O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > FAPERJ ganha sede própria
Publicado em: 07/08/2014

FAPERJ ganha sede própria

 Lécio Augusto Ramos

      
       Prédio histórico no Centro do Rio abrigará
              sedes da FAPERJ e da ABC
Na tarde desta quinta-feira, 7 de agosto de 2014, foi lavrada a escritura em que o estado do Rio de Janeiro, representado pelo secretário de Ciência e Tecnologia, Tande Vieira, passou à FAPERJ, representada por seu presidente, Ruy Garcia Marques, a posse do edifício situado entre os números 42 a 48 da Rua da Alfândega, no Centro da cidade do Rio de Janeiro. O ato da escritura ocorreu no cartório do 1 Ofício de Notas (Av. Rio Branco, 120, sobreloja 20, Centro) e foi realizado a partir de autorização de doação por decisão do governador. Para efeitos da presente doação, foi conferido ao imóvel o valor de R$ 80.700 milhões, apresentado no laudo de avaliação n159/2012, às fls.15/17 do processo administrativo n E-26/022.562/2012, emitido pela Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado do Rio de Janeiro. Com isso, a FAPERJ passará a contar, pela primeira vez em sua história, com uma sede própria. Desde a decisão do governo do estado de repassar o prédio à FAPERJ, foi realizada licitação pública para sua reforma, iniciada em fevereiro de 2014 e com previsão de conclusão para meados de 2015, quando a sede da Fundação deverá ser transferida para o novo local.

Após a posse definitiva do imóvel, concretizada com a escritura lavrada nesta quinta-feira, e após todos os procedimentos de praxe, a FAPERJ cederá, por um período renovável de 20 anos, três dos sete andares do prédio para a Academia Brasileira de Ciências (ABC), em data a ser oportunamente definida entre as duas instituições. Assim, a partir de meados de 2015, FAPERJ e ABC passarão a ocupar o belíssimo prédio, já denominado Palácio da Ciência.

Um prédio com história

Lécio Augusto Ramos 
         
   Detalhe da fachada chama atenção para o estilo do             
prédio, que combina elementos de
art deco e art noveau     


Obra iniciada em 1924 e concluída dois anos mais tarde, o edifício foi erguido com uma novidade: o uso do concreto armado, técnica já bastante adiantada na Alemanha, mas que no Brasil dava seus primeiros passos. Trazida para o Rio de Janeiro pela Companhia Construtora Nacional, fundada pelo alemão Lambert Riedlinger, a técnica já podia ser vista em outros importantes marcos arquitetônicos da cidade: na construção dos hotéis Glória e Copacabana Palace e do edifício do jornal A Noite.

Construído para ser a sede do Banco Transatlântico Alemão, o prédio foi erguido com celeridade e competência por Riedlinger, que chegara ao Brasil em 1911. Com sete andares escalonados, além da cobertura e do subsolo, o edifício une elementos do art nouveau ao art deco. Sua construção teve o emprego de materiais nobres, como madeira de lei, mármores de Carrara e maçanetas de bronze, e tanto na fachada quanto em seu interior, podem ser vistos ornamentos esculpidos, mosaicos, rendilhados de ferro e diversos outros detalhes. O prédio exibia ainda outras inovações para a época: além do embasamento em granito, para efeito estético, suas instalações foram dotadas dos mais modernos equipamentos disponíveis: ar-condicionado, elevadores e, como se tratava da sede de um banco, em uma de suas salas foi instalado um moderníssimo cofre Panzer.

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, o Banco Transatlântico Alemão encerrou as suas atividades no Brasil, e o prédio foi adquirido pela prefeitura do então Distrito Federal. Anos mais tarde, foi destinado à Secretaria de Fazenda do Estado do Rio de Janeiro, que o ocupou até 2012. Graças às suas características estilísticas e arquitetônicas e por seu valor simbólico, o edifício foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), no ano de 2001.

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes