O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Prorrogado prazo de inscrição no edital Programa de Apoio ao Desenvolvimento da TI
01/12/2016

Prorrogado prazo de inscrição no edital Programa de Apoio ao Desenvolvimento da TI

Lançado pela FAPERJ em 13 de outubro, a 5ª edição do Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Tecnologia da Informação teve seu período de inscrições – que terminava em 1º de dezembro – prorrogado para 5 de janeiro de 2017. Pela primeira vez o edital contempla a criação de equipamentos e soluções inovadoras para aplicação em cidades inteligentes e sustentáveis. Ao ampliar o projeto, a FAPERJ pretende estimular o desenvolvimento de tecnologia no estado do Rio de Janeiro para gerar mais eficiência nas operações urbanas e aumentar a qualidade de vida de seus habitantes.

A ideia é fomentar projetos que busquem a integração entre dados públicos para o benefício da população. Entre os temas de interesse do programa, consta o desenvolvimento de soluções que utilizam a Internet das Coisas para gerenciar o consumo de energia e os serviços de transporte, como utilizar o GPS do ônibus para saber quanto tempo resta para o veículo chegar ao ponto. A informação pode estar disponível nas próprias paradas de ônibus para auxiliar os usuários que aguardam ou mesmo ser fornecida por meio de um aplicativo para smartphone àqueles que pretendem se dirigir ao ponto em horário próximo ao programado para a chegada do veículo. “Para isso, é preciso desenvolver a conectividade para congregar bases de dados diferentes e tornar o Rio mais inteligente”, explica Marcos Alberto Neme Ferreira, assessor da Diretoria de Tecnologia da FAPERJ.

O edital também estimula a proposta de soluções de gerenciamento sustentável de energia, um caminho que já é tendência no mundo. Soluções para condomínios, por exemplo, que podem gerar energia solar e trocar créditos com a concessionária do município quando o consumo for menor do que a quantidade de energia gerada. “Basta desenvolver um equipamento para realizar o balanço entre o que foi gasto e o que o condomínio produziu. É importante frisar que o programa da FAPERJ busca estimular soluções inovadoras para tornar o estado mais economicamente desenvolvido e sustentável”, ressalta Marcos Neme, acrescentando que as propostas submetidas devem buscar desenvolver soluções novas e criativas, evidenciar relevância imediata para a sociedade, apresentar potencial para impacto econômico, realizar teste piloto ou produzir protótipo.

As propostas podem abranger diversas áreas. Além do desenvolvimento de soluções para a promoção de cidades inteligentes e para fomentar o uso de dados públicos em prol da sociedade, o edital aborda o desenvolvimento de soluções para agricultura – como monitoramento da temperatura do ar, do solo, velocidade do vento, umidade, radiação solar, probabilidade de chuva, umidade das folhas e coloração das frutas – e aplicações da Internet das Coisas na área de saúde. Também incentiva a submissão de projetos de apoio a processos de capacitação na apropriação e no uso das Tecnologias da Informação e Comunicação, abrangendo o corpo discente e/ou o corpo docente dos níveis médio, técnico e superior, com foco na convergência digital, Internet das Coisas e aplicações para cidades inteligentes; e o desenvolvimento de equipamentos de baixo custo com interfaces inovadoras para plataformas fixas ou móveis.

O edital destina investimento de R$ 15 milhões no financiamento dos projetos – cinco vezes mais do que os R$ 3 milhões previstos na última chamada pública para o programa em 2014. Cada projeto recebe até R$ 500 mil, liberados em duas parcelas. Podem ser proponentes empresas brasileiras sediadas no estado do Rio de Janeiro, sociedades cooperativas, inventores independentes e empresários individuais. 

A verba disponibilizada pelo edital pode custear despesas de capital – como a aquisição de materiais permanentes e equipamentos, obras de infraestrutura e instalações – e o custeio de serviços de terceiros, com caráter eventual, inclusive para a manutenção de equipamentos e para a realização de reparos e adaptações de bens imóveis; material de consumo; despesas de importação (com limites estabelecidos no edital); além de despesas operacionais e administrativas relativas à execução do projeto.

A divulgação do resultado preliminar está prevista para ocorrer a partir de 2 de março. A divulgação do resultado final será a partir de 6 de abril de 2017.

Confira o edital Apoio ao Desenvolvimento da Tecnologia da Informação no Estado do Rio de Janeiro – 2016.

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email Compartilhar no WhatsApp
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes