O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Sai o resultado do Programa de Apoio a Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Medicina de Precisão
Publicado em: 07/10/2021 | Atualizado em: 08/10/2021

Sai o resultado do Programa de Apoio a Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Medicina de Precisão

Por Ascom Faperj

A FAPERJ divulga nesta quinta-feira, 7 de outubro, o resultado do edital “Programa de Apoio a Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Medicina de Precisão – 2021”. O edital apoiou projetos científicos e tecnológicos na área de Medicina de Precisão no Estado do Rio de Janeiro, em consonância com os objetivos do Programa Genomas Brasil do Ministério da Saúde e o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado do Rio de Janeiro, para a consolidação de Centros de Pesquisas em Medicina de Precisão. Ao todo, o programa vai destinar aproximadamente R$ 11 milhões para os 17 projetos contemplados.

O edital financiou projetos de pesquisa ômica - relacionadas a estudos de DNA (genômica), RNA (transcriptômica), proteínas (proteômica) e metabólitos (metabolômica) - em doenças infecciosas e parasitárias, em doenças crônico-degenerativas, em doenças raras, bem como a pesquisa em treinamento de máquina (machine learning) e inteligência artificial aplicados à diagnósticos de doenças, a criação de Biobancos e sistemas de registro eletrônico de dados e bancos de dados, e a Farmacogenômica. Os grupos de pesquisa financiados por este edital deverão desenvolver trabalho em rede, utilizando a infraestrutura já disponível nas Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) no Estado do Rio de Janeiro, visando implantar a Medicina de Precisão na prática clínica, trazendo grandes benefícios à população fluminense.

Segundo a diretora Científica da FAPERJ, Eliete Bouskela, programas como esse irão nortear o futuro da medicina no estado e no Brasil. “Financiar a pesquisa nas áreas cobertas pelo edital e incentivar o trabalho conjunto de laboratórios e cientistas dos principais grupos das universidades fluminenses, promovendo o compartilhamento de informações e tecnologias são ações crucias para propor tratamentos mais assertivos na prática clínica”, afirmou Bouskela.

A medicina de precisão também é de grande importância no contexto da promoção da saúde na esfera governamental. Segundo o subsecretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Edgar Leite, o investimento do estado do Rio de Janeiro nesta temática traz benefícios a curto e a longo prazo para a população fluminense. “Através da medicina de precisão o estado é capaz de melhorar, a curto prazo, o diagnóstico e a conduta médica de doenças já bem estudadas e, a longo prazo, aplicar essa conduta a um maior número de doenças, evitando assim o desperdício de recursos e tempo com condutas comprovadamente não eficazes e possibilitando uma melhor caracterização da população fluminense”, completou Leite.

O presidente da FAPERJ, Jerson Lima Silva, ressaltou que este edital é uma iniciativa que terá impactos positivos tanto para a atual conjuntura da pandemia como para o futuro da Medicina. “A Medicina personificada ou de precisão representa o futuro da Medicina tanto preventiva como curativa. Através da implementação de novas tecnologias voltadas ao estudo de dados biológicos, de maiores pesquisas em genômica humana, bioquímica e farmacologia poderemos ampliar as investigações que buscam, entre outras coisas, a relação entre genótipos e respostas a vacinas e medicamentos”, disse Lima. 

Confira a lista de contemplados no link abaixo:

Resultado: Edital 20/2021 – Apoio à projetos de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Medicina de Precisão

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes