O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas - Semana de 4 a 10 de dezembro de 2014
Publicado em: 02/12/2014

Notas - Semana de 4 a 10 de dezembro de 2014

 Cecília Minayo: reconhecimento por seu
      estudo sobre suicídio em idosos
           (Foto:Divulgação/Cebes
)


Cientista do Nosso Estado ganha Prêmio Direitos Humanos 2014
Doutora em Saúde Pública, a socióloga Cecília Minayo, da Fundação Oswaldo Cruz, Cientista do Nosso Estado, da FAPERJ, acaba de ganhar o Prêmio Direitos Humanos 2014, concedido pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), por seu trabalho, estudando tentativas de suicídio de idosos em asilos do estado. A lista com os premiados saiu no Diário Oficial da última quinta-feira (27), e a cerimônia de entrega será no próximo dia 10. Em sua 20 edição, o prêmio consiste na mais alta condecoração do governo brasileiro a pessoas e instituições que se destacam pela promoção e defesa dos Direitos Humanos. Além de Cecília, a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) e mais 19 pessoas e instituições foram premiadas. Mais informações:
www.sdh.gov.br




   Vera Gissoni: referência no mundo acadêmico
Morre a reitora da Universidade Castelo Branco
A reitora da Universidade Castelo Branco (UCB), Vera Costa Gissoni, morreu nesta quarta-feira, 3 de dezembro. A missa de corpo presente foi realizada no mesmo dia, às 10h, na quadra do Centro Esportivo Castelo Branco, no campus Realengo. O corpo da reitora foi cremado no Memorial do Carmo, numa cerimônia reservada aos familiares. Vera da Costa Gissoni percorreu um grande caminho para se tornar uma referência no mundo acadêmico. Formada em Contabilidade, seu primeiro emprego foi no Grupo Escolar Helena Pena, onde trabalhou por um ano. Já em 1962, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde aceitou o comando de uma escolinha. A “escolinha” cresceu, virou primário, ginásio e tornou-se a Universidade Castelo Branco, com mais de 25 mil universitários formados. Vera Gissoni, que era chanceler da universidade e representante da Unesco no Brasil, é também coordenadora do Programa das Escolas Associadas, que reúne cerca de 6.200 colégios em todo o mundo. O programa organiza encontros nacionais para fornecer assessoria técnica e pedagógica à sociedade. Mais informações: http://www.castelobranco.br/portal


Vice-presidente da Fiocruz lança livro na Blooks Livraria
Os bastidores 
de uma luta contemporânea que confronta saúde e comércio, as estratégias da indústria farmacêutica para manter o lucro e induzir a compra e venda crescente de medicamentos e os alinhamentos que se travam nos fóruns da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das Nações Unidas são tema do livro Acesso a Medicamentos - Direito ou Utopia?, de Jorge Bermudez – médico sanitarista e vice-presidente de produção e inovação e saúde da Fundação Oswaldo Cruz. O livro será lançado no dia 15 de dezembro, segunda-feira, às 19h, na Blooks Livraria (Espaço Itaú de Cinema [Antigo Unibanco Arteplex], Praia de Botafogo, 316). Inicialmente submetida à apreciação como dissertação à Academia de Medicina do Rio de Janeiro (AMRJ) para ingresso como membro titular em 2013, a publicação debate o acesso aos medicamentos de maneira conceitual, como um desafio global, elaborando conceitos próprios e discutindo as estratégias internacionais e nacionais que vêm sendo adotadas nesse campo, os acontecimentos dos últimos 15 anos e o papel da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesse embate, em nível mundial. Doutor em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (1995), o sanitarista tem experiência na área de saúde coletiva, com ênfase em saúde pública, atuando principalmente em acesso a medicamentos, políticas públicas e inovação. Antes de assumir a vice-presidência da Fiocruz, foi secretário executivo da Unitaid, agência internacional para a compra de medicamentos para países em desenvolvimento (2007-2011), chefe da Unidade de Medicamentos, Vacinas e Tecnologias em Saúde, da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), de 2004 a 2007, e diretor da Escola Nacional de Saúde Publica (Ensp) da Fiocruz (2001-2004). Mais informações: http://www.e-papers.com.br

Sociedade Brasileira de Computação premia tese orientada por Cientista do Nosso Estado
A dissertação GPFIS: Um Sistema Fuzzy-Genético baseado em Programação Genética, de Adriano Soares Koshiyama, da Engenharia Elétrica, obteve o primeiro lugar de sua categoria, no IX Concurso de Teses e Dissertações de Inteligência Artificial e Computacional da Joint Conference on Robotics and Intelligent Systems (JCRIS 2014- união de conferências em robótica, da SBIA e da SBRN), promovido pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). A dissertação teve a orientação dos professores da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) Marley Velasco, Cientista do Nosso Estado, e Ricardo Tanscheit. De acordo com Adriano, a área de Inteligência Artificial e Computacional tem fornecido ferramentas para o suporte à decisão de diversos setores econômicos. Algumas aplicações envolvem a alocação de poços de petróleo, identificação de perfis sujeitos à inadimplência, diagnósticos de doenças e grupos de risco, determinação de padrões de consumo e nichos de mercado, previsão de vendas, entre outras. O trabalho focava em Sistemas Fuzzy, devido à sua capacidade de aliar acurácia de predição e interpretabilidade em seus dados. Mais informações: http://jcris2014.icmc.usp.br/index.php/ctdiac/42-awarded-theses-dissertations-phase-2 e http://www.dbd.puc-rio.br/pergamum/tesesabertas/1213311_2014_completo.pdf (tese em formato PDF)

Estudo orientado por Jovem Cientista do Nosso Estado ganha menção honrosa em prêmio do SUS
A tese O arranjo público-privado no Brasil e a qualidade da assistência hospitalar em São Paulo e no Rio Grande do Sul, da aluna de doutorado em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp) Juliana Pires Machado, ganhou menção honrosa na categoria 'doutorado' do Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o Sistema Único de Saúde (SUS) do Ministério da Saúde 2014. A pesquisa, orientada por Mônica Martins, pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Jovem Cientista do Nosso Estado, e pelo pesquisador Iuri da Costa Leite, também da Fiocruz, tem como pressuposto que os indicadores de resultado, mensurado pela mortalidade hospitalar ajustada, variam conforme fonte de pagamento das internações e arranjo de financiamento adotado por cada hospital. O estudo observou maior chance de morte entre pacientes internados em hospitais de natureza pública, de arranjo de financiamento somente pelo SUS e de maior porte. De acordo com a pesquisa, hospitais públicos e privados com fins lucrativos tiveram desempenhos similares, muito discretamente piores do que hospitais privados com fins lucrativos. Já os hospitais que atendem planos, disse ela, tiveram melhores desempenhos quando comparados aos hospitais exclusivos ao SUS. O estudo faz uma retrospectiva com dados secundários referentes ao período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010, oriundos do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde (CNES/MS), do Registro de Planos de Saúde da Agência Nacional de Saúde (RPS/ANS), do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único da Saúde (SIH/SUS), da Comunicação de Informação Hospitalar (CIH/MS), e do Sistema de Informações de Beneficiários (SIB/ANS). Para Juliana, esforços devem ser dedicados ao alinhamento de investimentos públicos e privados, com vistas à uniformização da oferta e à promoção da melhoria e equidade da qualidade de serviços hospitalares, independentemente das fontes de pagamento. Mais informações:
http://www.ensp.fiocruz.br

Tecnologia de carnes e avaliação de carcaça de ovinos é tema de curso na Uenf
O Auditório do Hospital Veterinário e a Unidade de Apoio do Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal do Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias (CCTA) da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), no município de Campos, irão sediar, nos dias 5 e 6 de dezembro, o 6 Curso de Avaliação de Carcaça de Ovinos por Ultrassonografia e de Tecnologia de Carnes. O objetivo do curso será ministrar conhecimentos sobre manejo, produção e avaliação da carcaça e da carne de ovinos, além de realizar práticas de mensuração, pesagem e uso do ultrassom e avaliação da carcaça e cortes comerciais de ovinos de corte. Organizado pelo Setor de Melhoramento Genético Animal, o curso já é uma tradição na Uenf e o público-alvo são estudantes e profissionais das áreas de Agronomia, Zootecnia e Medicina Veterinária. Mais informações: (22) 2739-7055 e 99105-9489, crqster@gmail.com e
www.uenf.br

Livro sobre produção artística e intelectual será lançado na Casa de Rui Barbosa
Editada com apoio do programa Auxílio à Editoração (APQ 3), da FAPERJ, a publicação Criações Compartilhadas: artes, literatura e ciências sociais será lançada na próxima terça-feira, 9 de dezembro, às 17h, na Fundação Casa de Rui Barbosa (Rua São Clemente, 134, Botafogo). O livro, organizado pelas pesquisadoras Ana Paula Cavalcanti Simioni, Cláudia de Oliveira, Joëlle Rouchou e Monica Pimenta Velloso, reúne artigos de diversos autores brasileiros e estrangeiros que abordam "o processo criativo em sua dimensão relacional e colaborativa". Esta obra traz reflexões sobre diferentes exemplos de parcerias artísticas e intelectuais, moldadas no ambiente afetivo ou no meio profissional. O tema da autoria da produção artística e intelectual concebida como atividade coletiva é o centro das discussões desta coletânea. Segundo seus organizadores, a publicação busca servir de inspiração para novas pesquisas sobre a criação artística e intelectual. Mais informações:
www.mauad.com.br

Portaria do MEC certifica a PUC-Rio como Instituição Comunitária de Educação Superior
A Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) foi qualificada como Instituição Comunitária de Educação Superior (Ices). A portaria n. 679 da Secretaria de Regulamentação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação foi publicada no dia 12 de novembro, após longo processo de reunião e verificação de documentação. Com a medida, a universidade passa a ser oficialmente reconhecida como uma instituição que presta um serviço à comunidade, ou seja, uma universidade pública não estatal. A publicação da portaria complementa a decisão da lei 12.281, que criou a categoria de Universidade Comunitária. Com a medida, a universidade terá acesso a recursos públicos e poderá participar de editais de financiamento na esfera estatal. O resultado é fruto de planejamento e debates, transcorridos junto à Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc), no dia 3 de novembro. A PUC-Rio é uma instituição comunitária, de acordo com a lei 12.881/2013, de direito privado e sem fins lucrativos, que visa produzir e propagar o saber a partir do fomento de debates democráticos, objetivando, sobretudo, o crescimento e enriquecimento da sociedade. A universidade ocupa o 1 lugar entre as universidades privadas brasileiras e o 8 entre todas as universidades do país, segundo o mais recente ranking feito pelo QS (Quacquarelli Symonds) - organização britânica que avalia o desempenho de instituições de ensino superior no mundo. A PUC-Rio ocupa também a 13 posição entre as instituições da América Latina, segundo o mesmo ranking. Mais informações:
www.puc-rio.br

Cetem inaugura laboratório de análise computacional para setor mineral
Unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) voltada para o desenvolvimento de tecnologia para o uso sustentável dos recursos minerais brasileiros, com foco na inovação tecnológica para o setor mineral e metalúrgico, o Centro de Tecnologia Mineral (Cetem) inaugurou nesta quarta, 3 de dezembro, o primeiro laboratório do Brasil especializado em análise computacional voltado para o setor mineral, o Laboratório de Modelagem Molecular (Labmol). A modelagem molecular desenvolvida pelo Cetem propicia simulações utilizando uma variedade de programas com o objetivo primordial de encontrar a interação entre compostos minerais com reagentes químicos específicos. O resultado da simulação dessa interação permitirá ou não a aplicação prática do produto final na indústria. O Laboratório funciona na sede do Centro, na Cidade Universitária, campus Fundão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mais informações: www.cetem.gov.br

Parceria internacional apoia estudos voltados para o desenvolvimento infantil
Iniciativa da Fundação Bill & Melinda Gates, em parceria com o Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Grand Challenges Brazil: Desenvolvimento Saudável para Todas as Crianças irá oferecer R$ 1O milhões a soluções para entraves ao desenvolvimento infantil. Propostas podem ser enviadas até 13 de janeiro de 2015. Mais informações: http://gcgh.grandchallenges.org/GrantOpportunities/Pages/AllChildrenThriving.aspx

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes