O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Para pensar questões fluminenses
Publicado em: 27/11/2014

Para pensar questões fluminenses

Cinquenta e cinco novos projetos contarão com recursos do edital Pensa Rio – Apoio ao Estudo de Temas Relevantes e Estratégicos para o estado do Rio de Janeiro, cujo resultado está sendo divulgado nesta quinta-feira, 13 de novembro, pela diretoria da Fundação. O programa, que estimula equipes de pesquisadores de excelência a estudarem soluções para problemas relevantes e estratégicos para o desenvolvimento econômico fluminense, beneficiará 13 instituições do estado, que desenvolverão seus projetos nos vários temas definidos no edital. Os recursos de R$ 60 milhões do edital serão destinados a projetos multidisciplinares, abrangentes e inovadores que buscam promover a interação e a integração entre diferentes grupos de pesquisa, assim como a complementaridade das diferentes competências necessárias à consecução dos objetivos do edital.

 

O diretor científico da Fundação, Jerson Lima Silva, entusiasmou-se com a receptividade ao programa. "A qualidade dos projetos apresentados mostrou que a comunidade científica e tecnológica fluminense não apenas está desenvolvendo trabalhos de nível internacional como busca, realmente, propostas inovadoras e de impacto para o desenvolvimento fluminense. O novo formato do edital, com avaliação em duas etapas, apresentação oral pelos coordenadores dos projetos e um comitê constituído em grande parte por pesquisadores de renome estrangeiros, vários deles membros de academias americana, europeia e mundial de ciências, tinha como objetivo priorizar a qualidade e alto impacto científico e tecnológico das propostas. Ao longo dos últimos oito anos, a FAPERJ tem cumprido a sua missão de financiar a infraestrutura de pesquisa do estado do Rio de Janeiro, tornando os cientistas fluminenses mais competitivos internacionalmente. Com este edital, busca-se atingir um patamar mais elevado de qualidade, apoiando propostas altamente inovadoras.”

Apenas equipes formadas por pesquisadores com vínculo empregatício/funcional com instituições de ensino e pesquisa fluminenses puderam inscrever projetos. Para cada equipe, foi escolhido um coordenador, a quem coube o encaminhamento do projeto, com anuência de sua instituição de origem. Os demais integrantes do grupo foram considerados pesquisadores associados. Como definia o edital, todos os participantes – pesquisadores e técnicos de alto nível, apresentando reconhecida competência e tradição em suas áreas de atuação técnico-científicas – deveriam ter grau de doutor ou equivalente, e estar ativa e produtivamente envolvidos em pesquisa relevante para a proposta. A equipe, que deveria funcionar como fonte geradora e transformadora de conhecimento científico-tecnológico para aplicação em programas e projetos de relevância ao desenvolvimento fluminense, poderia incluir ainda pesquisadores vinculados a instituições de outros estados ou do exterior.

De acordo com o montante de recursos solicitados e o número de pesquisadores doutores participantes, os projetos deveriam ser enquadrados em uma de três faixas: Faixa A, prioritariamente para os projetos de natureza experimental, que requeiram equipamentos de grande porte e insumos mais custosos. As propostas submetidas nesta faixa poderiam solicitar recursos financeiros entre R$ 900.001,00 e R$ 1,5 milhão. Os projetos deveriam, necessariamente, contar com pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa distintas sediadas no estado do Rio de Janeiro, e incluir dois pesquisadores emergentes, sendo que um destes deveria pertencer, obrigatoriamente, a instituição distinta da do coordenador da proposta; as propostas deveriam contar com, no mínimo, dez pesquisadores; Faixa B, prioritariamente para projetos em áreas experimentais que exigissem equipamentos de médio porte e insumos de custo moderado. As propostas submetidas nessa faixa poderiam solicitar recursos financeiros entre R$ 400.001,00 e R$ 900 mil. Os projetos deveriam, obrigatoriamente, agregar pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa distintas, sediadas no estado do Rio de Janeiro, e incluir dois pesquisadores emergentes, sendo que um destes deveria pertencer, obrigatoriamente, a instituição distinta da do coordenador da proposta; as propostas deveriam contar com, no mínimo, sete pesquisadores; e Faixa C, prioritariamente para projetos em áreas não experimentais. As propostas submetidas nesta faixa poderiam solicitar recursos financeiros com valores inferiores a R$ 400 mil. Os projetos deveriam ter a participação de, no mínimo, quatro pesquisadores, dos quais um seria necessariamente emergente. A assessora da diretoria científica, Vânia Paschoalin, coordenadora do programa Pensa Rio, comenta sobre a exigência na composição da equipe: “A composição da equipe proposta neste edital permite juntar pesquisadores sêniores e emergentes, o que vem sendo uma marca da FAPERJ, e mostra o comprometimento com o futuro e a continuidade natural da excelência científica e do caráter inovador de pesquisas em torno dos temas de importância para o nosso estado”.

Para avaliar as propostas inscritas – apresentadas em português e em inglês, em formato PDF e em um filme em inglês, de 5 minutos, em DVD –, a diretoria da Fundação designou um Comitê Especial de Julgamento, formado majoritariamente por pesquisadores vinculados a instituições estrangeiras, em diversas áreas do conhecimento, que deveriam analisá-las de acordo com vários critérios, entre os quais o impacto no desenvolvimento de programas de pós-graduação stricto sensu nas instituições a que estão vinculados os pesquisadores; a infraestrutura disponível nas instituições para a realização das atividades de pesquisa relativas ao desenvolvimento dos projetos propostos; o caráter multidisciplinar e o escopo multiusuário para a utilização de equipamentos; aplicabilidade e relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico, ambiental, cultural e social das diferentes regiões do estado.

O julgamento se deu em duas partes. Na primeira, pareceres ad hoc dos membros que compuseram o Comitê Especial de Julgamento possibilitaram uma seleção dos projetos considerados meritórios e adequados ao edital e que deveriam seguir para a etapa seguinte. A segunda etapa foi presencial, ocasião em que cada um dos coordenadores dos projetos submetidos realizou uma apresentação com duração de dez minutos para o comitê, em inglês, seguido por mais dez minutos de perguntas e respostas. Esta foi a primeira vez em que a FAPERJ lançou um programa com essas características para avaliação e que, na opinião do presidente Ruy Marques, correspondeu às expectativas: “Pude acompanhar algumas das apresentações, muitas de altíssimo nível, mostrando que a ciência que vimos desenvolvendo se equipara ao que vem sendo feito nas melhores instituições do mundo. A apresentação oral para o Comitê, seguido de perguntas e respostas, funcionou muito bem, sendo elogiado até pelos próprios membros do comitê.”

O secretário de C&T, Alexandre Vieira também esteve presente em algumas das apresentações e elogiou muitíssimo a FAPERJ por lançar um edital com essas características e pelo esmero em seu julgamento: "O novo modelo de seleção adotado pela FAPERJ no edital do Pensa Rio foi extremamente positivo, na opinião de avaliadores, proponentes e dos profissionais da própria instituição. Com certeza, vai servir de modelo para outros editais da FAPERJ e para outras fundações de amparo à pesquisa do País."

O comitê especial de julgamento deixou uma mensagem para a FAPERJ, realçando alguns pontos da avaliação e elencando outros que visam à melhoria em futuras chamadas. A seguir, parte do texto elaborado pelo comitê: “The committee considers this call for proposal a unique opportunity for scientists in the state of Rio de Janeiro, and congratulates FAPERJ for such initiative... A number of the research projects were found to be very sound, integrating the expertise of different complementary groups from senior and junior scientists, as requested by the call. These projects were highly competitive in the international arena, and at the same time able to address problems relevant to the state of Rio de Janeiro. These projects had strong scientific hypotheses, solid research teams, they were well-written and were presented in excellent form. Accordingly, they received the highest qualifications. We also identified some projects lacking the identification of a main, central common problem, despite the excellent qualifications of the applicants. Indeed, some applications had a large number of Aims that were clearly the sum of the aims from the individual groups Some of them were recommended for funding. However, the aims of FAPERJ would be better served in a future call for proposal favoring more integrated, focused efforts that could gather a large proportion of the best scientists in the Rio are working in strategic projects The Committee also identified a considerable amount of applications from highly qualified researchers that, however, do not correspond strictly to the category of hypothesis-driven science Finally, some projects included the purchase of equipment that seems to duplicate already available, similar or identical pieces of instrumentation in nearby institutions The committee would like to acknowledge the outstanding professional and personal quality of all the staff from FAPERJ during all the process.”

O programa tanto financiará despesas de capital, como aquisição de materiais permanentes e equipamentos e obras, quanto despesas de custeio, caso em que se enquadram aquisição de componentes ou peças de reposição, material de consumo, pequenas obras de infraestrutura e instalações, serviços de terceiros eventuais (pessoas físicas e jurídicas), diárias e passagens (desde que justificadas no escopo do projeto) e despesas acessórias de importação. Os projetos terão prazo máximo de até 36 meses para sua execução, contados a partir da data da liberação da primeira parcela dos recursos.

A entrega dos termos de outorga aos contemplados no edital será realizada em cerimônia no Palácio Guanabara, na quarta-feira, 19 de novembro, às 16h, com a presença do governador Luiz Fernando Pezão e do secretário de C&T Alexandre Vieira.

Veja quem foram os integrantes do Comitê de Julgamento para o edital.

Confira a listagem completa dos contemplados no edital Pensa Rio  Apoio ao Estudo de Temas Relevantes e Estratégicos para o Estado do Rio de Janeiro

Veja também: Fotogaleria - Reunião Avaliação Edital Pensa Rio 2014

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes