O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Rio de Janeiro, capital digital
Publicado em: 10/06/2003

Rio de Janeiro, capital digital

A construção de uma sociedade da informação no Rio de Janeiro é uma das principais metas da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI). Junto com a FAPERJ, a Secretaria concentra esforços para dotar a população fluminense de uma infovia do conhecimento que funcione através de empresas, universidades e escolas.

As políticas de inclusão digital promovidas pela SECTI e as tendências da sociedade da informação no Brasil e no mundo estão em discussão no Rio de Janeiro até o fim deste mês de junho, quando o estado é a Capital Mundial da Sociedade da Informação.

O governo estadual está promovendo uma série de eventos que contam com a presença do presidente da Cúpula Mundial da Sociedade da Informação, o embaixador Adama Samassekou, além de empresários, técnicos, líderes sociais, autoridades governamentais e especialistas. Os participantes poderão conhecer as ações colocadas em prática pelo Centro de Processamento de Dados do Estado (Proderj).

Ao lado da governadora Rosinha Garotinho e do Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Fernando Peregrino, o diretor-presidente da FAPERJ, Epitácio Brunet, participará dos debates. Ele coordenará o painel "Os desafios do financiamento", dia 13.

"O conhecimento só ganha valor se chegar ao usuário e a infovia é o suporte para que a pesquisa possa chegar à sociedade. A FAPERJ deve ser proativa, disponibilizando recursos", afirma Epitácio Brunet. Segundo ele, a fundação investe R$ 300 mil por mês na Rede Rio, para que ela possa interligar cada vez mais instituições. Brunet afirma que o fomento deve ser ampliado. "O processo de expansão da sociedade da informação é irreversível e cresce em escala exponencial, portanto o fomento não pode ficar defasado", explica.

Os eventos do Mês da Sociedade da Informação começaram no dia 3, com as atividades do Instituto para a Conectividade nas Américas, ONG canadense que financia projetos de inclusão digital nas Américas.

No dia 10, discute-se a escolha do Sistema de TV Digital a ser estabelecido no território nacional.

Dia 12, acontece a primeira reunião do novo Comitê Executivo do Projeto INFOLAC/UNESCO que, em sua nova fase, abarcará os principais desafios da Sociedade da Informação em relação à cultura, educação, bibliotecas e conteúdos digitais.

Nos dias 12 e 13 será realizado o Seminário Internacional Sociedade da Informação, que tem como objetivo o intercâmbio e a discussão sobre tendências no Brasil e no mundo, com ênfase em iniciativas do estado do Rio de Janeiro. O evento inclui a celebração do aniversário da Rede Rio, a realização de vídeo conferência sobre inclusão digital e o lançamento do Programa SocInfo/RJ. O diretor-presidente da FAPERJ, Epitácio Brunet, coordenará a mesa redonda sobre os desafios do financiamento de projetos nessa área.

Ainda nos dias 12 e 13, o papel do setor privado estará em discussão, na Cúpula Mundial da Sociedade da Informação (CMSI), promovida pela Força Tarefa das Nações Unidas sobre Tecnologias da Informação e Comunicação para a América Latina e Caribe. O objetivo é identificar novos modelos de negócios com tecnologias da informação e comunicação que promovam a inclusão digital no continente.

No dia 16, acontece o seminário “Cidades Digitais e o Desafio de Planejamento para o Século XXI”, que visa a propiciar a planejadores e gestores municipais e regionais um exame dos principais desafios que o uso intensivo de tecnologias da informação e comunicação proporciona a municípios e regiões metropolitanas.

No dia 24, estarão em discussão os indicadores de medição da economia digital e como eles servem de instrumento para o posicionamento estratégico em empreendimentos privados e públicos. Já o debate “Inclusão Empresarial: Desafios do Setor Privado no Brasil” abordará iniciativas conjuntas dos setores público, empresarial e do terceiro setor que incentivem o acesso e uso de tecnologias da informação e comunicação por pequenas empresas brasileiras.

Em 26 e 27 acontece a “Conferência sobre Internet na América Latina e Caribe: Impulsionando a Transformação Digital na América Latina e Caribe”, onde se analisará a infra-estrutura tecnológica, o papel das empresas e das políticas de telecomunicações no processo de desenvolvimento do mercado regional.

No fechamento da Cúpula, dia 30, será feito um balanço do Mês da Sociedade da Informação e será lançada a programação de ações e atividades que deverão ser desenvolvidas até julho de 2004. Este evento terá a participação de Fernando Peregrino (SECTI/RJ), Tadao Takahashi (UN ICT Task Force), Paulo Protásio (RITLA) e Cid Torquato (Câmara-e.net), entre outros.

Todas as informações sobre os seminários, reuniões e debates estão no site www.in-rio.net

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes