O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Startup acompanha pacientes na tomada de decisões e promove o autocuidado
Publicado em: 15/10/2020

Startup acompanha pacientes na tomada de decisões e promove o autocuidado

Juliana Passos

Simulação exibe os principais passos a serem preenchidos pelo usuário e os
possíveis encaminhamentos que o webapp fornece (Imagem: Divulgação)

Entre o aparecimento dos primeiros sintomas, a decisão de buscar acompanhamento médico e seguir o tratamento prescrito, pacientes atravessam um período de várias dúvidas e precisam tomar a maioria das decisões por conta própria. Foi pensando nesse sentimento de desamparo que o médico-cirurgião Fábio Madureira e o engenheiro Gustavo Rocha tiveram a ideia, ainda em 2017, de criar uma solução que auxiliasse as pessoas nesse percurso. "Nossa proposta é auxiliar essa jornada de autocuidado do paciente", resume Gustavo Rocha, que, ao lado de Madureira, fundaram a startup Triágil.

A empresa teve seu lançamento oficial no mercado no final de 2019 com a solução de triagem e pré-anamnese que auxiliava pacientes a encontrar atendimento médico e marcação de exames a um custo mais acessível. A solução foi desenvolvida com a chegada do sócio-fundador Thiago Ferreira, diretor Técnico da Triágil, e por médicos especialistas com a coordenação de Fábio Madureira, fundador e Diretor Médico da startup. Com o avanço do novo coronavírus, desenvolveram ainda em fevereiro de 2020 o “Teste do Corona”, uma plataforma específica para aqueles que, estando com suspeitas de Covid-19, possam relatar os sintomas existentes e decidir se é a hora de procurar atendimento médico. Para aumentar a acessibilidade, mas sem que a plataforma viesse a ocupar armazenamento do celular como um aplicativo específico, a ferramenta foi desenvolvida em webapp para ser acessada por qualquer celular ou navegador.

A partir de um cadastro no site, o usuário indica, diariamente, como está se sentindo e o sistema indica um prognóstico do que deve ser feito. "A ideia é evitar o pânico e a procura de atendimento sem necessidade, e ao mesmo amparar o usuário com informações seguras", explica o engenheiro, fundador e diretor Executivo da Triágil. O acesso à plataforma é gratuito e a empresa garante que os dados pessoais não são repassados a terceiros.

Até julho deste ano, a Triágil participou do programa Startup Rio, uma parceria entre a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a FAPERJ, cujo objetivo é fomentar a cultura de empreendedorismo para transformar o Rio de Janeiro em um polo de referência internacional em tecnologia digital. Com apenas três meses após o término de sua participação no programa, a startup alcançou um faturamento quase cinco vezes maior que o investimento recebido durante o período de aceleração no Startup Rio. Atualmente, a empresa conta com 11 funcionários, além de seus três sócios. No período incubado, contaram não apenas com recursos financeiros, mas também com mentorias e modelos de planejamento. "O período de incubação foi muito bom para nos trazer bagagem e maturidade. Ao mesmo tempo, o espaço físico da incubadora foi importante para trabalharmos em conjunto e permitiu abrir portas", diz Gustavo Rocha.

No mês de setembro, a empresa foi selecionada como uma das 10 principais startups na categoria “revelação” do ano de 2020 pelo maior programa de startups da América Latina, o Startup Awards. A startup conta com a mentoria de Bruno Scarpellini (um dos maiores especialistas de Infectologia do País), Dennis Nakamura (Startup Mentor na Oracle e antigo gestor no iFood e Rocket Internet GmbH), Fernando Carbonieri (Médico, diretor Executivo da Academia Médica), Bruno Medeiros (fundador e diretor Técnico em uma das maiores empresas de consultoria do País ) e matemático e consultor em marketing digital Bráulio Medina.

Gustavo Rocha (esq.), Fábio Madureira e Thiago Ferreira
uniram expertises para apresentar soluções médicas online
(Foto: Divulgação) 

Atualmente, a empresa tem parcerias com o Serviço Social da Indústria (Sesi) do Espírito Santo, fruto do apoio do Programa de Empreendedorismo Industrial (Findeslab), hub de inovação da indústria capixaba, e também com a Secretaria de Saúde do município de Guarapuava (PR), e com a operadora de planos de saúde Unimed. Clientes da Triágil, os prestadores de serviços público ou privados em saúde têm nos serviços da Triágil uma forma de ampliar o acompanhamento da evolução do paciente a partir do preenchimento de um diário de sintomas dos pacientes. No entanto, a plataforma não oferece atendimento virtual, todas as informações são repassadas a partir dos protocolos elaborados por médicos vinculados à plataforma e ao acesso à base de dados por inteligência artificial.

Também por mecanismos de inteligência artificial, os clientes da Unimed da capital capixaba terão, em breve, à sua disposição, a aprovação imediata de grande parte dos exames e cirurgias solicitados. "A aprovação de exames pode exigir o trabalho de uma equipe de saúde para verificar a cobertura e a indicação clínica de cada indivíduo, além de uma demora de vários dias. Com nosso sistema, essa aprovação é feita em segundos", conta Rocha. Ele explica que não é papel do sistema negar exames e caso o algoritmo sugira que o exame não seja liberado, a equipe de médicos auditores avalia novamente a solicitação do procedimento.

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes