O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Editorial
Publicado em: 27/08/2002

Editorial

Editorial

A ciência e a cultura brasileiras perderam um dos seus mais destacados representantes com a morte do professor Carlos Chagas Filho, em 13 de fevereiro. Espírito humanista, Carlos Chagas Filho foi um dos mais notáveis cientistas deste século, cujo prestígio se estendeu muito além das fronteiras nacionais. Carlos Chagas nasceu em 12 de setembro de 1910. Doutor em Medicina, foi professor Titular aos 27 anos de idade e fez uma das mais bonitas e gloriosas carreiras acadêmicas da história da universidade brasileira. Foi responsável pela formação de dezenas de cientistas que hoje estão à frente de importantes projetos de ensino e pesquisa em inúmeras instituições acadêmicas situadas em todo o país e no exterior. Fundou o Instituto de Biofísica da UFRJ, que hoje leva seu nome; foi pesquisador emérito da Fundação Oswaldo Cruz, presidente da Academia Brasileira de Ciências e presidente da Academia de Ciências do Vaticano, além de membro da Academia Nacional de Medicina e da Academia Brasileira de Letras, onde ocupou a cadeira número 9.

À frente da Academia Pontifícia de Ciências do Vaticano, de 1972 a 1988, teve participação decisiva no processo de reconhecimento, por parte da Igreja Católica, dos erros cometidos em relação ao cientista Galileu Galilei. Como seu pai, Carlos Chagas, o professor Carlos Chagas Filho é uma das glórias da ciência brasileira de todos os tempos, tendo sido, ainda, autor de centenas de trabalhos científicos e culturais publicados no Brasil e em dezenas de países. Recebeu ao longo de sua brilhante carreira acadêmica 16 títulos de Doutor Honoris Causa concedidos por universidades nacionais e estrangeiras. É com muito orgulho que a FAPERJ, por ato do Governador Anthony Garotinho, passou a denominar-se Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro, mantendo-se a sigla FAPERJ, medida aclamada por todos que conhecem o exemplo e legado deixado por esse grande brasileiro. Foi uma idéia do nosso Governador, formalizada por meio do Decreto 26.040, publicado em 13 de março de 2000, para homenagear este grande cientista brasileiro.

Antonio Celso Alves Pereira
Diretor-Superintendente da FAPERJ

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes