O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Editorial
Publicado em: 26/08/2002

Editorial

Editorial

Modernizando o fomento à ciência e tecnologia

O desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro não pode prescindir do setor de ciência e tecnologia, aí englobados as instituições científicas, universidades, seus pesquisadores e os projetos e pesquisas desenvolvidos por eles. Ciente da importância da comunidade científica e da necessidade em apoiá-la da melhor forma possível, o Governo vem investindo um volume crescente de recursos na FAPERJ, órgão responsável pelo desenvolvimento do setor. Desde janeiro de 1999, foram autorizados investimentos de R$ 227 milhões, já repassados a pesquisadores e instituições fluminenses por intermédio dos diversos programas da Fundação. Nossa perspectiva é chegar a dezembro de 2002 com um investimento total de R$ 320 milhões.

Em junho deste ano, retornei à FAPERJ com a missão de capitanear mais uma etapa de seu processo de modernização. A proposta, agora, é dinamizar as atividades de nossa Fundação, conferindo a ela um perfil de agência de fomento de C&T capaz de responder, com agilidade, às demandas da comunidade científica. Tudo isso, sem perder a confiabilidade adquirida nos últimos dois anos, ampliando-a.

Esta nova passagem pela FAPERJ remete a um sentimento de desafio semelhante ao vivido em minha primeira gestão, de 1991 a 1994. Naquela ocasião, implantamos uma nova política de fomento baseada em programas induzidos de pesquisa, que davam ênfase a questões locais. De volta à Fundação, no ano de 1999, comandamos um processo de revitalização, caracterizado, entre outras coisas, pela organização do fomento em programas. Entre eles, os programas Básico, Temático, de Inovação Tecnológica, de Apoio às Entidades Estaduais e o de Difusão de Ciência e Tecnologia. Naquele período, foi resgatada a credibilidade da FAPERJ perante a comunidade científica, que estava abalada devido ao atraso no pagamento de bolsas e auxílios pela administração anterior.

Considero este retorno mais uma missão, cujo objetivo final é dotar o setor fluminense de ciência e tecnologia de todas as condições necessárias ao cumprimento de suas rotinas e, conseqüentemente, contribuir para o desenvolvimento de nosso Estado.

Fernando Peregrino
Presidente da FAPERJ

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes