O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas 483 - Semana de 15 a 21 de maio de 2014
Publicado em: 15/05/2014

Notas 483 - Semana de 15 a 21 de maio de 2014

Nobel de Química faz palestra para estudantes em Caxias

 

 Foto: Divulgação

           

         O pesquisador suíço Kurt Wüthrich, prêmio Nobel de Química
             em 2002, conversa com plateia formada por estudantes 

Prêmio Nobel de Química em 2002, o pesquisador suíço Kurt Wüthrich, professor do Instituto Scripps, nos Estados Unidos, participou, nesta terça-feira (13), do programa De Frente com Cientistas, no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias. Wüthrich, que ganhou o Nobel pelas reconhecidas pesquisas quanto às formas das proteínas, falou para um auditório lotado de estudantes, que acompanharam a palestra através de tradução simultânea. Após discorrer sobre as pesquisas que vem empreendendo ao longo dos anos, o Nobel respondeu às perguntas do público e ressaltou que era a primeira vez que conversava com uma plateia formada por estudantes de Ensino Médio. Ao final do evento, os alunos posaram para uma foto com Wüthrich. O cientista aproveitou a visita para conhecer as instalações do Museu e assistir a uma sessão do planetário. O programa De Frente com Cientistas acontece mensalmente e a programação pode ser acompanhada pelo site e no Facebook do museu. O diretor Científico da FAPERJ e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Jerson Lima Silva, primeiro cientista a participar como palestrante desse projeto, esteve presente ao evento. Ele coordena o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de Biologia Estrutural e Bioimagem (Inbeb), do qual Wüthrich é professor visitante. No ano passado, outro agraciado com o prêmio Nobel, o físico Serge Haroche, também participou da programação. O Museu Ciência e Vida, um empreendimento da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj), em parceria com a Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, tem apoio da FAPERJ. Mais informações: http://www.museucienciaevida.com.br/



ABC realiza cerimônia de posse de 23 novos membros titulares
A Academia Brasileira de Ciências (ABC) realizou cerimônia de posse de 23 novos membros titulares na terça-feira, 6 de maio, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Clelio Campolina Diniz, convidou os recém-nomeados a participar da construção coletiva de um novo programa para a ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no País. "Reconheço o papel de vanguarda da ABC no avanço científico brasileiro e convido os novos membros a nos ajudar nesse projeto de desenvolvimento que combina crescimento econômico com justiça social", disse. Campolina enfatizou que o tripé CT&I é a base para a redução das desigualdades regionais dentro do Brasil, a melhora da posição no quadro de inserção da ciência internacional e a construção de uma base produtiva capaz de competir no cenário mundial. Ele também ressaltou a importância da articulação com outros entes federativos, com a comunidade científica e com o setor produtivo para o alcance dos objetivos desse plano. Por sua vez, o presidente da ABC, Jacob Palis, também defendeu a parceria de todos esses atores para o desenvolvimento da área no país: "Estou convicto de que governo e iniciativa privada devem estar juntos nesta empreitada e que a integração academia-empresa é essencial". A pesquisadora Susana Inês Cordoba de Torres, professora titular do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), que falou em nome dos novos membros, destacou que os recém-empossados estão cientes da responsabilidade de participar do grupo de 660 integrantes que corresponde a 0,5% do total de pesquisadores brasileiros, conforme lembrou o acadêmico José Murilo de Carvalho. Também participaram da solenidade o presidente da FAPERJ, Ruy Garcia Marques, a presidenta da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader; o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva; o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Sérgio Alves Vieira; o secretário municipal, Franklin Dias Coelho; e o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha, Sergio Roberto Fernandes dos Santos. Mais informações: http://www.abc.org.br/rubrique.php3?id_rubrique=1&recalcul=oui

Farmanguinhos obtém registros de medicamentos estratégicos para o SUS
O Instituto de Tecnologia de Fármacos (Farmanguinhos) da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, conseguiu os registros de dois medicamentos considerados estratégicos para o Sistema Único de Saúde (SUS) e passará a produzi-los em breve. O primeiro é um antirretroviral que associa dois princípios ativos em um único comprimido e é empregado no combate à Aids. O segundo é utilizado para tratamento do excesso de hormônio feminino prolactina, responsável pelo estímulo à produção de leite. A produção dos dois medicamentos é fruto de parcerias de desenvolvimento produtivo pelas quais, enquanto o Farmanguinhos recebe a tecnologia de produção dos medicamentos, uma empresa farmoquímica nacional adquire a tecnologia para a produção do insumo farmacêutico ativo. O antirretroviral será fabricado pela própria Farmanguinhos em parceria com a empresa Blanver. Estudos apontam que, além de garantir o fornecimento do medicamento para a rede pública de saúde, poderá propiciar uma economia de cerca de R$ 215 milhões aos cofres públicos, ao longo dos cinco anos do acordo. Mais informações: http://www2.far.fiocruz.br/farmanguinhos

Primeira infância ganha portal de busca especializada   
Temas como amamentação, educação, prematuridade, introdução alimentar, entre outros, estão relacionados no portal "Radar da Primeira Infância". Lançado em março pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (FMCSV) e o Instituto Alfa e Beta (IAB), o espaço tem o objetivo de facilitar o acesso a um conteúdo relevante e confiável sobre assuntos da primeira infância. O site reúne conteúdo produzido por universidades, centros de pesquisa e entidades sobre o período de vida da criança até os 6 anos, previamente selecionado, validado e classificado por uma equipe, o que, segundo os organizadores, garante a qualidade do material e poupa tempo do internauta. O internauta pode fazer uma pesquisa específica, filtrar por assunto ou selecionar todos os artigos de uma mesma fonte. Ao fazer qualquer tipo de busca ou filtragem, o pesquisador encontrará verbetes com resumo do artigo e o link direto para a fonte utilizada. O usuário também poderá enviar perguntas à equipe do site. Mais informações: http://www.radardaprimeirainfancia.org.br/

Inmetro cria site para troca de experiências com a indústria
Com o objetivo de apoiar a inovação do setor produtivo nacional, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) criou o site "Inovação". A ideia é mostrar as linhas de pesquisa em saúde, meio ambiente, energia, nanotecnologia e biocombustíveis, dentre outras desenvolvidas nos laboratórios do instituto e apresentar a estrutura física do campus de laboratórios da  instituição, em Xerém, no Rio de Janeiro. O canal servirá para a troca de experiências entre o instituto e a indústria, oferecendo informações sobre projetos tecnológicos, oportunidades de parcerias, além de detalhar sobre a instalação de empresas no parque tecnológico. Mais informações: http://inovacao.inmetro.gov.br 

Pesquisadores fluminenses estudam a influência do aquecimento global nos lagos
Em recente artigo publicado neste domingo, 11 de maio, no site da Nature Climate Change, o pesquisador Humberto Marotta, da Universidade Federal Fluminense (UFF), e seus colaboradores mostraram que lagos da Amazônia podem ser mais sensíveis ao aquecimento global do que lagos suecos. O trabalho refere-se a um experimento realizado em Uppsala, na Suécia, no final de 2009, que contou com a participação de pesquisadores brasileiros e suecos durante 44 dias. O projeto foi contemplado pela FAPERJ, com Apoio Básico à Pesquisa (APQ 1). Antes do experimento começar, Luana Pinho, na época estudante de doutorado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), contemplada com bolsa de doutorado-sanduíche da FAPERJ, coletou água e sedimento de nove lagos na região Amazônica enquanto que ao mesmo tempo, Humberto Marotta – na época realizando pós-doutorado na Universidade de Uppsala – coletava o mesmo tipo de material em lagos suecos. Ao final da coleta de campo, o material amazônico foi levado diretamente para Uppsala onde, com a participação de Humberto, Luana, do professor Alex Enrich Prast, da UFRJ, que é Cientista do Nosso Estado da FAPERJ, e dos demais pesquisadores suecos, deu-se início ao experimento. Foram preparadas mais de 4.000 incubações com água e sedimento dos lagos de ambas as regiões. O material foi submetido a diferentes temperaturas, desde 4,3 graus Celsius (C) até 40,5C, por um período de incubação que variou entre 0 e 44 dias. Depois disso, foi medida a quantidade de gás carbônico (CO2) e metano (CH4) emitida por cada uma das amostras. O sedimento amazônico possui maior quantidade de matéria orgânica, mas também se decompõe mais rápido. Nas regiões frias, essa matéria orgânica permanece preservada no fundo dos lagos. Durante a preparação do experimento, acreditava-se que os lagos frios teriam maior emissão de gases estufa perante o aquecimento, mas não foi isso que foi observado. Na verdade, ambas as regiões apresentaram valores estatísticos semelhantes em relação ao efeito da temperatura. Ao se estimar as possíveis emissões com os valores encontrados no experimento de acordo com as previsões de aquecimento global do IPCC (cenário B1 – aumento das emissões de gases estufa até a metade do século com posterior redução), encontrou-se estimativas até três vezes mais elevadas para as emissões de lagos tropicais. A pesquisa também teve o apoio da Swedish Foundation for International Cooperation in Research and Higher Education (STINT), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Mais informações: http://www.nature.com/nclimate/journal/vaop/ncurrent/full/nclimate2222.html


Livro faz um balanço das atividades do Cetem ao longo dos seus 35 anos
O Centro de Tecnologia Mineral (Cetem) está lançando o livro Cetem 35 anos – Criatividade e inovação, que apresenta seleção dos principais projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) realizados pela instituição de pesquisa ao longo de mais de três décadas de existência com contribuição importante de tecnologias inovadoras para pequenas, médias e grandes empresas do setor mineral. A editora científica da publicação, a pesquisadora Carmen Lucia Branquinho, teve a árdua tarefa de analisar e selecionar os projetos a partir de pesquisa bibliográfica em mais de 3.000 documentos do acervo da biblioteca do Cetem. Os 57 projetos selecionados estão organizados em três períodos: Década de 80, Década de 90 e Novo milênio. Os projetos permitem apreciar a variedade de tecnologias desenvolvidas pelo corpo de pesquisadores do Cetem, para atender às demandas e resolver, de forma inovadora, as dificuldades industriais – sobretudo àquelas relacionadas às etapas de processamento mineral e metalurgia extrativa – e aos anseios de comunidades, em diferentes regiões de nosso território. Foram incluídos também temas que tratavam das soluções de problemas de gestão tecnológica e ambiental em Arranjos Produtivos Locais (APLs) de base mineral, experiência que fundamenta um amplo programa nacional de assistência tecnológica às pequenas empresas e mineradores artesanais. A publicação pode ser solicitada à biblioteca do Cetem pelo e-mail biblioteca@cetem.gov.br e acessada no site do Cetem para download gratuito. Mais informações: http://www.cetem.gov.br/

Cerimônia destaca vencedor do concurso Viva a Ilha do Fundão
A Coppe/UFRJ promove na próxima segunda-feira, 19 de maio, às 15 horas, em seu auditório no Centro de Tecnologia 2 (Rua Moniz Aragão, 360 Bloco 1, Cidade Universitária, Ilha do Fundão), a cerimônia de premiação do concurso fotográfico "Viva a Ilha do Fundão". Serão premiados os autores das 12 fotos vencedoras do concurso, que recebeu ao todo 755 imagens nas categorias: Ciência e Tecnologia, Natureza e Arquitetura e Vida no Campus. As fotos vencedoras foram selecionadas por uma comissão julgadora e pelo júri popular, que pela internet participou com mais de 11 mil votos. Após a cerimônia, será inaugurada a exposição com as fotos vencedoras e finalistas do concurso. Com entrada franca, a mostra ficará aberta ao público, de 19 de maio a 18 de junho, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no Espaço da Arte da Coppe, que fica no hall de entrada do prédio da Coppe, no Centro de Tecnologia 2. Mais informações: http://www.coppe.ufrj.br/

Abrasco inaugura novo portal
A Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) lançou um novo portal, que marca, também, o início das comemorações dos 35 anos da associação. O novo site tem agora maior possibilidade de interação e uma melhoria significativa na alocação das informações, mudanças realizadas em conjunto com a empresa de webdesign Artexpressa. Em destaque, notícias atualizadas diariamente, com espaço para comentários do público; um campo para avisos e a lista de notícias, separadas por editorias. Um exemplo são os principais eventos da associação: Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (Abrascão), Congresso Brasileiro de Epidemiologia, Congresso Brasileiro de ciências Sociais e Humanas em Saúde, Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde; Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária; Simpósio Brasileiro de Saúde e Ambiente, que ganharam páginas próprias, trazendo as informações e todo o histórico de cada evento, publicados na internet desde 2006. Mais informações: comunica@abrasco.org.br e http://www.abrasco.org.br/

Ensp lança cursos a distância
A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp) abriu inscrições para diversos cursos na modalidade a distância (EAD), tanto para alunos como para tutores. Entre as oportunidades desta semana estão o curso de atualização em Fortalecimento de Redes de Atenção e Prevenção à Violência no Território. Também foram abertas vagas para o curso de aperfeiçoamento em Atenção Integral à Saúde de Pessoas em Situação de Rua, além do lançamento do novo edital do curso de aperfeiçoamento em Vigilância do “bito Materno Infantil e Fetal e de atuação em Comitês de Mortalidade. Ainda continuam abertas as chamadas para os cursos de especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (SP) e em Gestão de Redes de Atenção à Saúde. Ao todo são 3.607 vagas. As inscrições devem ser feitas pela internet. Mais informações: http://www.ead.fiocruz.br/noticias/index.cfm?matid=35255

Inscrições para Olimpíada Brasileira de Matemática foram prorrogadas até dia 20 de maio
As inscrições para a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) foram prorrogadas até o dia 20 de maio. Para participar, as escolas devem fazer o cadastro pela internet na página da competição. A OBM é dividida em quatro níveis e é aberta aos estudantes dos ensinos fundamental (a partir do 6 ano), médio e universitário de todas as instituições de ensino, sejam elas públicas ou privadas em todo o país. As datas da competição foram mantidas. As provas da primeira fase devem ocorrer nas instituições cadastradas em 3 de junho, em horário livre. A segunda fase, também realizada nas instituições, ocorrerá em 6 de setembro e a terceira e última fase, será realizada nos dias 25 e 26 de outubro, em locais a serem definidos. A divulgação dos resultados está prevista para dezembro. A competição, além de promover a melhoria do ensino de matemática e contribuir para a descoberta de talentos, seleciona os estudantes para formar as equipes que competirão em representação do Brasil em olimpíadas internacionais do gênero, que reúnem os melhores talentos de cada país na área. Criada em 1979, a OBM tem aumentado o interesse dos jovens pelo estudo da matemática além do currículo escolar e pela resolução de problemas que estimulam o raciocínio e a criatividade. Além disso, a competição envolve diretamente os professores das escolas na aplicação e correção das provas de 1 e 2 fases propiciando, por meio da discussão dos problemas com os alunos, o desenvolvimento de todos no trabalho com a matemática de forma mais rica e criativa. Com o objetivo de ajudar os estudantes a se prepararem para as distintas fases da competição, a OBM disponibiliza material de estudo gratuito na sua página na internet. A OBM é uma iniciativa conjunta do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis), do Ministério de Educação (MEC) por intermédio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Matemática (INCT-Mat).Mais informações: www.obm.org.br

CTC/PUC-Rio sedia conferência anual da rede GE4
O encontro anual da GE4 – rede internacional de universidades –, que tem como objetivo conectar instituições de engenharia e gestão em todo o mundo, será realizado de 20 a 22 de maio na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), no auditório do IAG (Rua Marquês de São Vicente, 225, Gávea). As inscrições vão até 19 de maio. O evento abordará tópicos como financiamento para mobilidade acadêmica na América Latina, modalidades de intercâmbio dentro do GE4 e cooperação entre as escolas de administração dentro da Rede. O evento terá presença de importantes universidades como a Universidade de Stuttgart, da Alemanha, a Universidade de Tohoku, do Japão, a Mines Albi, da França. Estão confirmadas também palestras dos professores Luiz Carlos Scavarda do Carmo, vice-presidente de assuntos administrativos da PUC-Rio, e Carlos Frederico Palmeira, Diretor da CCCI (Coordenação Central de Cooperação Internacional) da PUC-Rio. Desde sua fundação, mais de 1.300 estudantes participaram nos programas de troca de rede GE4 mundial. A rede é composta atualmente por 60 escolas, espalhadas pela Europa, Ásia, América Latina, América do Norte, Austrália e Nova Zelândia, África e Rússia. Mais informações: http://www.ge4rio2014.com/

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes