O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas - Semana de 3 a 9 de setembro de 2020
Publicado em: 03/09/2020

Notas - Semana de 3 a 9 de setembro de 2020

Cerimônia de posse da primeira turma do Programa Jovens Lideranças Médicas na ANM

ANM abre inscrições para o programa Jovem Lideranças Médicas
A Academia Nacional de Medicina (ANM) promoveu, nesta quinta-feira, 3 de setembro, debate com médicos que estão fazendo a diferença em áreas como Oftalmologia, Medicina regenerativa, Depressão, Oncologia, entre outras. O Simpósio Jovens Lideranças Médicas (JLM) da ANM contou com apresentações de alguns dos atuais 50 participantes do programa, que existe na Academia desde 2014, além de palestras e debates com decanos da ANM. A diretora Científica da FAPERJ e membro da ANM, Eliete Bouskela, foi uma das organizadoras do evento. Inspirado no “Young Physician Leaders”, da Rede Global de Academias de Medicina, o programa Jovens Lideranças Médicas da ANM visa promover o desenvolvimento de qualidades de liderança entre os profissionais de saúde. O programa foi criado com o objetivo de fomentar um ambiente favorável à criação e implantação de ideias transformadoras para a Medicina do País. Em conjunto com acadêmicos titulares, o jovem médico membro do programa tem o papel de participar das discussões e das atividades acadêmicas, assim como na geração, implantação e viabilização de ações inovadoras no âmbito da ANM. O evento também marcou a abertura de novas inscrições para o JLM brasileiro, cujo processo seletivo vai até o dia 30 de outubro. Mais informações: http://anm.org.br/conteudo_view.asp?id=3324

Obras de recuperação do Museu Nacional avançam 2 anos após incêndio

Dois anos após o trágico incêndio que provocou a perda de importantes coleções de história natural depositadas no Museu Nacional, que também é uma unidade de ensino e pesquisa em nível de pós-graduação vinculada à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), as obras de recuperação estrutural do prédio avançam. Em 2020, parte da rede elétrica do museu foi reformada com o aporte financeiro de R$ 300 mil da FAPERJ, o que permitiu que, tanto o Departamento de Vertebrados quanto o Horto Botânico, pudessem contar com instalações elétricas novas. A Fundação, que ao longo dos anos vem apoiando um número significativo de pesquisas realizadas no Museu, destinou, no final de 2018, por meio de edital emergencial, bolsas com um ano de duração para 72 pesquisas em andamento na instituição. Muito dos projetos contemplados pela FAPERJ estão relacionados com as coleções que estão sendo resgatadas. De acordo com a direção do museu, as ações na parte interna do palácio estão 90% concluídas, após cerca de 4.500 registros de resgates. Por ora, a previsão para a reabertura parcial do museu é setembro de 2022, bicentenário da independência do Brasil. Para o paleontólogo e diretor do Museu Nacional, Alexander Kellner, as bolsas da FAPERJ foram fundamentais para garantir o reinício das atividades para muitos pesquisadores. “Foi um ato de suspiro, de acolhimento com a ciência do Rio de Janeiro e o Museu Nacional”, disse. Mais informações: http://www.museunacional.ufrj.br

UFRJ completa 100 anos com agenda extensa de comemorações
A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) completa 100 anos na próxima segunda-feira, 7 de setembro, e a série de atividades para celebrar o centenário poderá ser acompanhada pelo canal da Universidade no Youtube. A celebração será iniciada às 17h e terá a apresentação da Orquestra da UFRJ e o lançamento do documentário “Centenária: a Universidade do Brasil entre duas pandemias”. A programação continua no dia 8, com uma série de debates, palestras e intervenções artísticas. Encerrando as comemorações, o compositor, instrumentista e cantor Noca da Portela e a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, recebem o título de doutor honoris causa. Esta cerimônia também contará com a participação de Martinho da Vila. Mais informações: https://100anos.ufrj.br/comemoracoes 

Startup da Uerj desenvolve aplicativo para prevenção e monitoramento do coronavírus
A Wiiglo – startup de base tecnológica da incubadora de empresas Phoenix, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) – desenvolveu um aplicativo que informa locais com maior risco de contaminação pelo novo coronavírus. O Foursafe Covid-19 é uma plataforma gratuita, colaborativa e de geolocalização, que irá oferecer informações para a população em tempo real. O aplicativo armazena dados anônimos, apenas para fins estatísticos e de geração de modelos matemáticos para análise da situação. Eles explicam ainda que a ferramenta será importante para monitorar ciclos futuros de surtos e epidemias, ajudando a identificar, com antecedência, novos problemas desta natureza. O Foursafe foi planejado e desenvolvido originalmente como plataforma de informação para proteção contra deslizamentos e alagamentos com financiamento da FAPERJ. O projeto foi também contemplado pelo edital do Programa de Iniciação Tecnológica (IT) de 2019.2 da Fundação e recebeu duas bolsas de iniciação tecnológica e está com processo seletivo aberto para preenchimento dessas vagas. Se você é graduando em Ciências Exatas (do 3º ao 8º período) envie um e-mail com o seu currículo e histórico para recrutamento@wiiglo.com. Mais informações: www.uerj.br

Coppe e Instituto de Biofísica da UFRJ desenvolvem teste para Covid-19 que pode custar menos de R$ 5,00
O Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) e o Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF), ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), desenvolveram um novo teste sorológico para detecção de anticorpos para a Covid-19. O S-UFRJ embarca tecnologia escalonável e custo reduzido de produção da proteína S (spike), presente na estrutura do novo coronavírus (http://www.faperj.br/?id=4018.2.2). Batizado com o nome S-UFRJ, o teste desenvolvido sob a coordenação dos professores Leda Castilho, da Coppe, e André Vale, do Instituto de Biofísica, terá custo inferior a R$ 5,00. O baixo custo da proteína desenvolvida no Laboratório de Engenharia de Cultivos Celulares (Lecc) da Coppe, associado a uma coleta de amostras mais simples e acessível, possibilita o acesso e a expansão da testagem, que são fatores importantes, principalmente em países em desenvolvimento. No Brasil, testes rápidos aprovados pela Anvisa têm sido comercializados em farmácias por mais de R$ 130,00. O projeto contou com a participação de pesquisadores da Coppe, do Instituto de Biofísica, do Instituto de Biologia e da Faculdade de Medicina da UFRJ. Em breve, os exames começarão a ser aplicados na Cidade Universitária e depois poderão ser ampliados para a população em geral. Mais informações: www.ufrj.br 

Em setembro, UFRJ é homenageada no calendário da SBPC
O centenário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que será comemorado em 7 de setembro, é o destaque deste mês no calendário “Grandes Feitos da Ciência Brasileira”, produzido pela SBPC. A versão em PDF do calendário de 18 meses (2020-2021) pode ser baixada gratuitamente no site da entidade. Fundada em 7 de setembro de 1920, no governo Epitácio Pessoa, sob a alcunha “Universidade do Rio de Janeiro”, a UFRJ é a primeira e maior universidade federal do Brasil. Reorganizada em 1937, quando passou a se chamar Universidade do Brasil, tem a atual denominação desde 1965. Teve um papel fundamental para o Rio de Janeiro e o Brasil, ao longo de décadas, na educação e na pesquisa científica e tecnológica. A UFRJ tem a estrutura similar à de um município de médio porte: são 176 cursos de graduação, 130 de mestrado e 94 de doutorado, 1.456 laboratórios de pesquisa, 45 bibliotecas, nove unidades hospitalares, 13 prédios tombados. Todos os anos, forma mais de 10 mil profissionais em cursos de graduação, mestrado, doutorado e especialização. O calendário destaca personalidades e instituições históricas, que colaboraram ativamente para a consolidação da ciência e da educação no Brasil e para o reconhecimento internacional entre os que produzem pesquisas relevantes e de qualidade. Mais informações: http://www.jornaldaciencia.org.br/wp-content/uploads/2020/09/calendario-SBPC-2020_14_final-completo-2-compactado.pdf

SBPC lança edital do 2º Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher 
Na sua segunda edição, o Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher será concedido a uma estudante do Ensino Médio e a uma da Graduação, cujas pesquisas de iniciação científica demonstrem criatividade, boa aplicação do método científico e potencial de contribuição com a ciência no futuro. As inscrições estão abertas até 31 de outubro. As indicações para a categoria “Meninas na Ciência” serão feitas via Pró-Reitorias de Pesquisa, Secretarias de Educação e organizadores de olimpíadas e feiras científicas de âmbito nacional e deverão ser devidamente justificadas, com informações como mini-biografia da candidata, currículo atualizado na Plataforma Lattes e uma carta de recomendação fundamentada em evidências que justifiquem o prêmio. Além disso, a candidata deverá encaminhar o projeto/atividade científica realizada, explicando o desenvolvimento, os objetivos atingidos e sua relevância. A documentação deverá enfatizar o que foi realizado pela própria estudante, identificando as atividades desenvolvidas com ajuda da(o) professor(a) orientador/orientadora. Se a indicação for pelo desempenho destacado em atividades científicas, como feiras, olimpíadas científicas, divulgação científica, etc., a documentação deverá comprovar a participação e o desempenho na referida atividade. O período para envio das inscrições das candidatas ao concurso é de 1º de setembro a 31 de outubro de 2020. As indicações, com a devida documentação, deverão ser enviadas à SBPC, por meio eletrônico, ao e-mail premiocarolinabori@sbpcnet.org.br. O anúncio das premiadas será feito no dia 15 de janeiro de 2021. Mais informações (em pdf): http://www.jornaldaciencia.org.br/wp-content/uploads/2020/09/Edital-Pr%C3%AAmio-Carolina-Bori-2021-Meninas-na-Ci%C3%AAncia.pdf

Confap e Enrich in Brazil lançam Podcast que abordará as prioridades e desafios mútuos de PD&I entre a União Europeia e o Brasil
A Rede Europeia de Centros e Hubs de Pesquisa e Inovação (Enrich, na sigla em inglês) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) lançam no início do mês de setembro, o Podcast Enrich Innovation Station, uma iniciativa que destacará as prioridades e os desafios mútuos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), entre a União Europeia e o Brasil. Pautado pelo macrotema central "Planos de recuperação Verde e Digital, em uma perspectiva pós-pandêmica", o projeto apresenta ao público nacional e internacional, entrevistas semanais nas línguas inglesa e portuguesa, com os principais agentes e autoridades de Ciência,Tecnologia & Inovação da Europa e do Brasil, em programas de até 30 minutos conduzidos pelo jornalista e correspondente internacional Carlo Cauti. Os convidados de estreia do Podcast são o presidente do Confap e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), Fábio Guedes, e Ignácio Ybáñez, embaixador da União Europeia no Brasil, com o tema "Cooperação entre a União Europeia e Confap durante a pandemia global". O ENRICH Innovation Station está disponível para os usuários na plataforma Spotify e nos canais do YouTube do Confap e da ENRICH in Brazil. Mais informações: https://www.youtube.com/watch?v=wD9W1jCnbZE&t

Engenharia da PUC-Rio debate a transposição do rio São Francisco   
Na próxima terça-feira, 8 de setembro, às 17h, o programa de pós-graduação do Departamento de Engenharia Civil do Centro Técnico Científico da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (CTC/PUC-Rio) em parceria com a Academia Nacional de Engenharia (ANE) promove o debate "A Transposição do Rio São Francisco". O doutorando da PUC-Rio e também engenheiro civil do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Leonardo Ferreira, apresentará um histórico e um resumo das obras de transposição do mais importante rio do Nordeste, cujas águas são desviadas ao longo do território de quatro Estados (Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte).  Considerada a maior obra de infraestrutura hoje no Brasil, a idealização do projeto nasceu em 1840, foi colocada em prática em 2007 e tem término previsto para 2022. A mediação do evento, que conta com o apoio das empresas Geotécnica Brasil, Huesker e Maccaferri do Brasil, será feita pelo engenheiro Sandro Sandroni, da Academia Nacional de Engenharia (ANE). Mais informações: https://www.youtube.com/watch?v=1MKlD3tFZFk&feature=youtu.be

Relação entre alimentação e uso de antibióticos é tema do podcast Fiocruz No Ar
No Relatório sobre Vigilância no Consumo de Antibióticos (2016-2018), a Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra os dados de consumo deste medicamento por país – 65 nações cooperaram com as informações do relatório, dentre elas o Brasil. O país está em 17º  lugar em consumo, com uma média de 22 doses por cada mil habitantes, sendo o líder nas Américas e superando o continente europeu, que tem um consumo de 18 doses diárias. O boletim Fiocruz no Ar conversou com a nutricionista Roberta Ostermann, da Universidade Regional de Blumenau, em Santa Catarina, que explica quais alimentos podem dificultar a absorção dos antibióticos no organismo e o que o uso abusivo pode acarretar, com a perda de vitaminas e sais minerais. Mais informações: https://soundcloud.com/user-881543515

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes