O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Altas pressões: nova tecnologia preserva alimentos e pode purificar derivados de sangue
Publicado em: 30/09/2004

Altas pressões: nova tecnologia preserva alimentos e pode purificar derivados de sangue

O Brasil está entre os países líderes no desenvolvimento de uma nova tecnologia para conservação de alimentos que, submetidos a alta pressão, preservam o sabor e as características nutricionais. No mundo, estão à frente nessa linha de pesquisa o Brasil, o Japão e países europeus.

 

No Rio de Janeiro, vários dos pesquisadores envolvidos com estes estudos recebem diversos tipos de apoio da FAPERJ, entre eles o Diretor Científico da Fundação, Jérson Lima Silva, e Amaury Rosenthal, chefe da Embrapa Agroindústria. Ambos participaram da 3 Conferência Internacional de Biociências e Biotecnologia em Altas Pressões – evento que teve o apoio da FAPERJ e reuniu pesquisadores de todos os países onde o assunto é estudado.

 

Além de preservar alimentos com vantagem em comparação à pasteurizaçao térmica, a alta pressão também tem aplicações biomédicas, como mostra um dos trabalhos em curso no Departamento de Bioquímica Médica, do qual Jérson Lima Silva faz parte. O trabalho mostrou que a alta pressão destrói o vírus da Aids de amostras de sangue. Esta propriedade pode ser aplicada, por exemplo, na descontaminação de sangue e derivados.

 

Veja a programação completa da 3 Conferência Internacional de Biociências e Biotecnologia em Altas Pressões no site :

 

http://www.bioqmed.ufrj.br/hpbb2004/

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes