O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > ABC elege nova diretoria e presta homenagem a ministro de C&T
Publicado em: 04/04/2007

ABC elege nova diretoria e presta homenagem a ministro de C&T

Elisa Oswaldo-Cruz    

 
    Reunião de acadêmicos: a partir da esquerda,
   Jacob Palis, Sérgio Rezende e Eduardo Krieger
Passadas pouco mais de 72 horas da eleição de sua nova diretoria, a Academia Brasileira de Ciências (ABC) reabriu suas portas nesta terça-feira, 3 de abril, para homenagear o ministro Sérgio Rezende, confirmado à frente do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) após a reforma ministerial do presidente Lula na semana passada. A iniciativa pode ser entendida como a primeira demonstração de que o grupo de acadêmicos que tomará posse na direção da ABC no dia 18 de abril pretende levar a academia para o centro do debate sobre o desenvolvimento da ciência no país. Em mensagem-plataforma enviada aos acadêmicos antes da eleição da sexta-feira, dia 30, a chapa única liderada pelo matemático Jacob Palis Jr. – eleito para a presidência da entidade – já listava ações que deverão ser adotadas para garantir maior visibilidade e participação da ABC nas discussões sobre o futuro da pesquisa científica no país e maior inserção do Brasil no cenário internacional.

A chapa eleita para compor a nova diretoria no triênio 2007-2010, com a participação do diretor científico da FAPERJ Jerson Lima Silva, recebeu 255 votos dos 278 membros titulares que participaram da votação. O número superou com folga o quorum mínimo exigido pelo estatuto da ABC de 198 votantes. Encabeçada por Palis, pesquisador do Impa (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) que ocupa a vice-presidência da entidade na atual gestão de Eduardo Moacyr Krieger – titular do cargo desde 1993 –, a nova diretoria terá na vice-presidência o bioquímico chileno naturalizado brasileiro Hernan Chaimovich (USP).

Para as demais diretorias, foram eleitos, além de Jerson Lima (UFRJ), o engenheiro Evando Mirra (UFMG), o físico Luiz Davidovich (UFRJ) e os pesquisadores da área médica Iván Izquierdo (UFRGS) e Marco Antonio Zago (USP). No mesmo pleito que referendou a nova diretoria, a ABC elegeu 20 novos membros titulares e cinco membros estrangeiros (confira a lista completa no final da reportagem). Fundada em maio de 1916, a ABC conta com cerca de 400 membros titulares.


Antes do almoço em homenagem ao ministro, que reuniu algumas das mais importantes lideranças da comunidade de C&T do país – incluindo o secretário estadual de C&T, Alexandre Cardoso, e o presidente da FAPERJ, Ruy Marques –, Sérgio Rezende participou de uma coletiva com cerca de uma dezena de jornalistas de diferentes veículos de comunicação. Durante a coletiva, classificou de ‘situação favorável’ a atual política de governo para a área de C&T, com a definição, por parte do ministério, de focos bem definidos e abrangentes. O ministro anunciou que o ministério está elaborando um plano de desenvolvimento para a área de ciência e tecnologia ao longo do período de 2007–2010.


“O plano será apresentado para discussão no Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT) dentro dos próximos 30 dias, conforme acertado com o presidente Lula”, disse. Sobre as parcerias com as fundações de amparo à pesquisa estaduais – as FAPs –, afirmou que o MCT continuará estimulando as propostas de parceria em editais lançados pelas fundações. “Vamos dar continuidade ao trabalho de lançamento de editais em conjunto com as FAPs, através das agências de fomento do ministério”, disse. Rezende, no entanto, advertiu que os governos estaduais têm de honrar os compromisso assumidos, mantendo a contrapartida financeira: “Nós vamos cobrar mais e endurecer com aqueles que não cumprirem o que ficar acordado nessas novas iniciativas”, frisou.

Sobre as prioridades do governo para o segundo mandato do presidente Lula, Rezende disse que serão quatro os focos de trabalho: expandir e consolidar o sistema nacional de C&T; apoio à inovação nas empresas; desenvolvimento de pesquisas em áreas estratégicas (com ênfase em biocombustíveis, fontes renováveis de energia, programa espacial e nuclear, clima e mudanças globais, e Amazônia); e popularização e difusão da ciência.

Engenheiro eletrônico pela PUC-Rio e PhD em Física pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology, em Cambridge, EUA), Rezende é professor titular e pesquisador ativo da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foi o primeiro diretor científico da Fundação de Amparo a C&T daquele estado (Facepe) e também seu secretário de C&T e Meio Ambiente. Antes aceitar o convite para ocupar a pasta de C&T no governo, Rezende foi presidente da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), agência de fomento do MCT.

Mineiro de Uberaba, Jacob Palis Jr. ingressou na ABC em 1970

Eleito para o cargo de presidente da ABC, Jacob Palis Jr ocupava a vice-presidência da entidade na gestão que ora se encerra. Pesquisador do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Palis é apoiado pela FAPERJ através do programa Cientista do Nosso Estado. Em setembro de 2006, esse mineiro de Uberaba já havia sido eleito para a presidência da TWAS – Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento.

O cientista foi um dos idealizadores da Conferência Ciência Brasileira e Cooperação Científica Brasil/América Latina e Caribe, realizada no último mês de janeiro nas dependências da ABC, e que trouxe ao Rio cerca de 60 acadêmicos, de 40 instituições de pesquisa de países do continente. Palis, que ingressou na ABC em janeiro de 1970, fez graduação em engenharia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestrado e doutorado pela Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA).

Desde 1971 é pesquisador do Impa, instituição vinculada ao MCT, à frente do qual esteve de 1993 a 2003. Especialista em sistemas dinâmicos, é membro de academias de ciências de uma dezena de países. Entre as distinções que recebeu estão a Comenda da Ordem do Mérito Científico, na categoria Grã-Cruz, e o título de Cavaleiro da Legião de Honra, da França.

Confira, abaixo, a lista dos novos eleitos para a ABC, com um breve resumo de suas respectivas atividades, divulgado pela serviço de comunicação da academia:

Ciências Matemáticas

Artur Oscar Lopes
Carioca, doutor em Matemática pelo Impa, membro do Conselho Diretor da Sociedade Brasileira de Matemática e da Ordem Nacional do Mérito Científico. Atualmente é professor titular de Matemática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Hilário Alencar da Silva
Alagoano, doutor em Matemática pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), atualmente é professor associado da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

 

Ciências Físicas

Celso Pinto de Melo
Paraibano, graduado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e doutor em Física pela Universidade da Califórnia, desde 1996 é membro associado da Academia Brasileira de Ciências e recebeu em 2002 a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Elcio Abdalla
Paulista, doutor em Física pela Universidade de São Paulo (USP). Foi pesquisador associado em Hamburgo, Copenhagen, Trieste, Genebra (CERN) e Xangai (Fudan). Atualmente é professor titular do Instituto de Física de USP.

Miriani Griselda Pastoriza
Nascida na Argentina, com nacionalidade brasileira, doutora em Astronomia pela Universidad Nacional de Córdoba e pós-doutorada pelo Royal Greenwich Observatory e pelo Space Telescope Science Institute. Atualmente é professora titular do Instituto de Física da UFRGS.

 

Ciências Químicas

Roberto Fernando de Souza
Gaúcho, graduado em Engenharia, doutor em Catálise pelo Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS) e pós-doutor pelo Instituto Francês do Petróleo. Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Vitor Francisco Ferreira
Carioca, doutor em Química Orgânica pela University of California San Diego e Pós-Doutor pela University of Oklahoma, atualmente é professor titular da Universidade Federal Fluminense (UFF).

 

Ciências da Terra

Lauro Valentim Stoll Nardi
Gaúcho, PhD em Geologia pela Universidade de Londres, consultor e assessor científico do CNPq, Capes, Finep, Fapergs, Fapesp, Fapemig, Fapeal e Museu Emilio Goeldi. Membro associado da Academia Brasileira de Ciências desde 1993, atualmente é professor titular do Departamento de Geologia da UFRGS.

Maria Assunção Faus da Silva Dias
Paulista, doutora em Ciências Atmosféricas pela Colorado State University, atualmente é professora titular da Universidade de São Paulo e coordenadora geral do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do INPE.

 

Ciências Biológicas

Angela Maria Vianna Morgante
Baiana, doutora em Biologia Genética pela Universidade de São Paulo, atualmente é docente no Departamento de Genética e Biologia Evolutiva da USP.

Sergio Olavo Pinto da Costa
Médico paulista, doutor em Microbiologia pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutor pela Universidade de Miami, atualmente é professor titular da Universidade Católica de Santos e da Universidade de Caxias do Sul.

 

Ciências Biomédicas

Glaucius Oliva
Paulista, doutor em Cristalografia de Proteínas pela Universidade de Londres, atualmente é professor titular e diretor do Instituto de Física de São Carlos, além de diretor do Centro de Biotecnologia Molecular Estrutural, um dos centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) da Fapesp.

Samuel Goldenberg
Gaúcho, doutor em Biologia Molecular pela Université de Paris VII, atualmente é pesquisador titular da Fundação Oswaldo Cruz e do Instituto de Biologia Molecular do Paraná.

Sergio Schenckman
Paulista, doutor em Bioquímica pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), professor titular do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Unifesp.

 

Ciências da Saúde

Berenice Bilharinho de Mendonça
Mineira, doutora em Endocrinologia e Metabologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com especialização em Aplicações em Biologia Molecular pela University of Glasgow. Atualmente é professora titular da USP.

Mário José Abdalla Saad
Paulista, doutor em Clínica Médica pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutorado pela Harvard University, atualmente é professor titular do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.

 

Ciências Agrárias

Carlos Clemente Cerri
Paulista, Doutor em Geociências pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutor pela Rothamsted Experimental Station, atualmente é professor titular do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA-USP).

 

Ciências da Engenharia

Ennio Marques Palmeira
Carioca, engenheiro civil pela UFRJ e doutor pela University of Oxford, atualmente é consultor de diversos órgãos de fomento no país e professor titular da Universidade de Brasília.

Nivio Ziviani
Mineiro, graduado em Engenharia Mecânica pela UFMG e doutor em Ciência da Computação pela University of Waterloo, atualmente é professor titular do Departamento de Ciência da Computação da UFMG, onde também coordena o Laboratório para Tratamento da Informação (Latin).

 

Ciências Humanas

Ruben George Oliven

Gaúcho, doutor pela Universidade de Londres, lecionou em várias universidades estrangeiras, entre elas as de Londres, de Paris, de Leiden e da Califórnia. Atualmente é professor titular do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (2006-2008).

 

Membros Estrangeiros

Dick Peters
Holandês, doutor em Ciências Agrárias , professor aposentado do Departamento de Virologia da Universidade e Centro de Pesquisas Wageningen.

Iain LeMay
Escocês, PhD em Engenharia Mecânica pela Universidade de Glasgow, fundador e presidente da Metalurgical Consulting Services, Ltd. e professor do Programa de Pós-Graduação do Departamento de Materiais e Engenharia Metalúrgica da Coppe/UFRJ.

Marc G. Caron
Canadense, professor de Biologia Celular e Neurobiologia do Center for Human Disease Models do Institute for Genome Science and Policy, em Duke.

Pierre-Louis Lions
Matemático francês, membro do College de France, da Academia de Ciências da França, da Naples Academy e da Europen Academy, e recebeu a Legião de Honra da França.

Timothy John Williams
Inglês, professor de Farmacologia Aplicada do Imperial College of Science, Technology and Medicine em Londres, na Inglaterra.
Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes