O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Aplicativo ensina inteligência emocional em microcursos interativos
Publicado em: 17/10/2019 | Atualizado em: 18/10/2019

Aplicativo ensina inteligência emocional em microcursos interativos

Juliana Passos

Template de um dos cursos disponibilzados
pelo aplicativo MentorApp (Fotos: Divulgação)

Até 2021, cerca de sete milhões de vagas de trabalho serão cortadas e substituídas por robôs. Para 2030, as estimativas do Fórum Econômico Mundial é que existam 800 milhões de desempregados no mundo. Atenta às mudanças no mundo de trabalho e à relevância dada às competências comportamentais – também chamadas de soft skills –, a engenheira da computação e empreendedora Marcilene Scantamburlo Fonseca desenvolveu um novo aplicativo, denominado MentorApp, que oferece cursos interativos de curta duração para ensinar as soft skills exigidas no mercado, como inteligência emocional, trabalho em equipe, gestão de tempo, criatividade e liderança. A engenheira da computação atua no mercado de aplicativos e da educação há duas décadas e seu novo empreendimento foi contemplado pelo programa Startup Rio, da FAPERJ.

“Os números são bastante impactantes e acreditamos que as pessoas precisam se desenvolver agora para conseguirem permanecer em um mercado cada vez mais competitivo. Às vezes são excelentes técnicos, mas não sabem trabalhar em equipe, não conseguem trabalhar dentro dos preceitos da comunicação não violenta e não têm características que estão sendo tão importantes quanto à eficiência técnica”, avalia Marcilene, CEO da startup Mentor App Inovação e Tecnologias Educacionais.

A ideia do MentorApp surgiu há cerca de quatro anos, quando Marcilene começou a trabalhar com projetos em inteligência artificial e estar em contato com os dilemas da indústria 4.0, já em curso, que prevê a substituição da mão de obra humana em trabalhos mecânicos pela inteligência artificial. Por outro lado, as funções exercidas por humanos estão exigindo mais pró-atividade. “Algumas pessoas fazem atividades tão automatizadas que não pensam no cliente e o quanto isso é importante, tanto de forma positiva quanto negativa”, comenta.

Atualmente, o foco das vendas da startup são as empresas, já atentas à necessidade de desenvolver essas competências, apesar dos produtos também estarem disponíveis para o consumidor final. Os serviços oferecidos pela MentorApp para as empresas vão desde  módulos específicos dos cursos voltados para o desenvolvimentos de soft skills, serviços de avaliação de desempenho, ou o pacote completo, com todos esses produtos.

Os serviços são realizados de forma remota e a empresa receberá da MentorApp o relatório de desempenho de cada funcionário. Os cursos estão montados em formato de pílula e têm a duração de cinco minutos diários. A estrutura dos cursos também foi elaborada em formato games para gerar mais engajamento. A preocupação em fazer conteúdos curtos e interativos leva em conta que a capacidade de atenção do ser humano tem diminuído com o tempo.

O conteúdo de cada curso foi desenvolvido com parceiros para cada uma das áreas. Após a conclusão das lições, com duração média total de uma hora, o usuário receberá exercícios e desafios para cumprir. “Pode ser desde assistir um pequeno vídeo, até sorrir para tantas pessoas ao longo do seu dia”, explica a CEO.

Para Marcilene Fonseca, as competências comportamentais
serão decisivas para a manutenção dos empregos no futuro

Mestre em Ciência da Computação e educadora no ensino superior há mais de 16 anos, a empresária já perdeu a conta de quantos sistemas criou e de quantos alunos presenciais e a distância já formou. “A MentorApp é fruto de tudo que já fizemos ao longo dos anos. Tudo que eu fiz até hoje foi para me levar para esse caminho, e esse desenvolvimento tem um impacto muito grande na vida das pessoas”, conta.

A MentorApp começou oficialmente no final de 2018 e já foi selecionada em vários editais de inovação, entre eles uma iniciativa da IBM, o BNDES Garagem e o Inovativa Brasil. O Startup Rio é uma iniciativa público-privada do Estado do Rio de Janeiro e parceiros para fomentar a cultura de empreendedorismo, que conta com o apoio da FAPERJ e da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Recentemente a empresa também foi contemplada pelo edital Apoio à Inserção de Pesquisadores nas Empresas, da FAPERJ.

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes