O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas - Semana de 28 de janeiro a 3 de fevereiro de 2016
Publicado em: 28/01/2016

Notas - Semana de 28 de janeiro a 3 de fevereiro de 2016

Pesquisadores do Maqua são vencedores do Prêmio Faz Diferença
Dois pesquisadores do Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores (Maqua), da Faculdade de Oceanografia da Uerj, foram vencedores do Prêmio Faz Diferença, na categoria Revista O Globo, pelo trabalho de monitoramento da Baía de Guanabara. Alexandre de Freitas Azevedo e José Laílson Brito, coordenadores do Maqua e Jovens Cientistas do Nosso Estado, da FAPERJ, estudam a redução da população de golfinhos que reside na Baía de Guanabara. Segundo levantamento dos cientistas, em 1985, eram 400. Atualmente, 38 vivem nas poluídas águas. Desde 1992, os pesquisadores monitoram os botos-cinza e, em 1995, passaram a utilizar a técnica de fotoidentificação. O Prêmio Faz Diferença, uma iniciativa do Globo em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), está na sua 13ª edição, reconhecendo o trabalho, a dedicação e o talento de brasileiros que, nas mais diversas áreas de atuação, serviram de inspiração para o país e o mundo em 2015. Mais informações: http://eventos.oglobo.globo.com/faz-diferenca/2015/sobre-o-premio

Livro financiado pela FAPERJ será lançado em seminário na Itália
Publicado com recursos do programa Auxílio à Editoração (APQ 3), da FAPERJ, o livro Turismo e território no Brasil e na Itália: novas perspectivas, novos desafios (editora EdUERJ, 2014, 300 p.), organizado pelos professores Glaucio Marafon ( Universidade do Estado do Rio de Janeiro –Uerj), Marcelo Antonio Sottrati (Uerj) e Marina Faccioli (Università degli Studi di Roma “Tor Vergata”) será lançado na próxima terça-feira, 2 de fevereiro, no seminário “Turismo e Território no Brasil e na Itália”. O evento é uma parceria entre a Uerj, a Universidade de Roma “Tor Vergata" e a Embaixada do Brasil em Roma, e acontecerá no Palazzo Pamphilj, na Embaixada do Brasil, em Piazza Navona 10, Roma. A obra, com cinco ensaios em português e cinco em italiano, resultou de um trabalho de cooperação entre o Instituto de Geografia da Uerj, por meio de seu Departamento de Turismo, com a Universidade de Roma “Tor Vergata”. Glaucio Marafon, também editor executivo da EdUERJ, e Marina Faciolli, responsáveis pela organização do livro, e o professor Aniello Angelo Avella, (Uerj) autor do prefácio, participarão do seminário, em formato de mesa-redonda, que contará ainda com a participação dos professores Stefano Landi (Libera Università Internazionale degli Studi Sociali Guido Carli di Roma) e Giuseppe Imberdi (Università di Roma “La Sapienza”). O livro apresenta uma ponte entre os estudos brasileiros e italianos sobre o que se denomina de turismo cultural, mostrando as semelhanças e distinções entre um país líder mundial no setor e outro que busca consolidar o seu caminho evento que celebra as afinidades culturais, ao mesmo tempo que intensifica a troca de experiências entre os dois países. Mais informações: http://www.eduerj.uerj.br/engine 

Shellard é o novo diretor do CBPF
Ronald Cintra Shellard foi escolhido pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Celso Pansera, para conduzir o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) pelos próximos quatro anos. A cerimônia de posse, realizada nesta quarta-feira, 27 de janeiro, contou com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera; o secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do MCTI, Edward Madureira; o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCTI), Wanderley de Souza; o secretário especial da Ciência e Tecnologia do município do Rio de Janeiro, Franklin Dias Coelho; o presidente da Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Augusto C. Raupp; e o presidente da Sociedade Brasileira de Física, Ricardo Galvão., além de outras autoridades dos governos federal e estadual, e de representantes dos meios acadêmico e científico nacional. No discurso, Shellard afirmou que seu maior desafio será a internacionalização do CBPF e o desenvolvimento de uma interação mais estreita com instituições internacionais, como o Centro Latino-americano de Física (Claf). Além disso, o dirigente pretende mobilizar jovens pesquisadores e investir em pesquisa básica. Ronald Cintra Shellard é graduado em Física pela Universidade de São Paulo (USP), mestre pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e doutor pela Universidade da Califórnia. Pesquisador titular do CBPF, ocupou o cargo de diretor substituto de 2005 a 2013. Foi também vice-presidente da Sociedade Brasileira de Física (SBF) de 2009 a 2013. Mais informações: http://portal.cbpf.br

Programa em Estudos de Linguagem da UFF promove minicurso sobre bilinguismo
O programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem da Universidade Federal Fluminense (UFF) promove na próxima semana, nos dias 1º, 2 e 3 de fevereiro, o minicurso “Políticas de Linguagem, com ênfase em contato linguístico para educação bi/multilíngue”. O ministrante será o professor Rainer Enrique Ramel, do Departamento de Antropologia da Universidade Autônoma Metropolitana do México (Unam). O minicurso, ministrado em português, acontecerá na Sala 505 do Bloco C do Campus do Gragoatá, no horário de 15 às 19h. O autor abordará temas como as políticas de linguagem na América Latina, a educação intercultural bilíngue (EIB) e aspectos linguísticos da educação indígena. Nascido no Chile, Rainer Enrique Ramel é doutor em Filologia Românica pela Universidade de Frankfurt (1989) e diretor do programa Comunidad Indígena y Educación Intercultural Bilingue (CIEIB), da Unam. O evento é organizado pelo Laboratório de Pesquisas em Contato Linguístico da UFF (LABPEC), coordenado por Mônica Maria Guimarães Savedra e Telma Cristina de Almeida Pereira, e conta com o apoio da FAPERJ. Mais informações: www.posling.uff.br

Vital Brazil organiza atividades para crianças no Carnaval
O Instituto Vital Brazil tem uma sugestão de atividade animada e educativa para as crianças durante o Carnaval: o Bloco dos Cobrinhas. Na próxima sexta-feira, 5 de fevereiro, de 9h às 11h45, o instituto abrirá suas portas para as crianças de todas as idades. Os pequenos foliões vão participar de uma manhã de diversão com oficinas de reciclagem e pintura, que contará com a participação do “Espalharisos”, ao som de marchinhas de carnaval. As crianças ainda terão oportunidade de assistir à extração pública de veneno de cobras e escorpiões. Durante a extração, biólogos e pesquisadores do instituto explicam passo a passo a retirada do veneno dos animais e depois respondem às dúvidas que surgem. As atividades serão realizadas no jardim do Instituto Vital Brazil, que fica na Rua Maestro José Botelho, n° 64, Vital Brazil, Niterói. A entrada é gratuita. O Instituto Vital Brazil é uma empresa de ciência e tecnologia do Governo do Estado do Rio de Janeiro ligado à Secretaria de Estado de Saúde. É um dos 21 laboratórios oficiais brasileiros, um dos quatro fornecedores de soros contra o veneno de animais peçonhentos e produtor de medicamentos estratégicos para o Ministério da Saúde. Mais informações: www.vitalbrazil.rj.gov.br

Campanha propõe checklist de tarefas para combater o mosquito Aedes aegypti 
O Governo do Estado do Rio de Janeiro alerta para a importância do combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya, com a ferramenta virtual “checklist da dengue”, lançada em dezembro de 2015. O objetivo é que o cidadão cheque semanalmente os locais onde o mosquito costuma colocar seus ovos, e marque as ações de combate e prevenção já realizadas no período num quadro de tarefas. A campanha “10 minutos salvam vidas” foi lançada em dezembro de 2015 pela Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro com apoio do Ministério da Saúde e substitui a anterior, cujo slogan era “10 minutos contra a dengue”. A campanha foi uma iniciativa de pesquisadores e profissionais de comunicação do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz).  Depois de elaboração do conceito, foi firmada parceria com a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES). O ciclo de vida do Aedes aegypti leva cerca de sete a dez dias. Assim, verificar e eliminar os criadouros uma vez por semana pode interromper seu ciclo de vida e evitar o nascimento de novos mosquitos. Faça o download do checklist. Mais informações: http://rededengue.fiocruz.br/noticias/254-voce-tem-dez-minutos-por-semana

Seminário na Coppe discute as perspectivas de mercado para a Petrobras
A Coppe/UFRJ (Instituto de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro) promove na próxima sexta-feira, 29 de janeiro, às 10h, o seminário "A Petrobras face ao preço do Petróleo". Coordenado pelo professor Luiz Pinguelli Rosa, diretor de Relações Institucionais da Coppe, o evento tem como objetivo debater os impactos para a empresa no cenário atual, no qual o barril de petróleo (tipo Brent) chegou a ser cotado abaixo dos trinta dólares, dia 15 de janeiro. Para debater o tema, estarão presentes Guilherme Estrella, ex-diretor da Petrobras; Pedro Celestino, presidente do Clube de Engenharia; Sebastião Soares, ex- secretário de Planejamento do Ministério do Planejamento; e os professores da Coppe, Alexandre Szklo, do Programa de Planejamento Energético, e Segen Estefen, do Programa de Engenharia Oceânica. Mais informações: http://www.coppe.ufrj.br 

PUC-Rio abre inscrições para mestrado profissional em Engenharia Urbana e Ambiental
Trabalhar uma visão multidisciplinar de um modelo de desenvolvimento sustentável para as cidades brasileiras é o objetivo principal do mestrado profissional em Engenharia Urbana e Ambiental, que tem atraído uma série de profissionais de engenharia, arquitetura, meio ambiente, urbanismo e infraestrutura ao Centro Técnico Científico da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (CTC/PUC-Rio). Para a próxima turma, com início em março de 2016, candidatos têm até 15 de fevereiro para efetivar suas inscrições, pelo site http://www.ccpa.puc-rio.br/inscricao_pos/. A pós-graduação stricto sensu, cujo programa é pioneiro na América Latina, é recomendada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e pela AQAS/Alemanha (Agency for Quality Assurance by Accreditaion of Study Programmes), permitindo aos mestrandos obter dupla diplomação: pela PUC-Rio e pela Universidade de Braunschweig, na Alemanha. O mestrado profissional em Engenharia Urbana e Ambiental permitirá uma visão geral dos problemas das grandes cidades, com ênfase específica nos aspectos relacionados com a sustentabilidade de aglomerações urbanas. Criado em 2009, com duração de dois anos e 540h/aula, o curso conquistou nota 3 (em 5) na última avaliação da Capes (2010/2012) e prevê aulas conduzidas por professores da instituição alemã. As linhas de pesquisa se concentram em três áreas: Planejamento Urbano e Sustentabilidade, Tecnologias Ambientais e Infraestrutura e Sustentabilidade. As aulas começam no dia 7 de março, sempre às segundas, terças e quartas-feiras, das 19h às 22h30, na PUC-Rio, na Gávea. Vale ressaltar que é importante que o candidato tenha domínio de língua inglesa (compreensão oral e escrita), já que os professores vindos da Technische Universität Braunschweig ministrarão aulas no idioma. Mais informações: pelos telefones (21) 3527-1190 e 3527-1188, pelo e-mail civ-urb@puc-rio.br ou pelo edital (arquivo em PDF) http://www.urb.puc-rio.br/pdfs/edital_2016.pdf

Rio Guandu lança sistema de monitoramento
Principal fonte de abastecimento de água da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, o Rio Guandu passa a contar com uma ferramenta de acompanhamento da situação da Bacia Hidrográfica. Está em funcionamento desde 11 de janeiro o Sistema de Informações Geográficas e Geoambientais das Bacias Hidrográficas dos Rios Guandu, da Guarda e Guandu-Mirim (SIGA-Guandu). De acordo com a diretoria do Comitê Guandu, com o Sistema é possível acompanhar a vazão e o nível dos reservatórios e dos pontos de monitoramento das Bacias Hidrográficas dos Rios Guandu, da Guarda e Guandu-Mirim. Os dados mais recentes indicam  que o nível equivalente dos reservatórios do Rio Paraíba do Sul, que abastecem o Rio Guandu, está em 26,24% - aproximadamente 20 vezes maior que o mesmo período do ano passado.  Também são disponibilizados relatórios diários e semanais dos reservatórios, link para acessar dados de telemetria no site da Agência Nacional de Águas (ANA), informações de previsão do tempo para cada um dos 15 municípios que compõem a bacia, entre outras informações técnicas. Segundo o Comitê Guandu, a iniciativa também visa auxiliar na tomada de decisões. Dentre as características do SIGA-Guandu destacam-se o gerenciamento, monitoramento e consulta de dados. Mais informações: http://www.sigaguandu.org.br/saibaMais

Pressão política dificulta redução do uso de agrotóxicos no Brasil
O câncer é uma doença cada vez comum entre trabalhadores rurais e pequenos agricultores que lidam com agrotóxicos. A quinta matéria da série “Agrotóxicos: a história por trás dos números” enfoca a realidade de pequenos agricultores e trabalhadores rurais, as políticas públicas em relação aos agrotóxicos e a pressão que grupos políticos fazem para dificultar a mudança dessa realidade. Também na matéria, um áudio em que Raquel Rigotto, pesquisadora da Universidade Federal do Ceará (UFCE), explica a importância da informação para entender o perigo dos agrotóxicos. No site do Icict/Fiocruz, está disponível para a leitura, na íntegra, a matéria "Pressão política dificulta redução do uso de agrotóxicos no Brasil". Mais informações: http://www.icict.fiocruz.br/content/press%C3%A3o-pol%C3%ADtica-dificulta-redu%C3%A7%C3%A3o-do-uso-de-agrot%C3%B3xicos-no-brasil

UFRN vai sediar a FeSBE Regional
A XI Reunião regional da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE) acontecerá, neste ano, na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, entre os dias 12 e 14 de maio. Até o dia 19 de fevereiro, estará aberto o sistema para o envio de resumos. A FeSBE Regional pretende contribuir para o fortalecimento da pesquisa científica na região Nordeste, visando o maior engajamento dos alunos e professores. Entre os temas que serão debatidos durante o evento, nos simpósios e módulos temáticos, estão: neurociências e visão, ética e legislação sobre experimentação animal, luz e regulação do ciclo sono-vigília, química e farmacologia de plantas da flora nordestina, neurofisiologia dos sonhos e do sono, anatomia e desenvolvimento dos circuitos tálamo-corticais, bioinformática e simulação computacional de interações moleculares e células tronco, entre outros assuntos. A reunião ocorrerá na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Mais informações: http://sistema.interevent.com.br/__hotsite/index.php?cod_eventos=84&cod_conteudos=882

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes