O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Programa de Apoio à Inovação e Difusão Tecnológica pré-qualifica 63 projetos
Publicado em: 16/04/2014

Programa de Apoio à Inovação e Difusão Tecnológica pré-qualifica 63 projetos

Com projetos que traduzem o início do desenvolvimento de novas tecnologias em diferentes campos de conhecimento, está sendo divulgada nesta quarta-feira, 16 de abril, a listagem dos 63 pré-qualificados no programa de Apoio à Inovação e Difusão Tecnológica – 2014. Entre eles, há projetos tão diversos quanto as cervejas especiais fabricadas com ingredientes brasileiros, o sabão ecológico ou o aperfeiçoamento da ferramenta para promover o monitoramento de bosques.

A versão 2014 do programa manteve as características de edições anteriores. Tendo como meta ampliar o desenvolvimento de produtos, serviços, insumos, equipamentos ou processos inovadores – novos ou expressivamente aprimorados para o mercado nacional – que envolvam significativo risco tecnológico associado a oportunidades de mercado, o programa visa também à difusão de processos tecnológicos e o incremento de faturamento e lucratividade, assim como a geração de emprego e renda, o aumento da competitividade dos proponentes e a melhora nos indicadores de bem-estar social fluminense.

Puderam ser proponentes empresas brasileiras, consorciadas ou não, sediadas no estado; empresários que exerçam atividades como produtores rurais; empresários individuais; sociedades cooperativas; e inventores independentes.

Enquadrados em uma de três faixas de acordo com o valor solicitado, os projetos foram classificados na Faixa A – até R$ 25 mil; na Faixa B – de R$ 25.001 até R$ 75 mil; na Faixa C – de R$ 75.001 até R$ 120 mil (nessa faixa puderam ser selecionados até 12 projetos).

O programa custeará tanto despesas de capital (como aquisição de materiais permanentes e de equipamentos e obras) quanto despesas de custeio, em que estão incluídos material de consumo; componentes e/ou peças de reposição de equipamentos; pequenas reformas e adaptações de infraestrutura e instalações; serviços de terceiros (pessoas físicas e jurídicas) com caráter eventual; e diárias e passagens.

Os proponentes, no entanto, deverão apresentar recursos de, no mínimo, 10% do valor solicitado, como contrapartida, visando contemplar gastos que estejam previstos no projeto e não sejam financiáveis pela FAPERJ. Ao ser concluído o projeto, os bens de capital patrimoniáveis que tiverem sido adquiridos por empresas privadas deverão integrar o patrimônio da FAPERJ, podendo ser doados a empresas nacionais e entidades nacionais de direito privado partícipes. Já os bens de capital patrimoniáveis adquiridos pelos demais proponentes serão doados a instituições de pesquisa ou de desenvolvimento de tecnologia sediadas no estado do Rio de Janeiro. O prazo para execução dos projetos contemplados será de até 24 meses.

Os candidatos pré-qualificados deverão agora fazer a entrega da documentação para comprovação de regularidade fiscal, econômico-financeira e jurídica dos pré-qualificados até o dia 30 de abril. A divulgação dos resultados finais está prevista para ser divulgada a partir de 22 de maio.

 

Confira a listagem completa dos pré-qualificados no edital Apoio à Inovação e Difusão Tecnológica – 2014

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes