O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas – Semana de 24 a 30 de agosto de 2017
Publicado em: 24/08/2017

Notas – Semana de 24 a 30 de agosto de 2017

Representantes da comunidade acadêmica debatem, em
audiência pública realizada na Alerj, proposta do repasse 
de
duodécimos para a FAPERJ
(Foto: Octacilio Barbosa) 

Comissão de Educação da Alerj discute proposta de repasse de duodécimos para a FAPERJ
A possibilidade de alteração da liberação dos recursos do orçamento estadual por meio de duodécimos para a FAPERJ – a exemplo do que ocorre com a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), que recebe pagamentos mensais obrigatórios determinados pela Constituição do estado – foi o tema de audiência pública da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), realizada na manhã desta quarta-feira, 23 de agosto, no Palácio Tiradentes. Atualmente, tramita na Alerj a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 47/17, que garante, caso aprovada, o repasse de duodécimos para as instituições de ensino superior público do estado do Rio de Janeiro – Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e Universidade Estadual da Zona Oeste (Uezo). O objetivo é que a FAPERJ também seja incluída na PEC, que ainda precisa ser votada e aprovada na Alerj. O texto está recebendo emendas pelos deputados. A iniciativa deve-se ao atual cenário econômico-financeiro pelo qual passa o Estado do Rio de Janeiro. Este ano, somente 17% do orçamento previsto foi repassado à Fundação. A sessão foi mediada pelo deputado Comte Bittencourt (PPS), presidente da Comissão. Participaram do debate o presidente em exercício da FAPERJ, Jerson Lima Silva; o ex-presidente da FAPERJ e subsecretário da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (Sectids), Augusto C. Raupp, representando o secretário Gustavo Tutuca na audiência; o sub-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da Uerj, Egberto Gaspar de Moura; a vice-reitora da Uezo, Luanda Silva de Moraes; o reitor da Uenf, Luis Passoni; o diretor de Pesquisa da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), Anderson Teodoro; o diretor do Instituto Oswaldo Cruz, Paulo Leite; o conselheiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Adalberto Cardoso; o presidente da Fundação Cecierj/Consórcio Cederj, Carlos Eduardo Bielschowsky; além de diversos outros representantes da comunidade científica e tecnológica. Também estiveram presentes na reunião os deputados Waldeck Carneiro (PT), Dr. Julianelli (Rede), Tio Carlos (SDD) e Paulo Ramos, Flávio Serafini e Eliomar Coelho, todos do Psol.

Universidades brasileiras participam de cruzeiro científico
Um cruzeiro científico foi realizado em 26 de julho e cobriu a Margem Equatorial, entre o Amapá e o Maranhão, coletando importantes dados para a oceanografia. Pesquisadores de seis instituições brasileiras: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ); Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe); Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ); Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes); e Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em parceria com o Woods Hole Ocenographic Institution (EUA), percorreram mais de 4.000 quilômetros a bordo do navio oceanográfico “Alucia”, durante 15 dias, acompanhados por um oficial da Marinha do Brasil. Nesse cruzeiro, foram adquiridos dados geofísicos, físico-químicos, biológicos e radiométricos na região do recém-descrito sistema recifal da Foz do Amazonas. Além disso, foram realizadas mais de 20 horas de observações a bordo de dois submersíveis, em profundidades de até 400 metros. “Mergulhar no Cânion do Rio Amazonas a 300 m de profundidade por cerca de três horas e registrar em foto e vídeo a vida tipicamente marinha lá encontrada foi uma experiência única”, declara Gilberto Amado, do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro e Cientista do Nosso Estado da FAPERJ. Dentre os principais resultados desse esforço está a caracterização de vales e cânions ainda não mapeados, registros de esponjas e peixes até então desconhecidos na região, estudos do plâncton associado à mistura das águas do mar e do maior rio do planeta, imageamento das bioconstruções carbonáticas e algas calcárias, e caracterização bio-óptica da região. As atividades foram complementadas por imagens de satélites recebidas no navio em tempo real. Os resultados, ainda inéditos, fornecerão um panorama detalhado sobre a estrutura dos recifes e das comunidades biológicas a eles associadas.

Coppe promove encontro sobre inovação com diretores de instituições estrangeiras
A Coppe – Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – receberá na próxima terça-feira, dia 29 de agosto, o diretor-adjunto da National Science Foundation (NSF), James Kurose, e o diretor-executivo do Laboratório de Open Networking, da Universidade de Stanford (EUA), Guru Parulkar. Os pesquisadores participarão de um encontro com professores e alunos da Coppe, para falar sobre inovação. Aberto ao público, o debate terá início, às 15h, no auditório da Coppe, no Centro de Tecnologia 2 – Rua Moniz Aragão, 360. O encontro será mediado pelo professor Edmundo Albuquerque de Souza e Silva, do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação (PESC) da Coppe. Mais informações: http://www.coppe.ufrj.br 

CTC/PUC-Rio apresenta novo currículo para graduação em Ciência da Computação
O Departamento de Informática do Centro Técnico Científico da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (CTC/PUC-Rio) reformulou a grade curricular do curso de Ciência da Computação, depois de um ano de debates com alunos e professores. O curso ficou mais dinâmico ao oferecer uma gama de matérias eletivas e inserir novas disciplinas, permitindo com isso que os alunos tenham maior flexibilidade para optar por um viés mais técnico ou acadêmico na graduação. Paralelamente, o curso de Sistemas de Informação não abrirá novas turmas. Todas estas mudanças valem para o Vestibular PUC-Rio 2018, cujas inscrições vão até 11 de setembro, e oferece 40 vagas para Ciência da Computação. Mais informações: http://www.inf.puc-rio.br

Espaço Ciência Viva dedica esse sábado para desvendar os exames laboratoriais
Nesse sábado, 26 de agosto, das 14h às 18h, o Espaço Ciência Viva (ECV) (Av. Heitor Beltrão, 321, Tijuca) realizará o Sábado da Ciência - Desvendando Exames: A Ciência no Laboratório Clínico. No evento deste mês, serão explorados os diversos setores de análises clínicas, revelando a importância dos exames laboratoriais para a nossa saúde. Como de costume, o evento será composto por diversos módulos interativos que trabalharão vários aspectos, desde o funcionamento do corpo humano e os materiais de análise (sangue, urina, fezes) até as técnicas básicas de diagnóstico. Lembrando que algumas doenças podem ser prevenidas ou tratadas com base nos resultados destes exames. Dentre as atividades realizadas, será possível aprender o que o resultado de um exame de sangue, também chamado de hemograma, pode revelar sobre o nosso corpo, além de conferir como são feitos os exames de glicose e colesterol. As oficinas e experimentos interativos contarão com a parceria de alunos, professores, técnicos e pesquisadores de diversas instituições parceiras do ECV, especialistas no tema. Mariano Gustavo Zalis, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e diretor P&D na Progenetica Diagnóstico Molecular proferirá a palestra Novas abordagens no diagnóstico molecular na oncologia: Era da medicina de precisão, às 16h30. A entrada é franca. Mais informações: (21) 2224-0599, museu@cienciaviva.org.br e www.cienciaviva.org.br

Minotauro, robô da RioBotz, vira brinquedo nos Estados Unidos
Após uma longa jornada de premiações, incluindo o título de robô mais destruidor da BattleBots, e de conquistar para a equipe RioBotz, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), em 3º lugar na competição, o Minotauro virou um brinquedo. Capaz de  arremessar seus adversários para o alto, graças ao tambor dourado que gira a 10 mil rotações por minuto, o brinquedo, por enquanto, é apenas distribuído nos Estados Unidos. Mais informações: http://www.ctc.puc-rio.br

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email Compartilhar no WhatsApp
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes