O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Programa Start-Up Rio inicia seu Programa Avançado de Formação Empreendedora
Publicado em: 18/02/2016

Programa Start-Up Rio inicia seu Programa Avançado de Formação Empreendedora

Por Ascom da Secti

O presidente da FAPERJ, Augusto C. Raupp, fala durante a
recepção aos contemplados no programa (Foto: Divulgação)

Os integrantes dos 60 projetos selecionados na segunda edição do edital Start-Up Rio – Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Rio de Janeiro – parceria entre a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a FAPERJ – marcaram presença, nesta terça-feira, 16 de fevereiro, na sede do programa, no Catete. Com apresentações dos parceiros, como o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e palestras dos participantes da primeira edição, finalizada em 2015, teve lugar um evento que deu início à Fase 1 do edital. Nesta fase, eles deverão participar, durante três meses, do Programa Avançado de Formação Empreendedora (PAFE). Na Fase 2, estão previstas atividades de treinamento em desenvolvimento de produto, técnicas de vendas, construção de protótipo e gestão de empresas, sob a supervisão da equipe do programa. Na Fase 3, os selecionados poderão permanecer trabalhando no espaço de coworking, recebendo consultoria especializada  e participando dos eventos relacionados ao edital. 

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gustavo Tutuca, deu as boas-vindas aos participantes e destacou a importância de projetos como o Start-Up Rio para tornar o estado mais independente da economia do petróleo. "Com o programa, os empreendedores terão oportunidade de desenvolver seus projetos com toda a infraestrutura necessária. Tutorias e palestras darão todo suporte para que as 60 ideias sejam desenvolvidas com qualidade. O estado do Rio vem fazendo um esforço para diminuir a dependência de sua economia da indústria do petróleo. Este processo não acontece de um dia para o outro, mas ações como o Start-Up Rio agem nesse sentido. Estamos dando mais um passo para fomentar a indústria de TIC [Tecnologia da Informação e Comunicação] no nosso estado", afirmou o secretário.

O presidente da FAPERJ, Augusto C. Raupp, destacou a importância que o Start-Up Rio tem para a economia fluminense, preparando as empresas para entrarem no mercado com solidez e gerando empregos de qualidade. "Todo o trabalho que é desenvolvido aqui tem uma razão, que será posta à prova no fim do programa, quando as start-ups terão oportunidade de conquistar investidores, durante o Demo Day. Desde a qualidade da apresentação do projeto até a própria ideia serão aperfeiçoadas ao longo do programa e, no final, quando virarem empresas e forem buscar um espaço no mercado, estarão capacitadas a sobreviver e a gerar novos empregos."

Os novos integrantes do programa participarão de uma série de atividades: treinamentos, palestras, consultorias e tutorias vão ajudar no desenvolvimento do projeto. Ao fim do processo de aperfeiçoamento da proposta, os participantes terão a oportunidade de apresentar suas ideias a possíveis investidores. Em 2015, o Demo Day aconteceu no Parque Lage, no bairro do Jardim Botânico, Zona Sul da cidade, e contou com representantes de empresas como a Microsoft.

Participante da primeira edição do programa e integrante a equipe da start-up Vizubox, Nilo Félix foi um dos palestrantes do primeiro dia de atividades, falando um pouco de sua experiência no ano passado. "Ao longo de 2015, a sede do Start-Up Rio foi a minha casa e a dos meus sócios. Existem muitos pontos positivos a serem destacados. O programa foi fundamental para o nosso crescimento como empresa, possibilitando uma maior integração da equipe. O ambiente é muito bom, pois convivemos num espaço com outros empreendedores. A minha sugestão aos novos participantes é que suguem ao máximo as oportunidades proporcionadas pelo programa. As palestras, os mentores e toda esta estrutura são fundamentais para se conseguir parceiros que ajudarão na fixação do projeto no mercado", destaca o empreendedor Nilo Félix.

Integrante da segunda edição do programa, Thiago Holzmeister e mais quatro amigos inscreveram o projeto GreenAnt, de uso consciente de energia. "Entramos nessa segunda edição do Start-Up Rio com o intuito de aproveitar a infraestrutura e as oportunidades oferecidas. O apoio e a orientação dada aos participantes são enriquecedoras e nos ajudarão a alavancar mais ainda o nosso projeto", conclui.

A sede do Start-Up Rio fica na Rua do Catete, 243, no bairro de mesmo nome, na Zona Sul da cidade.

Confira a íntegra do edital de Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital (Start-Up Rio 2015)

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes