O seu browser não suporta Javascript!
Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Ciência e Tecnologia
menu
Tamanho da fonte:  A-  A+
Facebook
RSS

Você está em: Página inicial > Difusão > Arquivo de notícias > Notas - Semana de 10 a 16 de outubro de 2013

10/10/2013


Notas - Semana de 10 a 16 de outubro de 2013


 Lécio Augusto Ramos/Patrícia Moreira

              

        À esquerda, frente e verso da medalha do Prêmio Octacílio Cunha.
       À direita, o presidente da FAPERJ (D) recebe a premiação da Cnen


FAPERJ recebe prêmio da Cnen
A FAPERJ recebeu nesta quinta-feira, 10 de outubro, o Prêmio Octacílio Cunha, medalha oferecida pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen). Na cerimônia de premiação, a Fundação foi representada por seu presidente, Ruy Garcia Marques, e pelo diretor de Tecnologia, Rex Nazaré Alves, que já ocupou a presidência da Cnen. O Prêmio Otacílio Cunha, que tem o nome do primeiro presidente da Cnen, cuja gestão foi de 1956 a 1961, é concedido a instituições que contribuem de forma significativa para o avanço da energia nuclear no Brasil. À ocasião, também foi comemorado o aniversário de 57 anos da Cnen. Mais informações: www.cnen.gov.br



Divulgação

Kellner é Cientista do
Nosso Estado da FAPERJ       


Kellner é eleito membro de academia científica internacional

Cientista do Nosso Estado da FAPERJ, Alexander Kellner, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), acaba de ser um dos onze pesquisadores brasileiros eleitos fellows da associação que promove o avanço da ciência em países em desenvolvimento – World Academy of Sciences for the Advancement of Science in Developing Countries (Twas) – durante a sua 24ª reunião geral, ocorrida em Buenos Aires, no início do mês, em 1º. de outubro. Ao todo, foram eleitos 52 novos membros: 46 fellows, aqueles que vivem e trabalham em países em desenvolvimento, e seis associate fellows, os quais atuam em países desenvolvidos. Fundada em 1983 em Trieste, na Itália, a academia científica internacional TWAS foi lançada oficialmente pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 1985. Mais informações:
http://twas.ictp.it/mbrs/members-by-year/members-elected-2013.


Divulgação/UGF

              
       O paciente inicia o teste com 10 pontos e, 
       a cada apoio usado, o médico tira pontos


Teste de Sentar-Levantar ganha repercussão mundial
A Discover Magazine, revista norte-americana de divulgação científica com abrangência mundial, lançou na edição de novembro de 2013 uma matéria sobre a pesquisa do Cientista do Nosso Estado da FAPERJ e professor da Universidade Gama Filho (UGF), Claudio Gil Araujo. O estudo publicado na revista é o Teste de Sentar-Levantar (TSL), desenvolvido por Araujo em 1999, capaz de avaliar o nível de condicionamento muscular de cada pessoa, revelando as chances de mortalidade sem exigir qualquer equipamento. O paciente começa o teste com um total de 10 pontos, sendo cinco para sentar-se e outros cinco para levantar-se do chão, usando o mínimo de apoio necessário e sem se preocupar com a velocidade de execução do movimento. Subtraindo um ponto para cada suporte usado, que podem ser as mãos, o joelho ou a parte lateral da perna, e diminuindo também meio ponto se houver perda de equilíbrio, o teste busca relacionar a pontuação obtida com o risco de mortalidade do indivíduo. Para comprovar sua tese, o médico avaliou 2,2 mil adultos entre 51 e 80 anos. De acordo com Araujo, os pacientes com pior desempenho, aqueles que apresentam notas entre 0 e 3, têm 5,4 vezes mais chances de morrer por todas as causas. Os resultados foram publicados em dezembro de 2012 em uma das revistas mais conceituadas da área, a European Journal of Preventive Cardiology, editado pela Sociedade Europeia de Cardiologia. Mais informações: http://discovermagazine.com/

 

Divulgação

       
 Instituições que cuidam de idosos estão entre os locais 
atendidos pela terapia canina no tratamento de doenças

Cães auxiliam tratamento de doenças humanas
Criado no Rio de Janeiro, o projeto "Pêlo Próximo" tem o intuito de chamar a atenção para a importância da terapia canina no tratamento de doenças humanas. Dispondo de 23 cachorros, o grupo realiza um trabalho filantrópico visitando instituições que cuidam de crianças, idosos, portadores de necessidades especiais e escolas. O objetivo é proporcionar uma tarde de alegria, realizando atividades com cães e pacientes. Além dos cães, o projeto ganhou o reforço de duas calopsitas que auxiliam no estímulo da motricidade fina, como a ação de segurar um copo, por exemplo. O projeto também leva às instituições infantis uma atividade na qual as crianças assumem a função de médicos mirins, examinam o cão, simulam alguns procedimentos e ainda fazem o diagnóstico do bichinho. Hoje, o grupo conta com 35 voluntários, dentre eles veterinário, adestrador, fonoaudióloga, psicólogo, fisioterapeuta, acupunturista, terapeuta ocupacional e uma estagiária de pedagogia, que tem a função de estimular através da leitura a importância do respeito aos animais e esclarecer de forma lúdica a posse responsável. Para participar do projeto, os animais devem estar vacinados e vermifugados, passar por uma avaliação comportamental que será realizada pelo adestrador e coordenadores do projeto, apresentar um atestado do veterinário comprovando a boa saúde do animal e, principalmente, não podem demonstrar qualquer tipo de agressividade. Mais informações:
http://www.peloproximo.com.br/

 

Observatório das Metrópoles apresenta Índice de bem-estar Urbano (Ibeu)
Pesquisadores ligados ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) Observatório das Metrópoles – rede nacional de pesquisadores sobre o tem – estarão presentes num estande na 3ª Feira FAPERJ de Ciência, Tecnologia e Inovação, onde apresentarão os resultados de seus estudos, com destaque para o livro Índice de bem-estar Urbano (Ibeu), organizado por Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro e Marcelo Gomes Ribeiro. A publicação, disponível para download gratuito no formato PDF, é um importante instrumento para avaliação e formulação de políticas urbanas para o país. Segundo os organizadores, o Ibeu é um índice que possibilita medir as diferenças relacionadas aos serviços de mobilidade, habitação, atendimento de serviços coletivos e de infraestrutura urbana nas principais metrópoles brasileiras. Mais informações (arquivo em PDF): http://www.observatoriodasmetropoles.net/images/abook_file/ibeu_livro.pdf

INCT de Nanodispositivos Semicondutores organiza workshop na PUC-Rio
Entre os dias 16 e 18 de outubro, pesquisadores, técnicos e estudantes de todo o país estarão reunidos no 5º Encontro Anual do Disse (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Nanodispositivos e Semicondutores), que acontecerá no auditório Padre Anchieta da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio - Rua Marquês de São Vicente, 225, Gávea). Coordenado pela professora Patrícia Lustoza de Souza, professora titular do Centro de Estudos em Telecomunicações (Cetuc/PUC-Rio), que também coordena o Laboratório de Semicondutores (LabSem) do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), o encontro contará com 20 palestrantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), além da própria PUC-Rio. Na programação, palestras sobre "Dopagem elevada para diodo túnel de células solares triplas", "QWIPs baseados em estados localizados no contínuo" e "Organic and Inorganic Nanowires: Synthesis and Characterization", ministradas pelas alunas Janeth Paz e Lesslie Jorquera e o pós-doutorando Loik Gence, da universidade, serão mostrados os avanços em áreas estratégicas de atuação do Disse, como células fotovoltaicas e fotodetectores de infravermelho. Igualmente apresentando e abrindo espaço para discutir seus trabalhos, Benjamin Rache Salles, da UFRJ, falará sobre "Micro sensores Hall para medidas magnéticas resolvidas em espaço e em tempo", e Sérgio Soares Guimarães, o Grupo OptMa e Omar Paranaíba, todos da UFMG, ministrarão palestras sobre "Cristais fotônicos", "Da escuridão à luz: uma cooperação multidisciplinar", e "Otimização de Nanodispositivos Semicondutores e Novidades em Nanocomputação". Mais informações:
http://www.disse.org.br/

UFRJ sedia workshop internacional sobre poluentes
O Instituto de Biofísica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) sedia, de 15 a 18 de outubro, o V Workshop Internacional sobre Poluentes no Meio Ambiente. Voltado para pesquisadores interessados em ciência do meio ambiente, com vistas à proteção da saúde ambiental e humana, o fórum científico desse ano contará com a presença de cientistas fluminenses, paulistas e mineiros, além de mais de uma dezena de pesquisadores espanhóis, americanos, alemães, franceses e chilenos. As inscrições podem ser feitas por e-mail. Mais informações: tels.: (21) 2561-5339 e 2562-6650 e
jptorres@biof.ufrj.br (inscrições).

Ciclo Coppe 50 anos discute implantação da nova fonte de luz síncrotron
O diretor geral do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Carlos Alberto Aragão, é o próximo convidado do Ciclo de Conferências Coppe 50 anos. Nesta sexta-feira, dia 11 de outubro, às 11 horas, Aragão vai proferir a palestra "Projeto Sirius: os desafios da construção da Fonte Síncrotron de Terceira Geração", no auditório da Coppe/UFRJ, no Centro de Tecnologia 2 (CT2), na Cidade Universitária. A entrada é franca. Na conferência, o diretor geral do CNPEM vai abordar, entre outras questões, o processo de implantação da nova fonte de luz síncrotron, que permitirá ao Brasil compreender o comportamento e a composição dos materiais com maior precisão. A tecnologia contribuirá para o desenvolvimento de novos materiais nas áreas de fármacos, energia, cosméticos, petroquímica e alimentos, entre outras. Mais informações: www.coppe.ufrj.br

Museu da Vida organiza programação especial de Dia das Crianças
Para marcar a trajetória bem-sucedida do projeto "Ciência Móvel - Vida e saúde para todos", que nos últimos sete anos ultrapassou a marca de meio milhão de pessoas atendidas em mais de 100 viagens a 66 municípios no sudeste do Brasil, o Museu da Vida (Av. Brasil, 4365, Manguinhos) está promovendo uma série de atividades para este sábado, dia 12 de outubro. Visando proporcionar um espaço de descoberta, reflexão e encantamento, com temática voltada para a vida e sua diversidade, a promoção da saúde e a intervenção do homem sobre o ser vivo e o ambiente, o projeto abrange diversos campos do conhecimento, como biologia, física, química, astronomia e a arte. Neste Dia das Crianças, na sede da Fiocruz, haverá atrações, como planetário inflável, girotech (simulador de exercícios feitos por astronautas), pilha humana, bancada de microscopia e a bicicleta geradora, além de exposições, palestras e outras atividades. Todas as atividades do projeto são gratuitas. Mais informações: www.museudavida.fiocruz.br

Museu de Astronomia comemora Dia das Crianças com atividades especiais
Para este próximo sábado, dia 12 de outubro, Dia das Crianças, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast - Rua General Bruce, 586, Bairro Imperial de São Cristóvão) organizou uma programação para despertar o interesse da criançada pela ciência. Com diversas atrações gratuitas – cinema, confecção de cometas, oficina de construção de avião de papel e a observação do Sol com telescópios e filtros –, haverá atividades durante todo o dia. A programação compõe a IV edição do projeto , que este ano traz o tema "Cometas", escolhido devido à aproximação do cometa Ison, que deve ser o acontecimento astronômico do ano de 2013, previsto para novembro. A partir das 14h, haverá exibições do desenho Os Simpsons, com o episódio "Cometa Bart", no auditório do prédio sede, com público estimado de 40 pessoas por sessão. Na sala de atividades do Mast, Cozinhando com a Química propõe não apenas explicações e descrição sobre o que são os cometas, como a confecção de um deles, usando materiais diversos. No campus, a Oficina de construção de avião de papel proporcionará a oportunidade de construir aviões de papel, nos mais variados modelos – como os jatos F15, F16, Boeing 737, aviões agrícolas –, como forma de se compreender os princípios físicos e aerodinâmicos envolvidos, no passo a passo de construção e de voo. Também no campus, haverá Observação do Sol com telescópios e filtros, em que se poderá perceber os aspectos alaranjados do astro e as manchas solares, que são regiões do Sol mais frias que aquelas de seu entorno. A programação continua no domingo, a partir das 16h, com a Visita Guiada, em que mediadores explicam sobre aspectos do sistema solar em escala e o conjunto arquitetônico do museu: o prédio sede, que abriga a coleção de instrumentos científicos, e os pavilhões com as centenárias lunetas utilizadas para observação celeste. E, entre as 15h às 17h, haverá sessões do Planetário Inflável Digital para toda a família, com projeção de imagens do céu noturno em uma cúpula inflável, para que se possa observar e entender os movimentos dos planetas e o movimento aparente das estrelas. Mais informações: Tel. 3514-5200 e
www.mast.br

 

© FAPERJ – Todas as matérias poderão ser reproduzidas, desde que citada a fonte.