O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Voltar a crescer
Publicado em: 05/02/2003

Voltar a crescer

 

Desde o dia 1o de janeiro, a FAPERJ tem nova diretoria. O cargo de diretor-presidente da fundação agora é ocupado pelo professor Epitácio José Brunet Paes. A Diretoria de Administração e Finanças voltou a ter como titular a psicóloga Maria Carolina Pinto Ribeiro.  Nesta entrevista, o professor Epitácio Brunet fala sobre sua gestão e as perspectivas para o futuro.

            De acordo com o novo diretor-presidente da FAPERJ, a principal meta para o primeiro semestre de 2003 será o pagamento de despesas autorizadas e não pagas pela administração passada, entre elas as dos auxílios à pesquisa. “Vamos estabelecer um plano para honrar os compromissos financeiros já assumidos, o que vai implicar em um controle das despesas. Isso terá de ser feito sem prejuízo das demandas e sem interrupção das atividades de fomento. Ao contrário do que acontece em outras instituições públicas que não têm como finalidade o fomento, a ausência de recursos compromete seriamente as funções de uma fundação de amparo à pesquisa”, explica Epitácio Brunet. O plano, ainda em definição, será apresentado ao Conselho Superior, e levará em conta critérios como precedência, valores e prioridades.

            Tão logo a situação financeira do governo do estado seja equacionada, a FAPERJ deverá retomar a política de investimentos no setor de ciência e tecnologia que caracterizou o governo Anthony Garotinho. “Durante o período compreendido entre janeiro de 1999 e abril de 2002, a FAPERJ aplicou no setor cerca de R$ 240 milhões, por intermédio da concessão de bolsas e auxílios. Um volume de recursos bem superior ao que foi investido em toda a existência da fundação. Portanto, a FAPERJ é credora moral junto à comunidade científica. Entretanto, temos que solucionar todas as dificuldades, pois não podemos dispor desse crédito indefinidamente”, afirmou.

            Para o professor Epitácio Brunet, as perspectivas para o futuro são animadoras. O novo diretor reitera sua confiança na gestão do ministro Roberto Amaral e nos convênios a serem firmados com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). “Acredito que essa parceria trará recursos para que a FAPERJ possa ampliar suas atividades”, afirmou. O MCT já acenou com a intenção de arcar com 50% dos recursos necessários ao pagamento do edital do programa de pesquisa na área médica.

            O lançamento de editais em conjunto com o MCT, anunciado pelo secretário-executivo do Ministério, professor Wanderley de Souza, também é visto por Epitácio Brunet como uma forma de aumentar os recursos disponíveis e ampliar o atendimento da demanda e o potencial dos programas da FAPERJ. “O lançamento conjunto vai evitar a superposição de editais, permitindo um maior foco nas áreas que se pretende estimular e uma maior sinergia entre as instituições de apoio e fomento à ciência e tecnologia no Brasil”, concluiu.

 

Novos programas devem ser criados 

 

Conheça os novos diretores

 

 

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes