O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas - Semana de 25 de junho a 1º de julho de 2020
Publicado em: 25/06/2020

Notas - Semana de 25 de junho a 1º de julho de 2020

Agências britânicas abrem chamada pública para pesquisas sobre novo coronavírus
A National Institute for Health Research (NIHR) e a UK Research and Innovation (UKRI), ambas do Reino Unido, com apoio do Fundo Newton, abriram chamada para fomentar pesquisas que proponham respostas rápidas à Covid-19. A iniciativa é direcionada a projetos de curto prazo que abordem e mitiguem os impactos à saúde, sociais, econômicos, culturais e ambientais da pandemia de Covid-19 em países de baixa e média renda. A chamada possui as seguintes linhas temáticas: “Novas pesquisas ou inovações com uma trajetória de impacto em políticas ou práticas, com o potencial de fornecer uma contribuição significativa para o entendimento, resposta e recuperação da pandemia de Covid-19 no contexto do Brasil”; “Apoiar a fabricação e/ou adoção em larga escala de uma intervenção com potencial significativo de impacto nos países em desenvolvimento”; “Reunir dados e recursos críticos rapidamente para uso em respostas emergenciais ou mesmo como base para pesquisas futuras”. Os projetos selecionados devem ter início em até quatro semanas após a divulgação do resultado. As propostas devem ter duração de até 18 meses e poderão receber até £1 milhão. O valor solicitado deve ser coerente com os impactos pretendidos e cobrirá 100% dos custos econômicos para os pesquisadores principais de países de renda baixa e média. Os projetos selecionados serão apoiados integralmente pela UKRI. Em alguns casos, a instituição brasileira poderá solicitar um adicional no valor máximo de até 20% de seus custos fixos para cobrir custos indiretos e de infraestrutura do projeto. No Brasil, pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) podem submeter propostas diretas, sem a necessidade de um parceiro britânico. Os detalhes sobre as inscrições e pré-requisitos para candidaturas podem ser consultados pelo site do NIHR. Mais informações: https://www.nihr.ac.uk/funding/global-effort-on-covid-19-geco-health-research/24844

Coppe firma parceria com Bio-Manguinhos e empresa para produzir testes diagnósticos de Covid-19
O Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ) firmou parceria com Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e com a empresa FK Biotecnologia-Imunobiotech para a produção de testes sorológicos para o diagnóstico da Covid-19. Com apoio da unidade Embrapii-Coppe e do Sebrae, os testes estão sendo desenvolvidos a partir da proteína S (spike) presente na superfície do novo coronavírus. A proteína S está sendo produzida desde fevereiro de 2020 em células geneticamente modificadas no Laboratório de Engenharia de Cultivos Celulares (Lecc) da Coppe, coordenado pela professora Leda Castilho, do Programa de Engenharia Química da Coppe, que foi contemplada pela FAPERJ por meio do programa Cientista do Nosso Estado. Segundo ela, a produção de testes confiáveis no Brasil permitirá ampliar significativamente a testagem da população brasileira, que hoje em dia é muito baixa. Os testes sorológicos, mais baratos e simples que o PCR, não detectam o vírus na fase aguda da doença, e sim os anticorpos gerados pelo organismo algumas semanas após o contágio com o vírus, como parte da resposta imunológica do organismo. Por isso, eles se aplicam mesmo aos cerca de 80% dos indivíduos infectados que não apresentam sintomas, mas que podem ter contribuído para transmitir o vírus. Outras empresas brasileiras, laboratórios governamentais e pesquisadores de diversas instituições já receberam a proteína S da Coppe com diversas finalidades, além da produção de testes diagnóstico. O Instituto Vital Brazil, por exemplo, recebeu a proteína para a imunização de cavalos a fim de produzir soro anti-coronavírus; e o Hemorio a recebeu a proteína para monitorar a quantidade de anticorpos anti-coronavírus em voluntários convalescentes, com objetivo de tratar pacientes graves de Covid-19 mediante transfusão de plasma. Mais informações: https://www.coppe.ufrj.br 

Inscrições abertas para os WEBMinicursos da Mini Reunião Anual Virtual da SBPC
A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) recebe inscrições, até o dia 8 de julho, para os WEBMinicursos a serem oferecidos durante a “Mini Reunião Anual Virtual da SBPC”, que será realizada de 12 a 24 de julho. Serão ofertados, ao todo, 18 WEBMinicursos, com assuntos de diversas áreas do conhecimento. A programação conta com atividades como, por exemplo, “Modelos físicos-matemáticos no enfrentamento da Covid-19″ e “O que o Sars-CoV-2 e a Covid-19 nos ensinam sobre virologia?”. A SBPC anunciou, no dia 18 de junho, a realização da Mini Reunião Anual Virtual, uma versão online e reduzida de sua 72ª Reunião Anual, que aconteceria de 12 a 18 de julho, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal. Realizado ininterruptamente desde 1949, o maior evento científico da América Latina precisou ser adiado por conta da pandemia de coronavírus, ainda com nova data a definir. Mas, para marcar esse período tão emblemático para a ciência brasileira em que tradicionalmente aconteceria o encontro, a SBPC organiza, entre os dias 12 e 24 de julho, uma série de atividades virtuais, como conferências e painéis, que serão transmitidos ao vivo no canal do YouTube da SBPC e compartilhados na página do Facebook da entidade (@SBPCnet), além dos WEBMinicursos, com assuntos de diversas áreas do conhecimento. O evento virtual é gratuito e aberto a todos, mas os interessados em participar de um ou mais WEBMinicursos precisam pagar uma pequena taxa. Os minicursos online contarão com quatro aulas, sendo as três primeiras videoaulas gravadas e disponibilizadas de 8 a 19 de julho, e a última ao vivo, pelo Zoom, será realizada em data específica, na semana de 20 a 24 de julho. Cada minicurso tem carga horária de oito horas, com direito a certificado de frequência para quem assistir a todas as aulas gravadas até o dia 19 de julho e à aula ao vivo. Mais informações: http://ra.sbpcnet.org.br/mini-ravirtual   

Prazo de inscrições de propostas na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é prorrogado
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) divulgaram alterações na Chamada CNPq/MCTIC Nº 03/2020 - Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), incluindo um novo calendário. O prazo de submissão de propostas foi prorrogado para 6 de julho de 2020. O edital de apoio a iniciativas de popularização da ciência em todo o País durante a 17ª SNCT deste ano também passou a aceitar propostas de eventos não presenciais. Para optar por essa modalidade, o proponente deverá informar em seu projeto quais as ferramentas/plataformas serão disponibilizadas para acesso ao público, os mecanismos de divulgação e quais os métodos a serem utilizados para mensurar os acessos realizados ao evento proposto, inclusive com localização dos municípios para efeito de registro no site oficial do evento. Lançada no início de maio, a chamada visa apoiar iniciativas de popularização da ciência em todo o País durante a 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que acontece de 17 a 23 de outubro. Serão R$ 5 milhões destinados a projetos focados na divulgação da ciência para todos os públicos, como exposições, seminários, oficinas, mostras e feiras. As propostas devem seguir o tema desta edição da SNCT: "Inteligência Artificial: a nova fronteira da ciência brasileira". O resultado final deve ser divulgado em 17 de setembro. Podem submeter propostas instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica; instituições estaduais e municipais de educação ou ciência e tecnologia; universidades públicas e privadas sem fins lucrativos, órgãos da administração direta e indireta de municípios, estados e DF; Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs) e unidades e institutos de pesquisa. Mais informações: http://snct.mctic.gov.br

Hupe se destaca com enfermaria de cuidados especiais para reabilitação pós-Covid
O Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Hupe/Uerj) foi o primeiro da rede pública do Rio de Janeiro a criar enfermarias Pós-Covid-19, que hoje já somam 29 leitos. O objetivo é atender pacientes que ficaram internados em CTI e que, após o tratamento, mesmo sem a presença do vírus, não têm condições clínicas ou mesmo estruturais para retornarem a suas casas. A ideia surgiu em maio, quando foi aberta a primeira enfermaria com 13 leitos. No local, os pacientes recebem cuidados de uma equipe multidisciplinar com médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e assistentes sociais, além de suporte psicológico e podem receber visitas de parentes. Mais informações: www.uerj.br

Curso de inverno da Fiocruz aborda Covid-19 na história das epidemias
O Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz, da Fundação homônima (COC/Fiocruz), promove a 5ª edição do seu curso de inverno, que terá como tema “A Covid-19 na história das epidemias: rupturas e continuidades”. Devido às medidas de isolamento social, o evento será realizado no formato de seminário, portanto não haverá inscrição e nem certificação. As apresentações serão transmitidas pela Internet, ao vivo, entre os dias 20 e 24 de julho das 15h às 16h30. A atual pandemia de Covid-19 impôs transformações abruptas no cotidiano de quase um terço da população mundial. Trata-se de um desafio sanitário de dimensões inéditas para o último século, cuja escala é somente comparável ao surto de gripe espanhola em 1918. Contudo, epidemias, assim como seus desdobramentos sociais e econômicos, acompanham a experiência humana em seus mais variados tempos e contextos históricos. Dividido em cinco módulos – cada um dedicado a uma doença e analisado à luz da atual pandemia –, a quinta edição do curso de inverno visa encorajar a reflexão acerca das relações entre a atual pandemia e outras crises sanitárias marcantes na história da saúde no Brasil. Coordenado pelos pesquisadores Ricardo Cabral e Carolina Arouca, o curso discutirá temas como a atuação do poder público, o perfil da população mais vulnerável ao contágio, as possibilidades de identificação e combate do patógeno, ou a natureza dos medicamentos, entre outros. Na Aula 1, a professora Kaori Kodama vai abordar “As epidemias de cólera do século 19 no Brasil: raça, ciência e saúde”. Na aula 2, Tania Maria Fernandes falará sobre “Epidemias de Varíola e Pandemia de Covid: políticas públicas, conhecimento científico e educação popular - diferenças históricas no século 20”. Na aula 3, o tema, a ser apresentado por Eliza Vianna, será “Epidemia de HIV/Aids no Brasil: do estigma às respostas públicas. Na aula 4, será a vez de Lorenna Ribeiro Zem El-Dine e Vanessa P. da Silva e Mello discutirem “As epidemias nas páginas dos jornais: a gripe espanhola e a atuação do Instituto Oswaldo Cruz”. Por sua vez, na aula 5, o pesquisador Jaime Larry Benchimol fará um panorama das “Epidemias de febre amarela no Brasil”. Mais informações: ppghistoriasaude@fiocruz.br e http://www.coc.fiocruz.br/index.php/pt 

UFRJ realiza o evento virtual Festival do Conhecimento
A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) promove, de 14 a 24 de julho, o Festival do Conhecimento UFRJ, um espaço virtual de encontros e trocas da produção científica e cultural da nossa universidade para pensar e ressignificar formas de conectar a comunidade acadêmica durante a pandemia. No ano em que UFRJ faz 100 anos, o evento é um convite a toda comunidade para pensar, refletir e agir no presente urgente, mas também para construir o mundo pós-pandemia. Serão nove dias de atividades virtuais com os mais diversos temas: saúde, ciência, cultura, universidade, sociabilidade, diversidade, inclusão, arte, tecnologia e inovação, entre outros temas. O Festival é aberto e de livre participação, com atividades ao vivo ou gravadas, como debates, minicursos, oficinas e apresentações culturais. Mais informações: www.festivaldoconhecimento.ufrj.br 

Biblioteca de Manguinhos lança 2º Ciclo de Treinamentos Online
A Biblioteca de Manguinhos, integrante da Rede de Bibliotecas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), começa nesta sexta-feira, 26 de junho, o 2º Ciclo de Treinamentos Online em Bases de Dados. O foco será nas fontes de informações da editora Clarivate – Web of Science (abrangendo Kopernio e Publons), o gerenciador de referências Endnote Online, Derwent Innovations Index e Journal Citation Report. Os treinamentos, direcionados a toda a comunidade Fiocruz, também estão abertos a instituições externas e têm foco no novo coronavírus. As bases de dados são importantes recursos disponíveis para os usuários da Biblioteca de Manguinhos, sejam eles da Fundação Oswaldo Cruz ou de instituições externas. Possuem artigos científicos, capítulos de livros, resumos e diversas outras informações de interesse para profissionais de Saúde, pesquisadores, cientistas e alunos de pós-graduação. Devido à pandemia, os treinamentos foram elaborados a partir de simulações de pesquisa que envolvem o novo coronavírus. O primeiro ciclo, já realizado, foi composto por quatro módulos, todas com fontes de informações da editora Elsevier. O 2º Ciclo de Treinamentos terá a duração de quatro semanas, sendo realizada sempre às sextas-feiras, das 15h às 17h. Inscrições podem ser feitas em: https://bit.ly/3do5q1z 

Fórum virtual discute o tema Atividades Remotas e Digitalização
Neste domingo, 28 de junho, o Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharias da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ) promove o oitavo debate do fórum virtual O Brasil após a pandemia. Com o tema “Atividades Remotas e Digitalização - Aumento da Exclusão Social?", o debate terá a participação da jornalista Cora Ronai, do jornal O Globo; do jornalista Marcelo Tas, da TV Cultura; do professor Marcos Cavalcanti, da Coppe/UFRJ; e do professor emérito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Silvio Meira. O evento será mediado pelo professor da Coppe, Luiz Pinguelli Rosa, e será transmitido ao vivo na página da instituição no Facebook (www.facebook.com\Coppe) a partir das 18h. Mais informações: https://www.coppe.ufrj.br

Site reúne iniciativas humanitárias e conteúdo científico referentes à Covid-19
Alunos do Departamento de Informática do Centro Técnico Científico da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (CTC/PUC-Rio), orientados pelo professor Sérgio Lifschitz, criaram o site Sistema Online de Iniciativas e Doações, com o mapeamento de ações humanitárias que estão atuando durante a pandemia do novo coronavírus, conteúdo científico e pesquisas a respeito de projeções da doença. O site, que reúne diversas instituições, é dividido em quatro partes: campanhas de arrecadação, rede solidária, fontes confiáveis e informações científicas de conteúdos confiáveis. Ele conta com 24 iniciativas, sete fontes listadas como confiáveis e oito pesquisas científicas publicadas. Entre as iniciativas estão: SOS Favela, do setor de campanhas de arrecadação; Cestas Básicas - Luize e Patrícia Valente, da parte de rede solidária; a Fundação Oswaldo Cruz como uma das fontes confiáveis e o estudo "Tendências da evolução do Covid-19 no mundo", na categoria de informações científicas.

Debate virtual aborda perspectivas para intelectuais indígenas na academia
O Observatório Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), realiza nesta sexta-feira, 26 de junho, o debate "Povos indígenas na produção de conhecimento: por uma saúde não silenciada". O encontro virtual, que será transmitido pelo canal da Fiocruz no YouTube das 14h às 16h, abordará as perspectivas e trajetórias indígenas no ensino superior e na pesquisa. O evento marca o lançamento de duas chamadas públicas voltadas para pesquisadores indígenas de toda a América Latina, que sejam autores principais dos trabalhos. Para participar das chamadas, os autores indígenas precisam submeter os trabalhos até 30 de agosto, pelo email: vozes.indigenas.fiocruz@gmail.com, seguindo as orientações dos editais. Mais informações: https://bit.ly/31tMfRN

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes