O seu browser não suporta Javascript!
Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Ciência e Tecnologia
menu
Tamanho da fonte:  A-  A+
Facebook
RSS

Você está em: Página inicial > Difusão > Arquivo de notícias > Auxílio à Editoração (APQ3) apóia 36 títulos

19/11/2008


Auxílio à Editoração (APQ3) apóia 36 títulos


 Divulgação

 
     Ao todo, 59 títulos foram aprovados este ano
 

A direção da Fundação anunciou nesta quarta-feira, 19 de novembro, a lista de contemplados na modalidade Auxílio à Editoração (APQ3). Dos 53 projetos inscritos, foram beneficiados 36. A maioria deles da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que tiveram, respectivamente, 12 e 11 projetos beneficiados. Ao todo, o programa empenhou recursos da ordem de R$ 630 mil para publicar as obras contempladas. Somados ao total de aprovados no primeiro semestre deste ano já são 59 os títulos apoiados em 2008. Os coordenadores dos projetos selecionados devem agora aguardar comunicado da Fundação para a retirada de seus termos de outorga.

Além de Uerj e UFRJ, também tiveram projetos aprovados a Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), com três; e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com dois. As universidades Estadual do Norte Fluminense (Uenf), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), Fundação Getúlio Vargas (FGV), Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), Instituto Ciência Hoje (ICH) e Museu da Imagem e do Som (MIS) tiveram, cada, um projeto beneficiado.

Segundo o diretor-presidente Ruy Garcia Marques, "a FAPERJ continuará apoiando propostas inovadoras na área de editoração, quer tenham ou não impacto no mercado, e, sempre que factível, procurando parcerias, possibilitando atingir uma divulgação mais ampla".

Dentre as diversas modalidades de apoio da Fundação, o Auxílio à Editoração (APQ 3) é uma das mais singulares, pois visa a propiciar a publicação de obras desenvolvidas por pesquisadores do estado nas mais diferentes áreas do conhecimento. Seu interesse não é comercial, mas uma forma efetiva de difusão e popularização da ciência e tecnologia. Em muitos casos, se constitui na única alternativa disponível para a divulgação de um trabalho que consumiu anos seguidos de pesquisa e  dedicação.

Criado como instrumento de apoio à edição de livros, manuais, números temáticos de revistas e coletâneas científicas em qualquer tipo de suporte - papel, eletrônicos etc –, desde o início, o programa tem garantido a publicação de um expressivo número de títulos, além de viabilizar a produção de CDs, DVDs, sites/portais, catálogos e similares, que documentam e divulgam resultados de pesquisas, debates acadêmicos, repositórios e fontes. Desde a sua criação, em 1999, o APQ 3 já possibilitou a publicação de mais de 450 títulos em formato impresso ou eletrônico, dos quais 120 nos últimos 18 meses.

Os livros são publicados em parceria com editoras, que os remetem às livrarias. Um pequeno número é enviado à FAPERJ para doação a instituições da área acadêmica e científica, bibliotecas públicas e para a divulgação da FAPERJ em eventos como a Bienal do Livro.

Para concorrer ao Auxílio Editoração, os proponentes devem ter grau de doutor ou equivalente, produção científica qualificada, especialmente nos últimos cinco anos, e vínculo empregatício em instituições de ensino e pesquisa sediados no estado. Ainda são elegíveis pesquisadores aposentados residentes no Rio de Janeiro, com grau de doutor ou equivalente, em regime de aposentadoria compulsória ou aposentados em outro regime de trabalho, com idade superior a setenta anos, que tenham tido vínculo empregatício em instituição de ensino e pesquisa fluminense.

O material a ser enviado deve ser inédito. A seleção das propostas tem como principais critérios o mérito técnico-científico e sua adesão aos termos da FAPERJ para essa modalidade; a associação ao desenvolvimento científico, cultural, econômico e social do Rio de Janeiro; a produção científica, tecnológica ou artística-cultural do candidato nos últimos cinco anos, publicada nos principais veículos de difusão científica ou literária das áreas de pesquisa afins; a dificuldade de edição comercial do material submetido, assim como a redução de seu preço de capa.

A concessão deste tipo de auxílio só pode ser feita a um mesmo pesquisador a cada dois anos. Assim como nos demais programas da Fundação, candidatos inadimplentes junto à FAPERJ não são elegíveis.

Confira a listagem dos contemplados: Resultado Auxílio à Editoração (APQ3)

Para conhecer o Catálogo de Publicações da FAPERJ, clique aqui.

Confira a íntegra dessa linha de auxílio (APQ3) 

Veja aqui a relação completa de editais lançados em 2008.

 

© FAPERJ – Todas as matérias poderão ser reproduzidas, desde que citada a fonte.