O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas – Semana de 7 a 13 de novembro de 2019
Publicado em: 07/11/2019

Notas – Semana de 7 a 13 de novembro de 2019

Diálogos da Inovação discute o impacto social do uso dos dados
A próxima edição do Diálogos da Inovação, prevista para quarta-feira, dia 13 de novembro, às 16h, na Casa Firjan, vai apresentar como tema os impactos sociais do uso de dados na sociedade contemporânea. Na ocasião, haverá o lançamento da pesquisa “Perfil de Inovação da Indústria Fluminense da Firjan”, por Joana Siqueira. Também ocorrerá o lançamento do Movimento Data For Good no Rio, por Ana Addobbati, diretora-executiva da Social Good Brasil. Serão palestrantes, ainda, o CEO do Centro de Operações do Rio, Alexandre Cardeman; a cofundadora da startup de ciência de dados Twist, Laura Moraes; o coordenador de monitoramento e avaliação do Impulsiona Educação Esportiva, Pedro Sarvat; e a coordenadora de Pesquisas Institucionais da Firjan, Joana Siqueira. A moderadora do evento será a jornalista e especialista em Projetos Especiais da Firjan, Julia Zardo. O Diálogos da Inovação é uma parceria FAPERJ-FIRJAN. A Casa Firjan fica na Rua Guilhermina Guinle, 211, em Botafogo. Mais informações: https://www.firjan.com.br//eventos/dialogos-da-inovacao-o-impacto-social-dos-dados.htm 

Vazamento de óleo no Nordeste é tema de debate na UFRJ e de pesquisa na Uerj
Na próxima segunda-feira, dia 11 de novembro, o Fórum de Ciência e Cultura (FCC) e o Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe), ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), promovem o debate “Brasil manchado de óleo”, sobre o vazamento que, há mais de dois meses, vem contaminando as praias do litoral nordestino. Participarão do debate a vice-diretora da Coppe, Suzana Kahn; o pesquisador Luiz Landau, vinculado ao Laboratório de Métodos Computacionais em Engenharia (Lamce) e coordenador dos estudos que detectaram a origem provável do vazamento; o biólogo da UFRJ Rodrigo Leão de Moura, também coordenador da Rede Abrolhos; e a pescadora quilombola Eliete Paraguassu, da Ilha da Maré (BA), que integra a Articulação Nacional das Pescadoras e o Movimento de Pescadores e Pescadoras. O debate será mediado pelo ex-diretor da Coppe, Luiz Pinguelli Rosa, e se integra às atividades do curso “Desastres e mudanças climáticas: construindo uma agenda", que vem sendo realizado pelo Colégio Brasileiro de Altos Estudos (CBAE), órgão vinculado ao FCC, ao longo deste semestre. O evento, que é aberto ao público, acontecerá na Avenida Rui Barbosa, 762 às 17h30. Mais informações: www.forum.ufrj.br. Já pesquisadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) vão monitorar vazamento de óleo que atingiu Abrolhos. Os equipamentos que a Uerj tem instalados no fundo do mar no Parque Nacional de Abrolhos, no sul da Bahia, vão permitir o monitoramento do óleo que contaminou várias praias do Nordeste e que chegou ao arquipélago. Uma equipe liderada pelo biólogo Eduardo Sodré, pós-doutor em Geociências, que atua no Laboratório de Radioecologia e Mudanças Globais (Laramg) do Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes (Ibrag), vai instalar uma nova armadilha eletrônica de captura de sedimentos no fundo do mar, programada para fazer coletas a cada 15 dias. O equipamento foi programado para operar por seis meses e após este período será retirado para coleta do material, manutenção e reprogramação. A instalação do equipamento já estava previsto, mas agora ele irá colher amostras de água para comparar com os resultados das coletas que foram feitas anteriormente à chegada do vazamento de petróleo. Desde 2015 uma equipe de pesquisadores, liderada por Heitor Evangelista, monitora o impacto da chegada dos rejeitos da lama da Samarco sobre os corais da região e agora vão pesquisar os possíveis impactos que forem gerados pelo óleo.

Legado de Celso Furtado é assunto de debate na Uerj
O Núcleo de Identidade Brasileira e História Contemporânea da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (NIBRAHC/Uerj) apresenta na próxima quarta-feira, dia 13 de novembro, a partir das 10h, o seminário “Celso Furtado – Um intelectual que pensou o Brasil”. O evento faz parte das celebrações dos 100 anos de nascimento do autor, que se completam em 2020. As mesas serão compostas por grandes nomes do meio acadêmico e as discussões terão como pautas o desenvolvimento, a cultura e o planejamento. A atividade, que conta com o apoio de outras instituições, será a segunda de uma série de debates que promove o pensamento Furtadiano entre professores, especialistas e estudantes. Na mesma ocasião, o Centro Internacional Celso Furtado lançará uma edição comemorativa de um clássico do autor sobre a economia latino-americana, com a presença da jornalista Rosa Freire D’Aguiar, viúva de Celso Furtado. Furtado foi um intelectual brasileiro de renome internacional com livros publicados em mais de 20 idiomas que marcaram época na temática desenvolvimento econômico. Sua obra foi principalmente dedicada a tratar as questões do subdesenvolvimento das economias periféricas com ênfase na superação da pobreza e da desigualdade a partir da análise das estruturas históricas locais. Nascido em 1920, no Sertão Paraibano, o pensador integrou a Cepal/ONU e foi o principal responsável, em 1959, pela criação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Foi também Ministro do Planejamento do Governo João Goulart e teve seus direitos políticos cassados, vivendo alguns anos em exílio. Na redemocratização, Furtado também ocupou o cargo de Ministro da Cultura do governo Sarney. Faleceu no Rio de Janeiro em 2004 com 84 anos. O evento, que tem a coordenação dos professores Oswaldo Munteal e Helena Rossi, acontece no 9º andar – bloco F – auditório 91, campus Maracanã. Mais informações: celsofurtado100anos@gmail.com e https://www.uerj.br/agenda/8629/ 

Exposição comemora os 170 anos de nascimento de Rui Barbosa
Como parte das comemorações dos 170 anos de nascimento de Rui Barbosa (1849-2019), patrono da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), o Museu Casa de Rui Barbosa inaugurou na última terça-feira, dia 5 de novembro, a mostra temporária “Rui Barbosa 170 anos”. A mostra apresenta objetos do acervo que não participam do circuito museográfico tradicional e documentos arquivísticos de gênero textual e iconográfico referentes ao jurista (e sua família) – uma seleção que registra parte de sua atuação político-social e de sua vida privada e cultural. “Rui Barbosa 170 anos” fica em cartaz até 2 de fevereiro de 2020. A visitação pode ser realizada de terça a sexta-feira, das 10h às 17h30; e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h, com a última entrada 30 minutos antes do fechamento. Toda última terça-feira útil do mês, das 10h às 20h. O museu não funciona às segundas-feiras. Mais informações: http://www.casaruibarbosa.gov.br

VideoSaúde, da Fiocruz, divulga filmes que fazem parte da programação de novembro
Neste mês de novembro, a VideoSaúde – distribuidora de materiais audiovisuais da área de saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – vai exibir algumas produções que fizeram parte da VI Mostra VideoSaúde. A cerimônia de premiação aconteceu no dia 24 de outubro, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), realizada na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Todos os filmes inscritos passarão a compor o acervo audiovisual da VideoSaúde. Na programação, está o filme Simbiose, vencedor do prêmio de melhor média-metragem, que conta a história da parteira, pernambucana, Maria dos Prazeres de Souza. Outro filme premiado, incluído na programação, é Diálogos entre saberes e sistemas de cura que ganhou uma das indicações de menção honrosa do júri. Destaca o projeto Xingu na produção do conhecimento voltada para o campo da saúde indígena. Já Perfil: Guido Carlos Levi, premiado como melhor curta-metragem, busca esclarecer os benefícios das vacinas e fala da recusa à vacinação no Brasil. O segundo premiado com menção honrosa é A beleza do crepúsculo. Aborda o envelhecimento através da fala de alguns dos moradores do Morro do Dendê, no Rio de Janeiro. O curta Corações paraibanos recebeu o prêmio júri popular. Traz a trajetória da Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba, no atendimento a seus pacientes. Já Plantão Judiciário, também integrante da VI Mostra, registra a rotina de pessoas à procura do plantão judiciário, do Rio de Janeiro, para conseguir atendimento médico. O filme Brasil aqui tem SUS – Perus registra o trabalho realizado, com jovens, no município de Perus, S. Paulo, envolvendo-os em atividades como a dança, resultando em boas experiências para as escolas. Finalizando, a programação especial, o documentário Mboraihu - o espírito que nos une com saberes e práticas indígenas. O Programa VideoSaúde vai ao ar às 22h30, segundas-feiras pelo Canal Saúde (TV digital 2.4 Rio e Brasília | 62.4 São Paulo | on-line ), com diferentes reprises ao longo do mês. Mais informações: https://www.icict.fiocruz.br/videosa%C3%BAde-programa%C3%A7%C3%A3o-de-novembro-de-2019

Instituto de Letras da Uerj promove encontro sobre histórias em quadrinhos
O Instituto de Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) realizará, nos dias 12 e 13 de novembro, das 13h às 15h, mais uma edição dos Encontros com a Literatura Infantojuvenil, desta vez com o tema “Histórias em Quadrinhos e práticas leitoras”. No primeiro dia do evento, Gabriel Braga apresentará “Kamala Khan: novos heróis desbravando o rio da Marvel”; Miguel (Mig) Mendes, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), falará sobre “Aventuras e Desventuras na cidade grande”;  Jhonatan Rodrigues, também da Uerj, apresentará “Literatura para ler... Literatura para ver: reverberações no discurso literário na estrutura do mangá The legend of Zelda:  acarina of time” e Thayane Gaspar Jorge discorre sobre “A vellina velha: recontando o nacionalismo galego para o público infantil e juvenil”. Dia 13 é a vez de Tuane Silva abrir o encontro com “Esoterismo e feitiço, a bruxa contemporânea em W.I.T.C.H”. Em seguida, Juliana Gama mostra o “Projeto Grrrampo e o processo de criação de fanzines”; e Elebert Agostinho, do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet-RJ) encerra com “Enquadramento da cidade ou uma cidade em quadrinhos”. O evento acontece na RAV 114 e na sala 11.054, no 11º andar. Inscrições: pelo e-mail encontroslij@gmail.com . Mais informações: www.uerj.br 

Uezo realiza a III Semana da Consciência Negra
Com uma programação gratuita que inclui palestras, oficinas e apresentações culturais, o Centro Universitário da Zona Oeste (Uezo) vai realizar, nos dias 25, 26 e 27 de novembro, a III Semana de Consciência Negra da Uezo. As atividades serão realizadas no Auditório Daniel Silva, na Av. Manuel Caldeira de Alvarenga, nº 1.203, Prédio I, 2º andar, em Campo Grande. As inscrições podem ser feitas pelos links: Cadastro MonitoresParticipantes. Veja o cartaz com a programação completa em https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdETRiQeWZW7BGrq1cFnykLUU4gpikmko7zPgUICGpjQHymnA/viewform . Mais informações: http://www.uezo.rj.gov.br/

Uenf promove Roda de Conversa sobre Saúde Mental
A Universidade Federal do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) vai realizar na próxima segunda-feira, 11 de novembro, das 18h às 20h, na sala 114 do miniauditório do Centro de Ciências do Homem (CCH), a primeira Roda de Conversa sobre Saúde Mental na instituição. Dirigido a alunos da universidade, o evento é uma atividade do projeto de extensão "Reflexões sobre a Saúde Mental dos Estudantes Universitários em Rodas de Conversa", coordenado pelo professor Leonardo R. Miguel, com co-coordenação da professora Verusca Moss Simões dos Reis. A Roda de Conversa será comandada por duas psicólogas e terá um total de dez alunos. O objetivo da atividade é proporcionar um espaço de acolhida e escuta das falas dos estudantes a respeito de suas experiências cognitivas, afetivas e psicológicas com o cotidiano universitário e os nexos deste com suas próprias vidas. Os alunos serão estimulados a falar sobre as dificuldades, desafios e alternativas para lidar com os impactos do ingresso e a permanência na universidade. A fala, a escuta e a troca de experiências na roda de conversa são tomados como procedimentos para abordar as angústias, queixas e sofrimentos psíquicos em geral. A reflexão coletiva e autorreflexão sobre esses tópicos ajudam a revelar, encarar e abordar os problemas relativos ao tema – saúde mental na vida universitária – e suas nuances. No final de novembro, deverá ser realizada outra Roda de Conversa, desta vez aberta aos servidores técnicos e docentes da Uenf. Mais informações: http://www.uenf.br/portal/index.php/br/

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes