O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Teatro Municipal é palco da entrega do Prêmio Secti e de termos de outorga da FAPERJ
Publicado em: 05/12/2019 | Atualizado em: 06/12/2019

Teatro Municipal é palco da entrega do Prêmio Secti e de termos de outorga da FAPERJ

Por Ascom Faperj

O governador Wilson Witzel discursa ao lado de robô e do secretário Leonardo
Rodrigues
durante a cerimônia do Prêmio Secti (Fotos: Gabriel Lobo/Secti)

Na última sexta-feira, 29 de novembro, o Teatro Municipal foi palco de diversas homenagens à comunidade científica e a parceiros da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e do governo do Estado do Rio de Janeiro durante a entrega do Prêmio Secti. Em uma apresentação descontraída, que contou com a participação de um robô em tamanho natural, o secretário Leonardo Rodrigues abriu a cerimônia com elogios ao trabalho em equipe e à confluência de objetivos na atuação das secretarias, aproveitando ainda para fazer um balanço das atividades à frente da pasta em 2019. Ele destacou os editais vinculados à inovação, as parcerias com empresas e a atuação da FAPERJ no fomento à pesquisa. “Colocamos o pagamento das bolsas em dia e retomamos o apoio às universidades para que elas, com autonomia, possam exercer suas funções plenas em prol da sociedade. “A FAPERJ tem sido uma super parceira nesse processo. Encontramos a Fundação com um montante expressivo em restos a pagar, e agora já conseguimos, através do trabalho em conjunto com a Secretaria Estadual de Fazenda, reduzir esses valores. Além disso, pela primeira vez a FAPERJ lançou um edital em parceria com a AgeRio [Agência Estadual de Fomento], que destinará R$ 30 milhões para as micro e pequenas empresas”, comemorou. O secretário também destacou a indicação do programa Startup Rio – uma parceria da Secti com a FAPERJ – feita pela Associação Brasileira de Startups (ABS), como uma das 10 melhores do País, sendo a única iniciativa pública incluída na lista. A subsecretária de Ensino Superior, Pesquisa e Inovação da Secti, Maria Isabel de Castro, que ocupou a presidência da FAPERJ em 2017 e foi uma das organizadoras do evento, também participou da cerimônia.  

Entre os homenageados, representantes das universidades federais sediadas no estado e as entidades que representam os pesquisadores nacionalmente. Representando a Universidade Federal Fluminense (UFF), o diretor da Agência de Inovação (Agir), Ricardo Leal; a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Superintendente de Pós-graduação José Luís Lopes da Silveira; da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), o reitor Ricardo Berbara; pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UniRio), o reitor Ricardo Silva Cardoso; da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), o presidente Ildeu Castro Moreira; da Academia Brasileira de Ciências (ABC), a vice-presidente regional, professora Lucia Previato. Convidada para falar em nome dos homenageados, Lucia ressaltou a retomada dos investimentos da FAPERJ. “Estou aqui representando a ABC e fica claro que houve realmente uma mudança no perfil do programa de ciência e tecnologia esse ano. A FAPERJ nos deu uma esperança grande esse ano e esperamos que continue o trabalho para que possamos resgatar os bons momentos da fundação de alguns anos atrás”, disse.

Na segunda parte da cerimônia, o governador Wilson Witzel, que participou do evento, agradeceu o esforço de toda sua equipe em contribuir para uma administração eficiente e enxuta, com o uso racional do orçamento público. Prometeu que em 2020 dará mais apoio à Fundação Centro Universitário da Zona Oeste do Rio de Janeiro (Uezo), que ainda não tem sede própria, e para a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), que desenvolve importantes pesquisas para o setor "agro". Agradeceu também à sua esposa Helena, por seu trabalho à frente do Rio Solidário e falou da importância dos editais da FAPERJ. Nessa parte da cerimônia também foram homenageadas os órgãos e instituições vinculados à Secretaria: Uerj, Uenf, Uezo, Ipem, Faetec, Cecierj e FAPERJ. As instituições estiveram representadas na cerimônia, respectivamente, pelo reitor Ruy Garcia Marques; o reitor eleito Raul Palácio; a reitora Maria Cristina de Assis; o presidente Alexandre Valle; o presidente Romulo Massacesi; o presidente Alexandre Valle e o presidente Jerson Lima. A subsecretária de Ensino Superior, Pesquisa e Inovação da Secti, Maria Isabel de Castro, que ocupou a presidência da FAPERJ em 2017 e foi uma das organizadoras do evento, também esteve presente às homenagens. 

“Nunca se investiu tanto em pesquisa no nosso estado como agora. Na opinião dos nossos pesquisadores, o que está salvando a pesquisa hoje no estado do Rio de Janeiro são os editais da FAPERJ”, disse Witzel, dirigindo-se ao presidente da Fundação, Jerson Lima. O governador também reafirmou que a pesquisa é fundamental para o desenvolvimento econômico do País. Para ele, é preciso comemorar as grandes realizações alcançadas em 2019 e continuar acreditando na recuperação do Estado do Rio. Witzel disse que a entrega de prêmios às universidades é mais que merecida, pois elas enfrentaram anos difíceis com o descumprimento do repasse de verbas, mas sobreviveram. Como forma de garantir que 2020 será um ano melhor, e que o governo do estado cumprirá seus compromissos, o governador entregou a cada instituição um cheque simbólico com o valor do orçamento de cada uma delas para 2020.

O presidente da FAPERJ, Jerson Lima (2º a partir da esq), discursa
ao lado dos demais representantes das instituições e órgãos
vinculados à 
Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

O presidente da FAPERJ disse que uma única palavra poderia resumir todo a sua fala no evento: “Gratidão”. Lembrou que assim como o Rio de Janeiro reúne a maior concentração de samba do mundo, a cidade também pode ser orgulhar de possuir a maior concentração de doutores do Brasil. Ele destacou o grande retorno que a ciência e a inovação podem dar à sociedade, principalmente quando, como agora, realiza um trabalho com diversas instituições em conjunto e com bom uso dos recursos públicos. Lima também antecipou a próxima parceria da Fundação, com a Secretaria Estadual do Ambiente e Sustentabilidade, visando o lançamento do primeiro edital de grande volume de recursos voltado a pesquisas para mitigação de derramamento de óleo. Por fim, Lima cumprimentou os 232 pesquisadores que estavam ali para receberem seus termos de outorga referentes a quatro editais lançados este ano pela FAPERJ: Programa de Apoio à Infraestrutura Laboratorial da Faetec; Edital de Apoio a Grupos Emergentes de Pesquisa; Edital de Apoio ao Sistema Fluminense de Parques Tecnológicos (Flutec); e o Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia CNPq/Capes/FAPERJ (INCT), em um total de R$ 63,5 milhões. Lima aproveitou a presença do governador para relatar uma conversa que teve com pesquisadores de instituições em outros estados durante o julgamento de projetos submetidos aos editais da Fundação. “Eles queriam saber como o que deveriam fazer para vir para o Estado do Rio de Janeiro. E, então, esse é o melhor sinal de que a ciência do Estado está em franca recuperação”, finalizou.

A cerimônia também contou com as apresentações do coral Altivoz, formado por alunos, professores e funcionários da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e dos alunos da Escola Favo de Mel, da Fundação de Apoio à Escola Técnica – Faetec/Quintino, única escola pública no País dedicada exclusivamente a pessoas com deficiência intelectual, juntamente com a consagrada porta-bandeira Selminha Sorriso.

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes