O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Novas modalidades de bolsas e auxílio
Publicado em: 21/11/2002

Novas modalidades de bolsas e auxílio

A FAPERJ lançou três novas linhas de fomento: o Programa de Auxílios a Projetos de Geração e Consolidação de Novas Tecnologias (PGT), o Programa de Bolsas de Inovação Tecnológica na Empresa (PBT) e a Bolsa de Pesquisador Associado. As inscrições para o PGT e o PBT foram prorrogadas para 29 de novembro.

O Programa de Auxílios a Projetos de Geração e Consolidação de Novas Tecnologias (PGT) tem por finalidade apoiar pequenas e médias empresas de base tecnológica, universidades e instituições de pesquisa, sediadas no Estado do Rio de Janeiro, envolvidas com projetos de pesquisa e desenvolvimento de inovação tecnológica. O objetivo é que esses projetos resultem na geração de novos produtos, tecnologias e processos. 

Já o Programa de Bolsas de Inovação Tecnológica na Empresa (PBT) visa a levar pesquisadores e/ou especialistas para atuar em pequenas e médias empresas de base tecnológica instaladas no estado. A proposta é que eles promovam a atualização e inovação tecnológica dessas firmas. A FAPERJ vai conceder bolsas para que esses profissionais  desenvolvam projetos para a solução de problemas diretamente relacionados às atividades fim das pequenas e médias empresas. 

A Bolsa de Pesquisador Associado propicia condições para doutores participarem de pesquisas desenvolvidas por grupos consolidados em instituições de pesquisa no Estado do Rio de Janeiro. O pesquisador deverá ter no máximo sete anos de titulação, apresentar produtividade de pesquisa e dedicar-se em tempo integral a pesquisa desenvolvida em instituição diferente daquela em que se doutorou. Será exigida dedicação exclusiva durante a vigência da bolsa e o pesquisador não poderá manter vínculo ativo nesse período. Cada grupo de pesquisa poderá manter apenas uma bolsa de pesquisador associado da FAPERJ. As bolsas têm duração de um ano, podendo ser renovadas por mais um, desde que plenamente justificado. A criação da nova modalidade foi aprovada pelo Conselho Superior da FAPERJ no dia 2 de agosto de 2002. Clique para mais informações e formulários.

Programas de apoio à inovação tecnológica são parte do Plano de Ação da nova Diretoria de Tecnologia

O PGT e o PBT são os dois primeiros programas já implantados dos cinco propostos pela Diretoria de Tecnologia da FAPERJ e aprovados pelo Conselho Superior no âmbito do Plano de Ação da Diretoria de Tecnologia. Os outros três estão em fase de detalhamento. A Diretoria de Tecnologia foi criada em março de 2002, quando a FAPERJ passou a ser a primeira fundação de amparo à pesquisa do país a contar com uma diretoria exclusiva para a área tecnológica. Os dois programas estendem às empresas as ações da FAPERJ que, tradicionalmente, apoiava apenas instituições de pesquisa. 

Os interessados em se inscrever no Programa de Auxílios a Projetos de Geração e Consolidação de Novas Tecnologias e no Programa de Bolsas de Inovação Tecnológica na Empresa podem obter outras informações, como os detalhes para o encaminhamento de propostas, requisitos, critérios de avaliação e documentação necessária, clicando nos links acima. As propostas devem ser entregues até o dia 29 de novembro, no setor de Protocolo da FAPERJ, que fica na Avenida Erasmo Braga, 118, 6 andar – Centro, Rio de Janeiro. O atendimento será feito de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Dúvidas pelo telefone 3231-2909. 

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes