O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Fundação lança versão 2015 do programa Pós-Doutorado Nota 10
Publicado em: 12/02/2015

Fundação lança versão 2015 do programa Pós-Doutorado Nota 10

A FAPERJ divulga nesta quinta-feira, 12 de fevereiro, que estão abertas as inscrições para a seleção de projetos no âmbito do programa Pós-Doutorado Nota 10 – 2015. Coordenados por pesquisadores vinculados a programas de pós-graduação stricto sensu de excelência em instituições de ensino superior e/ou pesquisa sediadas no estado do Rio de Janeiro, os projetos aprovados nesse edital serão financiados com recursos no valor global de R$ 10,044 milhões, definidos na programação orçamentária da FAPERJ.

Como aprovado pelo Conselho Superior da Fundação, serão concedidas até 45 bolsas, com valor mensal de R$ 5.200, e uma taxa de bancada para projetos de R$ 1.000 mensais. “O apoio a jovens doutores que já demonstraram uma destacada produção científica é essencial para o estado. O edital reconhece o valor desses pesquisadores e permite sua fixação em laboratórios e programas de pós-graduação de excelência”, afirmou o diretor Científico da Fundação, Jerson Lima Silva.

Poderão apresentar propostas candidatos em estágio de pós-doutoramento, sob supervisão de pesquisadores vinculados a programas de pós-graduação stricto sensu (conceito 5, 6 ou 7 pela Capes) de instituições de ensino superior (IES) ou de centros e institutos de pesquisa, reconhecidos pela Capes e sediados no estado do Rio de Janeiro. O proponente, orientador ou supervisor do bolsista– também deverá ser pesquisador nível 1A, 1B ou 1C do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e, simultaneamente, ser Cientista do Nosso Estado, da FAPERJ. Os candidatos à bolsa deverão ter obtido o grau de doutor entre 1º de janeiro de 2010 e 2 de abril de 2015; caso o indicado não tenha defendido tese no momento da inscrição, uma carta do coordenador da pós-graduação deve ser anexada indicando que a defesa irá obrigatoriamente ocorrer até o dia 2 de abril de 2015. Candidatos que não tiverem obtido o grau de doutor dentro desse período serão desclassificados. Os proponentes não podem ter vínculo empregatício de qualquer natureza, nem outra fonte de renda, exceto no caso de contrato de professor substituto (20 horas semanais) na mesma instituição de realização do estágio de pós-doutoramento.

O objetivo do Pós-Doutorado Nota 10 da FAPERJ é incentivar os programas de pós-graduação stricto sensu fluminenses de excelência (conceitos 5, 6 ou 7 pela Capes), mediante a concessão de bolsas especiais a recém-doutores com destacado desempenho acadêmico (avaliado por meio de publicações, prêmios obtidos, tempo médio de titulação e conceito do programa de pós-graduação de origem) e fomentar as atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, mediante a seleção de propostas que visem: à absorção temporária de jovens doutores, com comprovada experiência em P,D&I, para atuar em projetos de pesquisa e desenvolvimento nas diferentes áreas do conhecimento; ao reforço à pós-graduação e aos grupos de pesquisa sediados no estado; e à renovação de quadros funcionais nas instituições de pesquisa fluminenses, vinculados ou não a empresas públicas ou privadas, para a execução de ensino, orientação e pesquisa em nível de pós-graduação stricto sensu.

Os recursos de custeio (taxas de bancada para projeto) deverão ser aplicados exclusivamente em gastos com as atividades do bolsista no projeto, compreendendo despesas de custeio e de capital. Entende-se como despesas de custeio: serviços de terceiros (pessoa física); despesas com hospedagem e passagens para a participação em eventos acadêmicos de curta duração, destinadas ao bolsista, e despesas com a realização de trabalho de campo e treinamento em novas técnicas de laboratório; serviços de terceiros (pessoa jurídica) para a produção de materiais didático-instrucionais, editoração gráfica e material de divulgação de atividades exclusivamente relacionadas ao projeto; material de consumo necessário ao desenvolvimento do projeto e ao funcionamento de laboratório. Já as despesas de capital são: material permanente e equipamentos de pequeno porte necessários ao desenvolvimento do projeto e ao funcionamento de laboratório.

Com prazo para submissão de projetos se encerrando a 2 de abril de 2015, a divulgação de resultados está prevista para acontecer a partir de 21 de maio. A entrada em vigor das bolsas se dará em junho deste ano.

Dúvidas e esclarecimentos sobre este edital deverão ser enviados única e exclusivamente para o endereço eletrônico pdr10-2015@faperj.br

Confira a íntegra do programa Pós-Doutorado Nota 10 – 2015

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes