O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Diretor-presidente da FAPERJ tem encontro com docentes na UFRJ
Publicado em: 18/01/2007

Diretor-presidente da FAPERJ tem encontro com docentes na UFRJ

Ruy Marques disse aos docentes da UFRJ que a FAPERJ estuda a expansão do programa Cientistas do Nosso EstadoDocentes de diversos departamentos da UFRJ lotaram nesta terça-feira, dia 16 de janeiro, o auditório Hélio Fraga do Centro de Ciências da Saúde (CCS), na Ilha do Fundão, durante a primeira visita de Ruy Garcia Marques àquela universidade como presidente da FAPERJ. O convite para o encontro partiu do diretor do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, Adalberto Ramon Vieyra. Antes de deixar o campus da Cidade Universitária, Ruy Garcia foi recebido pelo reitor Aloísio Teixeira.

Durante sua permanência na UFRJ, Ruy Marques esteve todo o tempo acompanhado do diretor científico da FAPERJ, Jerson Lima, do recém-empossado diretor de Administração e Finanças, Cláudio Fernando Mahler, e de seu assessor direto, Egberto Gaspar de Moura. O encontro com os docentes contou com a presença, na mesa principal, dos três integrantes da diretoria da Fundação, e teve a mediação de Almir Fraga Valladares, decano do Centro de Ciências da Saúde.

Além de ouvir sugestões e comentários dos presentes, o titular da FAPERJ fez uma breve exposição sobre as diretrizes que serão adotadas pela equipe designada para a área de Ciência e Tecnologia pelo recém-empossado governo do estado. Ruy Marques, no entanto, assegurou que serão mantidas todas as atividades que a Fundação vem realizando nos últimos anos e que vêm apresentando bons resultados. “Vamos dar continuidade aos projetos que estão dando resultados e examinar propostas como as que recebemos hoje durante o encontro com os docentes”, disse o presidente, empossado no cargo no dia 4 de janeiro último.

Ao falar sobre as perspectivas para 2007, Ruy Marques adiantou algumas das propostas que foram abordadas em reuniões recentes da diretoria do órgão. "Estamos trabalhando com a possibilidade de expansão do programa Cientistas do Nosso Estado, com o lançamento de um novo edital ao longo deste ano, que contemplaria cerca de 100 novos pesquisadores", revelou. Depois de enfatizar que todas as bolsas aprovadas, em todos os níveis em 2006, foram implementadas, disse que uma nova edição do programa Bolsa Nota 10 já está com seu edital formatado e pronto para lançamento no início de fevereiro.

Pesquisadores da universidade levaram sugestões e propostas ao encontro no CCS com integrantes da diretoria da FundaçãoRuy Marques afirmou ainda que estão sendo verificados todos os casos pendentes. “Estamos realizando um balanço de todas as situações em que tivemos auxílios não pagos, de forma a permitir uma programação para a sua quitação”, disse. O presidente da Fundação assegurou que todo o processo de avaliação e concessão de auxílios e bolsas terá como princípio fundamental o mérito das propostas apresentadas.

O diretor-presidente da FAPERJ lembrou que até o mês de maio o sistema de informatização da Fundação passará a permitir a submissão e a avaliação dos processos on-line. “O trabalho de informatização é essencial para dar mais agilidade e transparência à instituição”, disse. Também informou aos pesquisadores que, até o final deste mês, as instalações da Fundação permitirão a conectividade à Internet através de um sistema sem fios (wireless), o que, certamente, propiciará maior facilidade para o trabalho dos coordenadores de áreas e programas, bem como para eventuais convidados.


A possibilidade de expandir o atual número de parcerias realizadas ao longo dos últimos anos também foi abordada em sua breve exposição. Para ele, iniciativas de cooperação com outras instituições, como as fundações de amparo à pesquisa e entidades federais e até internacionais deverão ser encorajadas. Ruy Marques disse que irá se empenhar para garantir uma maior previsibilidade no orçamento destinado à Fundação, de forma a permitir um escalonamento mais adequado das atividades previstas.

Ele disse que será adotada uma política de total transparência na avaliação dos projetos, tanto pela nova diretoria quanto pelos coordenadores de área e de programas, mas que a Fundação também irá cobrar responsabilidade daqueles que recebem recursos públicos por meio do órgão. “Os pesquisadores apoiados pela agência não podem esquecer de que também têm responsabilidades para com a instituição, como a entrega de relatórios, entrega de documentos dentro dos prazos estabelecidos, emissão de pareceres etc.”, lembrou.

Entre os docentes presentes no auditório estavam, além de Valladares e Vieyra, outros renomados pesquisadores do Centro de Ciências da Saúde: Antonio Ledo Alves, diretor da Faculdade de Medicina da UFRJ; Rafael Linden, coordenador do Instituto Virtual de Doenças Neurodegenerativas e diretor do Instituto de Biofísica; Agnes Figueiredo, diretora do Instituto de Microbiologia; Roberto Lent, professor de Neurociência do Instituto de Ciências Biomédicas; Russolina Zingali, vice-coordenadora da Rede Proteômicca do RJ; Vivaldo Moura Neto,  professor do Instituto de Ciências Biomédicas; Marcelo Morales, coordenador científico do Instituto de Biofísica e Presidente da Sociedade Brasileira de Biofísica; Maria Antonieta Rubio Tyrrell, diretora da Escola de Enfermagem Anna Nery; Paulo Bisch,  coordenador de Programa de Biofísica Celular e de Sistemas do Instituto de Biofísica; Sergio Queiroz, coordenador do Programa de Pós-graduação do Instituto de Física; Olaf Malm, Chefe do laboratório de radioisótopos Eduardo Penna Franca.

Diretor-presidente é recebido pelo reitor Aloísio Teixeira

Ao deixar o auditório do CCS, Ruy Marques foi recebido pelo reitor da UFRJ. Durante a conversa, Aloísio Teixeira elogiou a disposição da Fundação em apoiar diversas iniciativas da universidade: “A FAPERJ tem sido uma grande parceira da UFRJ e queremos melhorar ainda mais esse trabalho de cooperação”, disse Teixeira.

Ruy Marques anunciou que o orçamento previsto para a FAPERJ em 2007 poderá superar os R$ 200 milhões: “Com esse montante, abrem-se novas perspectivas de uma maior cooperação com as universidades e centros de pesquisa instalados no Estado do Rio”. Ao final do encontro, o reitor convidou o presidente da agência a fazer uma exposição de suas idéias sobre o fomento à ciência e tecnologia durante a próxima reunião geral de decanos, pró-reitores e diretores de unidades da UFRJ. A reunião está prevista para março.

Ruy Marques aceitou o convite e reiterou que a Fundação manterá as iniciativas implementadas em gestões anteriores de reconhecida relevância para o desenvolvimento da pesquisa fluminense. Além de Adalberto Vieyra, Almir Valladares, Jerson Lima e Claudio Mahler, o encontro entre os dois dirigentes contou com a presença da vice-reitora Sylvia Vargas.

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes