O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > FAPERJ segue cronograma e lança mais dois editais
Publicado em: 29/05/2014

FAPERJ segue cronograma e lança mais dois editais

Dando seguimento a seu cronograma, a diretoria da FAPERJ lança, nesta quinta-feira, 29 de maio, mais dois editais: Apoio à produção de material didático para atividades de ensino e pesquisa – 2014 e Apoio à Inserção de Mestres e Doutores em Empresas – 2014. Os dois programas significam um investimento de mais R$ 3 milhões na área de ciência, tecnologia e inovação fluminenses.  

Como forma de incentivar a produção de material didático – como livros, coletâneas, apostilas, CDs, DVDs, jogos, blogs, portais, mídias eletrônicas diversas, dentre outros, inclusive com conteúdos específicos para a educação à distância – para atividades de ensino e ou pesquisa que possam ser empregados em instituições fluminenses, a diretoria da Fundação lança a edição 2014 do programa Apoio à produção de material didático para atividades de ensino e pesquisa – 2014.

Podem submeter projetos equipes de pesquisadores com vínculo empregatício ou funcional em instituições de ensino superior e pesquisa sediadas no estado, dentre os quais deverá ser nomeado um coordenador, sendo os demais participantes considerados como pesquisadores associados. Coordenador e pesquisadores associados devem ter o grau de doutor ou equivalente, estar ativa e produtivamente envolvidos em pesquisa relevante para a proposta, especialmente nos últimos cinco anos. Ao coordenador de cada equipe caberá o encaminhamento da proposta, com a devida anuência de sua instituição de origem.

Para habilitar-se aos recursos do edital – que conta com um total de R$ 1,5 milhão –, as propostas deverão estar classificadas em uma das seguintes faixas, de acordo com o montante solicitado: A – entre R$ 30.001,00 (trinta mil e um reais) e R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) – mínimo de 3 (três) pesquisadores doutores; B – até R$ 30.000,00 (trinta mil reais) – propostas individuais.

Tais recursos custearão despesas de capital, como a aquisição de materiais permanentes e equipamentos; e despesas de custeio, como serviços de terceiros de caráter eventual, incluindo a manutenção de equipamentos e de material permanente e a realização de reparos e adaptações de bens imóveis; diárias e passagens, até o limite de 5%, desde que compreendam despesas necessárias para o desenvolvimento do projeto de pesquisa; material de consumo, componentes e/ou peças de reposição de equipamentos; despesas de importação.

Além do o mérito técnico-científico, contarão para a avaliação das propostas, entre critérios, sua contribuição como instrumento de apoio às atividades de ensino e pesquisa, seu caráter multidisciplinar, seu escopo de utilização multiusuário e sua relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico, ambiental, cultural e social do Estado do Rio de Janeiro.

O prazo para submissão de propostas se estenderá até o dia 7 de agosto e a divulgação de resultados está prevista para ser realizada a partir de 18 de setembro.

Apoio à Inserção de Mestres e Doutores em Empresas

No caso do edital Apoio à Inserção de Mestres e Doutores em Empresas, serão também R$ 1,5 milhão para estimular a inserção de mestres e doutores para a execução de projetos de ciência, tecnologia e inovação em micro e pequenas empresas (MPEs) sediadas no estado, de modo a ampliar sua competitividade no mercado. Nesse sentido, essa inserção deve objetivar tanto a cultura da inovação nessas empresas e as vantagens da participação de mestres e doutores como facilitadores desse processo quanto a transferência de conhecimento adquirido na formação acadêmica para projetos que contribuam para o desenvolvimento de produtos, processos e serviços inovadores, possibilitando o aumento da competitividade dessas empresas e, ainda, o desenvolvimento econômico e social do estado.

Para submeter propostas, os candidatos precisam comprovar ter obtido o grau de mestre ou doutor, em programa de pós-graduação stricto sensu reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (Capes); formação em área afim com as atividades a serem desenvolvidas nas empresas; e disponibilidade para dedicar número de horas semanais adequado às atividades relativas ao projeto apresentado.

As bolsas concedidas terão seu valor mensal estipulado de acordo com a classificação pelas modalidades: Mestre-empresa 1 (ME1): Mestre na área de execução do projeto, sem experiência em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação: 2.800,00; Mestre-empresa 2 (ME2): Mestre na área de execução do projeto, com ao menos três anos de experiência comprovada em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação: 3.640,00; Mestre-empresa 3 (ME3): Mestre na área de execução do projeto, com ao menos cinco anos de experiência comprovada em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação: 4.370,00; Doutor-empresa 1 (DE1): Doutor na área de execução do projeto, sem experiência em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação: 3.640,00; Doutor-empresa 2 (DE2): Doutor na área de execução do projeto, com ao menos três anos de experiência comprovada em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação: 4.740,00; Doutor-empresa 3 (DE3): Doutor na área de execução do projeto, com ao menos cinco anos de experiência comprovada em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação: 5.690,00. O prazo para execução do projeto será de até 24 meses; as bolsas terão duração de 12 meses, admitindo-se, no máximo, uma renovação por igual período.

Serão analisados não apenas o impacto socioeconômico esperado e sua relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico, ambiental e social do estado, assim como a experiência e capacidade técnica do proponente e do bolsista; e a infraestrutura disponível na empresa para a realização das atividades propostas.

O prazo para submissão de projetos se prolongará até 7 de agosto; a divulgação dos resultados preliminares está prevista para acontecer a partir de 11 de setembro; a entrega da documentação para comprovação da regularidade econômica, financeira e fiscal deverá ser feita até 25 de setembro, e divulgação dos resultados finais está prevista para ser realizada a partir de 9 de outubro. As bolsas deverão começar a vigorar em 1 de novembro.

Confira a íntegra do edital  Apoio à produção de material didático para atividades de ensino e/ou pesquisa

Confira a íntegra do edital Apoio à Inserção de Mestres e Doutores em Empresas

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes