O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Secti e FAPERJ ampliam esforços no combate à Covid-19
Publicado em: 07/05/2020

Secti e FAPERJ ampliam esforços no combate à Covid-19

Por Ascom Faperj*

Jerson Lima: presidente da FAPERJ irá
conduzir os trabalhos da nova Comissão

Por iniciativa da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da FAPERJ, foi criada nesta quarta-feira, dia 6 de maio, comissão encarregada de colaborar com estratégias e táticas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Composta de expoentes de várias instituições fluminenses, a Comissão irá atuar na geração e análise de evidências em áreas como Medicina, Epidemiologia, Virologia, Biotecnologia, Inteligência Artificial e Economia. O presidente da FAPERJ, Jerson Lima, fará a coordenação dos trabalhos do grupo.

Instituída por decreto publicado no Diário Oficial, a “Comissão Ciência RJ no Combate à COVID-19” (ComCiênciaRJCOVID) teve sua primeira reunião nesta quinta-feira, dia 7 de maio. O grupo irá trabalhar em frentes como a adesão em massa da população ao isolamento social e o acesso a testes diagnósticos moleculares e sorológicos até a formulação de vacinas e análises prospectivas para o retorno à normalidade econômica.

“Estamos num momento em que, tão importante quanto manter as regras do distanciamento social e as medidas de higiene para salvar vidas, é fundamental produzir alternativas para um desenvolvimento socioeconômico integrado para o estado do Rio de Janeiro”, afirmou o governador Wilson Witzel. Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Rodrigues, o conhecimento aportado pela Comissão servirá para avaliar as ações emergenciais que precisam ser tomadas, além de definir soluções eficazes para a volta à normalidade. “A Secti e a FAPERJ vão gerar informações e cenários que ajudem a sociedade e os setores produtivos a superar os efeitos da pandemia”, afirmou o secretário.

O presidente da FAPERJ lembra que, desde janeiro, a Fundação começou a elaborar ações para enfrentar o novo coronavírus. Em março, com a decretação da pandemia pela OMS e o a surgimento de um crescente número de casos no estado e no Brasil, a FAPERJ lançou chamadas emergenciais para projetos de pesquisa e inovação para combate à COVID-19, incluindo uma chamada para formação de cinco redes. “O decreto do governador vem reafirmar mais uma vez a importância da Ciência para atacar os problemas de curto, médio e longo prazo da pandemia. Como em outras grandes crises da humanidade, a Ciência deverá ter um papel fundamental não só em trazer soluções, de terapias a vacinas, como guiar o melhor caminho a ser adotado pelas nações para lidar com as consequências não só para a saúde pública, como para a economia e para a proteção dos menos protegidos socialmente”, disse Jerson Lima.

Entre as ações, será implementado um levantamento inédito, via formulário eletrônico, para avaliar o grau de subnotificação no estado, dado fundamental para definir as medidas de contenção e a distribuição dos recursos do sistema de saúde. Até a terça-feira, dia 5 de maio, o estado do Rio contabilizou 12.391 casos confirmados da doença, com 1.123 óbitos decorrentes da COVID-19.

Sobre a ComCiênciaRJCOVID
A Comissão prestará consultoria nas ações de vigilância, avaliação de terapias, saída controlada do isolamento, monitoramento com ferramentas de tecnologia da informação e a participação do Estado no esforço nacional e mundial para produção de equipamentos médicos, como respiradores, insumos farmoquímicos e de EPI (equipamento de proteção individual), desenvolvimento de vacinas e estratégias para economia e mercado de trabalho.

Composição:

- Jerson Lima Silva – Presidente (FAPERJ, UFRJ, ANM, ABC)
- Leonardo Rodrigues, secretário de Ciência, Tecnologia e inovação (Secti) 
- Maria Isabel de Castro de Souza (Secti, Uerj)
 - AmilcarTanuri (UFRJ, ABC)
- Armínio Fraga Neto (Gávea Investimentos)
- Daniel Tabak (ANM)
- Paulo Niemeyer (IECPN e ANM)
- Marcos Freire (Fiocruz-Biomanguinhos)
- PatriciaBozza (Fiocruz)
- Margareth Dalcomo (Fiocruz)
- Roberto Medronho (Iesc/UFRJ)
- Marcelo Gattass (PUC, Tecgraf-Embrapii – inteligência artificial)
- Edson Watanabe (Coppe/UFRJ)
- Bruno Leonardo Barth Sobral (Faculdade de Ciências Econômicas/Uerj)
- Carlos Frederico Leão Rocha (Vice-Reitor/UFRJ, Economia)
- Vitor Ferreira (UFF, ABC, FAPERJ)
- Eliete Bouskela (Uerj, ABC e Diretora Científica/FAPERJ)
- Mauricio Guedes (Diretor de Tecnologia/FAPERJ)

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes