O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Surdonews: Comunicação sem barreiras
Publicado em: 21/07/2016

Surdonews: Comunicação sem barreiras

Danielle Kiffer

Roberta: idealizadora de proposta para ampliar
o conhecimento dos surdos (Fotos: Reprodução) 

Para não permitir que a falta de informação seja um fator para o isolamento e a inacessibilidade da comunidade surda, a jornalista e pesquisadora Roberta Savedra Schiaffino, do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis (IBqM), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), criou o Surdonews. Trata-se de uma página no Facebook com notícias atuais, apresentadas por surdos em Libras. “Surdos não oralizados – aqueles que não falam e não utilizam próteses auditivas ou implantes –, por exemplo, por não utilizarem essas tecnologias, acabam por perder toda a noticia falada. Com isso, ficam desinformados a respeito do que está acontecendo a seu redor. O Surdonews foi criado como uma forma de reverter esse quadro", explica Roberta. A iniciativa faz parte do Projeto Surdos-UFRJ, que visa a inclusão científica dos surdos e é coordenado por Vivian Rumjanek, Cientista do Nosso Estado, da FAPERJ, e pesquisadora da área de imunologia e oncobiologia do IBqM.

A ideia de criar o projeto surgiu quando Roberta ainda cursava o mestrado. Para isso, ela procurou traçar um diagnóstico do conhecimento informal entre as pessoas com surdez. Ela entrevistou 50 alunos surdos do ensino fundamental e viu que eles tinham muita dificuldade em ler, além de não captar a notícia falada. “Isso é muito grave, pois 90% do saber de um indivíduo vem do conhecimento informal, adquirido em feiras científicas, conversas, cinema, teatro, incluindo a mídia, por todas as suas possibilidades disseminadoras”, explica a pesquisadora. Por isso, durante o doutorado, ela pesquisou quais seriam as melhores formas de abordar as notícias para os surdos e, assim, criou o Surdonews, que é periodicamente atualizado e divulgado. 

O canal do Facebook é atualizado periodicamente
com notícias apresentadas em Libras

Roberta, que também é surda profunda e sua equipe, composta de três surdos sinalizantes, que usam a Língua Brasileira de Sinais  (Libras) como primeira língua: dois apresentadores e um editor, além de um profissional de tradução e interpretação, que faz a adaptação da linguagem escrita para Libras. De acordo com Roberta, a "tradução" da linguagem falada para a linguagem de sinais, também chamada de glosa, é um processo demorado e não tão simples como pode parecer. Por isso, há na equipe uma pessoa só para fazer isso. “Prezamos pelo conteúdo científico em nossas pautas. Contudo, independentemente disso, nosso principal trabalho é, além de informar e atualizar, fazer com que os textos não sejam empobrecidos e sim acessíveis”. 

Uma das pautas já apresentadas no Surdonews e que a pesquisadora faz questão de ressaltar é a do Rock in Rio. Segundo Roberta, esse tema se tornou justamente interessante porque é algo que não faz tão parte do universo das pessoas surdas. “O nosso objetivo é ampliar o conhecimento da comunidade surda, abordando todos os assuntos possíveis e que, de preferência, estejam em evidência”. A pesquisadora também prioriza pautas de cunho científico, fazendo cobertura de feiras de ciências e de outros eventos afins. 

O Surdonews, tem sido um sucesso. “Cada vez mais temos mais seguidores e o retorno dos espectadores tem sido muito frutífero. Recebemos sugestões, comentários e vamos nos adaptando de acordo com as reações. Dessa forma, podemos ver que nosso intuito de agir como agente multiplicador de informações e conhecimento está dando certo”, finaliza. 

Para conhecer mais o trabalho, acesse: https://www.facebook.com/surdonews/

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes