O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Nota de pesar pelo falecimento do prof. José Rodrigues Coura
Publicado em: 05/04/2021

Nota de pesar pelo falecimento do prof. José Rodrigues Coura

Por Ascom Faperj

O professor José Rodrigues Coura exibe o diploma de Pesquisador Emérito, concedido
pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em setembro de 2006 (Foto: Ana Limp) 

Com grande consternação, a FAPERJ se une às manifestações de pesar pelo falecimento do pesquisador e médico José Rodrigues Coura (1927-2021), aos 93 anos, ocorrida na última sexta-feira, dia 2 de abril. Um dos mais importantes nomes da Medicina Tropical do País, Coura era membro titular das Academias Brasileira de Ciências (ABC) e Nacional de Medicina (ANM). Nascido em Taperoá, na Paraíba, recebeu inúmeros prêmios e publicou, ao longo de sua destacada trajetória acadêmica e profissional, perto de 300 trabalhos científicos. Em 2006, conquistou o segundo lugar no Prêmio Jabuti, categoria Melhor Livro de Ciências Naturais e Ciências da Saúde, pela organização da obra Dinâmica das doenças infecciosas e parasitárias.

Em reconhecimento à sua trajetória acadêmica, tornou-se professor Emérito da UFRJ e da Faculdade de Medicina de Campos, e professor Honoris Causa das Universidades Federais da Paraíba, Ceará e Piauí.

Em nota, a Academia Nacional de Medicina, na qual ingressou em 1978, manifesta “imenso pesar” e relata que o prof. Coura “iniciou sua vida profissional como Instrutor de Ensino na Faculdade de Medicina da UFRJ, na Disciplina de Doenças Infecciosas e Parasitárias, onde exerceu em sequência os cargos de professor Assistente, Adjunto e Titular. Chefe do Departamento de Medicina Preventiva, aposentando-se voluntariamente em 1996. Foi Titular de Doenças Infecciosas e Parasitárias e chefe do Departamento de Medicina Preventiva da Universidade Federal Fluminense (UFF). Além desses cargos, foi professor de Medicina Social e Preventiva da Faculdade de Medicina de Campos, onde recebeu homenagem, em 2012, dando nome ao Centro de Saúde Escola Custodópolis José Rodrigues Coura, por ter instalado nesse bairro o trabalho de campo para os alunos da disciplina de Medicina Social e Preventiva. Organizou e coordenou dois Cursos de Pós-Graduação stricto sensu, respectivamente em Doenças Infecciosas e Parasitárias na UFRJ em 1970  – o primeiro curso da área médica do Brasil, credenciado pelo Sistema Capes/CNPq com conceito A –, e em Medicina Tropical no Instituto Oswaldo Cruz – Fiocruz em 1980, tendo sido responsável pela formação de 200 mestres e doutores de várias nacionalidades e de diferentes condições socioeconômicas. Foi editor da Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical durante 12 anos e das Memórias do Instituto Oswaldo Cruz por 10 anos. Foi Vice-Presidente de Pesquisa da Fiocruz e Diretor do Instituto Oswaldo Cruz em dois mandatos. Membro fundador da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, da qual foi Presidente de 1973 a 1975. Recebeu a Ordem do Mérito Científico da Presidência da República do Brasil como Comendador em 2002, tendo sido promovido à Grã-Cruz em 2008. Em 2013, foi agraciado com o Prêmio Conrado Wessel de personalidade da Medicina daquele ano e, no ano seguinte, com a Comenda Sérgio Arouca do Conselho Federal de Medicina.”

A presidência da Fiocruz, por sua vez, divulgou nota em que “lamenta profundamente o falecimento”, lembrando que o prof. Coura dedicou mais de 40 anos de intensa produção científica no Instituto Oswaldo Cruz (IOC), sobretudo na área de parasitologia, e que o médico costumava dizer que seus alunos e ex-alunos foram sua maior contribuição à sociedade.

Em 2014, em entrevista concedida à revista Rio Pesquisa/Faperj (http://www.faperj.br/downloads/revista/rio_pesquisa_28_2014.pdf), a jornalista Flávia Machado destacava que “chefe de laboratório, pesquisador de renome, médico, professor e gestor. De todos esses títulos e feitos em [mais de] 60 anos de carreira, José Rodrigues Coura, orgulha-se mesmo é de ter formado cerca de 200 profissionais que atuam na área de doenças infectocontagiosas”.

José Rodrigues Coura deixa três filhos e três netos.

A FAPERJ, que apoiou algumas das importantes pesquisas feitas pelo prof. Coura, lamenta imensamente o falecimento do professor e pesquisador e presta condolências aos familiares e amigos próximos.  

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes