvolvidos e que geram renda e emprego; o potencial da região com setores da tecnologia ainda não consolidados, mas com potencial de alavancar a economia; e as tendências em investimentos públicos e privados para o Vale do Café. Mais informações: https://valeitech.com.br/

Canal da FAPERJ exibe vídeo sobre curso de empreendedorismo na Rocinha
O Canal da FAPERJ no YouTube exibe a partir desta quinta-feira, 19 de maio, um vídeo sobre o curso “Empreendedorismo em favela inteligente”, realizado na Rocinha, e coordenado pela professora Dalia Maimon, do Laboratório de Responsabilidade Social e Sustentabilidade (LARES) do Instituto de Economia da UFRJ. Destinado a empreendedores locais, gestores de projetos sociais e moradores com perfil de liderança, o curso tem por objetivo preparar empreendedores, empresas e startups da Rocinha para propor soluções para o desenvolvimento local, que incorporem as facilidades trazidas pelos avanços tecnológicos. Estruturado em três módulos, o curso contará com 14 disciplinas, abrangendo temas como: transformação digital e seus impactos; sustentabilidade; cidades inteligentes, inclusivas e sustentáveis; inovação social e tecnologia; economia compartilhada e empreendedorismo; marketing digital e elaboração de projetos e captação de recursos. O curso é realizado nas modalidades à distância e presencial, com aulas semanais no Polo do Cecierj da Rocinha. A iniciativa é considerada um avanço em relação aos cursos realizados em comunidades, geralmente limitados a treinamentos profissionalizantes de baixo nível de escolaridade. O curso faz parte de um projeto homônimo, que está entre os 26 projetos contemplados no edital “Rocinha, favela território inteligente”, lançado pela FAPERJ em 2021. E você, já conhece o Canal da FAPERJ no YouTube? Acesse o nosso Canal em (https://www.youtube.com/c/faperjoficial) , inscreva-se e confira este e outros vídeos sobre projetos, pesquisadores e instituições apoiados pela Fundação.

Programa Ciência Pioneira, parceria entre os Institutos D’Or e Weizmann, ganha edital para bolsas de pós-doutorado
Estão abertas até o dia 4 de julho de 2022 as inscrições para o programa Ciência Pioneira, que oferece 15 bolsas de pós-doutorado no Instituto Weizmann de Ciências, de Israel. A iniciativa, apoiada pela família Moll, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor) e o Instituto Weizmann de Ciências de Israel (WIS), faz parte do programa ‘Weizmann/Idor Pioneer Science Fellows’, que tem como proposta promover o treinamento avançado de jovens cientistas brasileiros no exterior, e trazê-los de volta ao Brasil para acelerar o desenvolvimento de Ciência inovadora e da mais alta qualidade no país. Os bolsistas serão selecionados por meio de processos seletivos e as bolsas direcionadas a pesquisadores qualificados que atendam aos requisitos acadêmicos do WIS e cuja proposta de pesquisa busque interfaces entre as áreas das ciências da vida, ciências exatas e da saúde. Os selecionados irão fazer treinamento avançado ao longo de três anos no WIS e participarão de atividades científicas conjuntas entre o WIS e o Idor, visando estimular sinergias e colaborações sempre que possível. Os bolsistas de pós-doutorado receberão além das bolsas, subsídios de viagem para participar de conferências internacionais e moradia subsidiada durante o primeiro ano de treinamento. Para se candidatar, os interessados devem solicitar a aceitação de um cientista principal do Instituto Weizmann de Ciências em cujo laboratório eles gostariam de realizar pesquisas e, paralelamente, enviar uma inscrição formal para calls.fgs@weizmann.ac.il especificando que é para o Weizmann-IDOR Pioneer Science Fellowship Program. Toda a comunicação deve ser realizada em inglês. Mais informações em: https://www.weizmann.ac.il/feinberg/fellowship-aid/postdoc-fellowship-opportunities 

Biblioteca do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Uerj reabre as portas após modernização e revitalização
Considerada uma das bibliotecas especializadas em Ciência Política e Sociologia mais completas do Rio de Janeiro, a Biblioteca do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) voltou a abrir as portas ao público, após ampla reforma e reorganização do acervo. O espaço, que integra a Rede Sirius – sistema composto pelas 25 bibliotecas da Universidade – abriga aproximadamente 26.000 livros. Além das duas áreas centrais, são contempladas áreas correlatas, como Educação, Economia, História, Antropologia, Filosofia, Direito e Administração Pública. Dentre as inúmeras coleções, destaca-se a Brasiliana, com suas obras raras. O acervo reúne ainda volumes provenientes de doações realizadas pelos professores Wanderley Guilherme dos Santos, Simon Schwartzman e Amaury de Souza, fundadores do antigo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj), que deu origem ao Iesp. Também estão disponíveis para consulta 170 publicações periódicas nacionais e estrangeiras, somando quase 3.800 fascículos. Completam o acervo 340 dissertações e teses em Sociologia e Ciência Política, impressas e em arquivo PDF – na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações. Outros 240 trabalhos foram digitalizados e, em breve, passarão por catalogação.

Exposição virtual Flores de ébano: escrita de si como prática de liberdade dá voz a pessoas escravizadas
Inaugurada em 13 de maio, dia em que se comemora a abolição da escravatura, a exposição virtual ‘Flores de ébano: escrita de si como prática de liberdade’ procura dar visibilidade às escritas de homens e mulheres que passaram pela traumática e dolorosa experiência da escravização. Tem como eixo temático as preocupações da História da Educação, campo de pesquisa fundamental para promover uma educação para as relações étnico-raciais, no sentido de combater a cristalização de preconceitos e estereótipos. O trabalho sugere que ‘as escritas de si’ permitem a compreensão dessas pessoas como autores da própria história. A exposição convida o público para escutar as vozes destes homens e mulheres, conhecer e respeitar essas histórias de lutas de pessoas que foram injustiçadas, oprimidas e escravizadas. A mostra, organizada pela professora Alexandra Lima da Silva, Jovem Cientista do Nosso Estado, da FAPERJ, e pela artista visual, formada em Cinema de Animação e Artes digitais pela Universidade Federal de Minas Gerais, Priscila Paula, possui acessibilidade por meio da conversão de texto em linguagem falada. Segundo a organizadora, a exposição procura indicar as dimensões pedagógicas das escritas de si de ex-cativas(os) porque a escuta das vozes silenciadas historicamente é também uma forma de reparação histórica no tempo presente. O ébano é uma árvore de origem africana, forte e resistente, assim como as pessoas que ousaram escrever suas próprias histórias, em primeira pessoa, num movimento plural e de enfrentamentos. A exposição, que contou com apoio do Programa de apoio à organização de eventos científicos, tecnológicos e de inovação no Estado do Rio de Janeiro, ficará no ar ao longo de todo o ano de 2022. Acesse em: www.floresdeebanoexposicao.com.br

Edital da Capes seleciona projeto da UFF sobre plataformas audiovisuais remotas
‘Legado pandêmico: plataformas audiovisuais viabilizam projetos remotos’, projeto coordenado pelas professoras Índia Mara Martins e Elianne Ivo Barroso, ambas do Departamento de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (UFF), foi um dos contemplados pelo ‘Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) - Impactos da pandemia’, lançado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O programa visa estabelecer e implementar tecnologias facilitadoras para a área de audiovisual e tem como questões fundamentais o acesso e a inclusão da comunidade externa à universidade pública a partir dos debates sobre práticas a distância que surgiram do contexto pandêmico. Sua finalidade é incentivar a formação de recursos humanos com foco nos estudos sobre os impactos sociais, econômicos, culturais e históricos da crise sanitária causada pelo coronavírus nos diversos segmentos da população. Mais informações em:  https://www.uff.br/?q=noticias/13-05-2022/legado-da-pandemia-edital-da-capes-seleciona-projeto-da-uff-sobre-plataformas 

VideoSaúde promove seminário sobre ‘Usos do audiovisual e possibilidades práticas de pesquisa’
A VideoSaúde, por meio do Núcleo de Estudos de Audiovisual e Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) realizará no dia 20 de maio, às 10 horas, o seminário ‘Usos do audiovisual e possibilidades práticas de pesquisa’, com a apresentação da dissertação de mestrado intitulada "Jogadas pela periferia – etnografia audiovisual sobre jovens artistas da zona norte carioca", de Paulo Lara, cinegrafista da VideoSaúde e doutorando do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Informação e Comunicação em Saúd. A dissertação de mestrado de Lara foi defendida no Programa de Pós-Graduação Pós-Graduação em Cultura e Territorialidades (PPCULT), da Universidade Federal Fluminense (UFF). O evento terá transmissão pelo canal do Youtube da VideoSaúde e contará com a presença de Andrey Marlon, artista e criador de conteúdo digital; Lucas Fernando, artista, agroecologista da Verdejar Socioambiental e graduando em Geografia na Uerj e o próprio Paulo Lara. A mediação será Wagner Oliveira, jornalista, documentarista e coordenador do Neavs da VideoSaúde/Icict/Fiocruz. Link de transmissão: https://tinyurl.com/Neavs-Audiovisual-20mai22

Parent In Science  abre vagas para Programa Amanhã
O Movimento Parent In Science está com vagas abertas para o Programa Amanhã, uma das principais iniciativas do grupo. A novidade da edição deste ano são as bolsas de iniciação científica no valor de R$ 650 por mês, por 12 meses, para alunas mães que estejam realizando estágio de iniciação científica sem bolsa. O Parent in Science é um programa formado por cientistas mães e pais que resolveram trazer conhecimento sobre a questão, até então ignorada no meio científico, da paternalidade na academia. Lançado em 2021, o Programa Amanhã é uma das principais iniciativas do Parent in Science. Idealizado durante a pandemia, seu objetivo é incentivar a permanência de alunas mães na universidade, assim como a conclusão de seus cursos, e é considerado uma das ações fundamentais de combate ao efeito tesoura (queda na proporção de mulheres com a progressão da carreira científica) seja combatido. Com ajuda de financiamento coletivo, o Programa Amanhã arrecadou R$100 mil em seu primeiro ano e forneceu um auxílio de R$705 por 12 meses para complementar a renda de 29 alunas mães, alunas de mestrado ou doutorado no Brasil e não-bolsistas. O Programa Amanhã segue aceitando doações. Para apoiar a iniciativa e possibilitar que mais mães recebam o auxílio, clique aquiConfira o edital do Projeto.

Diversidade de gênero e raça é o tema do 9º seminário da série ‘Projeto para um Brasil Novo’, da SBPC
A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) promoverá, no dia 25 de maio, às 16h, a 9ª sessão dos seminários ‘Projeto para um Brasil Novo’. O tema do debate online será ‘Diversidade de gênero e raça’ e será transmitido pelo canal da SBPC no YouTube. Com coordenação de Maria Filomena Gregori, professora livre-docente do Departamento de Antropologia da Universidade Estadual de Campinas  (Unicamp), o evento contará com a participação de Cleber Santos Vieira, docente do Programa de Mestrado Profissional em Ensino de História e do Programa de Pós-graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência e membro do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); Joana Maria Pedro, professora titular da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Joziléia Daniza Jagso Kaingang, da Articulação dos povos indígenas do Sul; e Nilma Lino Gomes, professora titular e emérita da Faculdade de Educação (FaE) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

CTC/PUC-Rio abre inscrições para mestrado e doutorado nas áreas de exatas e de ciências básicas
Estão abertas as inscrições para mestrado e doutorado Stricto Sensu em oito programas de pós-graduação do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio). As bolsas contemplam as Engenharias Civil, Elétrica, Mecânica, Química, de Materiais e Processos Ambientais, de Produção; além de Informática, Matemática e Química. Os detalhes completos a respeito das inscrições para cada um dos programas do CTC/PUC-Rio podem ser obtidos na página da Coordenadoria Central de Pós-graduação (CCPG): https://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccpg/inscricoes.html#tab1.  O CTC/PUC-Rio tem em torno de 1.200 alunos de pós e aproximadamente 140 laboratórios modernos e especializados. Seu corpo docente é formado por cerca de 180 professores, todos com doutorado (a maioria no exterior), oferecendo aos alunos uma formação sólida, alinhada tanto às necessidades do mercado profissional, quanto ao pleno desenvolvimento de pesquisadores no Brasil. A qualidade de ensino do CTC/PUC-Rio tem sido confirmada ano a ano nos rankings mundiais da Times Higher Education.  

Brasil tem oito estudantes premiados em feira científica nos Estados Unidos
Oito estudantes brasileiros foram premiados na Feira Internacional de Ciência e Engenharia (ISEF, na sigla em inglês), considerada uma das maiores do mundo no gênero. A edição de 2022 aconteceu em Atlanta, na Geórgia, Estados Unidos, de 7 a 13 de maio O evento contou com 1.410 projetos de 1.750 finalistas, de 63 países diferentes. Dos 18 projetos brasileiros classificados para a feira, seis ganharam prêmios, como bolsas de estudo, estágios e viagens de campo. A delegação brasileira foi composta por 26 estudantes de diferentes estados. Em 20 anos competindo, jovens brasileiros ganharam 116 prêmios na feira internacional. 

UFRJ concede título de doutor honoris causa ao pintor e escritor Oscar Araripe
Em decisão unânime, o Conselho Universitário (Consuni) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na primeira sessão ordinária presencial desde a pandemia da Covid-19, concedeu o título de doutor honoris causa ao pintor e escritor Oscar Araripe. Araripe se formou em Direito pela antiga Faculdade Nacional de Direito, da UFRJ, em 1980. Foi diretor do Centro Acadêmico Cândido de Oliveira (Caco) e sua diretoria foi cassada em 1964. Estudou na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, por dois períodos, e na Universidade Pro-Deo, em Roma. Ainda que seja apresentado como pintor, Araripe antes atuou como escritor, tradutor, crítico de teatro, colunista e redator. Hoje com 80 anos, o multiartista escreveu três livros: Maria na Terra de Meus Olhos, Marta, Júpiter e Eu e Eu, Promeu, o que Amazoneu, que formam a trilogia publicada em único volume Maria, Marta e Eu. A obra é considerada uma narrativa densa e de grande valor literário. É tida como uma narrativa que luta pelo respeito à natureza e pela valorização das mulheres. Na pintura, Araripe introduziu e desenvolveu técnicas próprias para usar como base a vela náutica de poliéster. Essas inovações permitiram-lhe expor permanentemente ao ar livre grandes telas, com estruturas de ferro como moldura, levando a arte da pintura a grandes multidões. Com galeria em Tiradentes/MG, realizou inúmeras exposições individuais e coletivas, no Brasil e exterior, incluindo Estados Unidos, França, Espanha, Eslovênia, Grécia, Cuba, Reino Unido, China e México.

UniRio promove debate sobre a formação e o trabalho do assistente social
Como primeira atividade comemorativa do mês do assistente social, a Escola de Serviço Social da UniRio irá promover um debate com o tema Desmonte social e impactos na formação e trabalho do assistente social. O evento acontece dia 24 de maio, às 18h30, no auditório Paulo Freire do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCH). Participarão do debate as professoras Juliana Cislaghi (UERJ) e Mossicléia Mendes (UFRJ). A certificação se dará por meio de lista de presença no canal audiovisual da Escola de Serviço Social

UFF promove VI Seminário Internacional de Estatística com R
O R é um dos principais instrumentos em Data Analysis no mundo. O VI Seminário internacional de Estatística com R, promovido pela Universidade Federal Fluminense (UFF) será uma oportunidade para quem quer conhecer e aprofundar seus conhecimentos nesta importante ferramenta estatística. O evento será gratuito e on-line, de 25 a 27 de maio de 2022. Para outras informações acesse o link: http://ser.uff.br 

JBRJ sedia evento sobre mercado de carbono
O Jardim Botânico do Rio de Janeiro está sediando, até o da 20 de maio, o Congresso Mercado Global de Carbono – descarbonização e investimentos verdes. O Congresso tem apoio institucional do Ministério do Meio Ambiente. O Jardim estará fechado para visitação pública devido ao elevado fluxo de pessoas previsto no evento. 

 

Topo da página