O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas 444 - Semana de 1 a 7 de agosto de 2013
Publicado em: 01/08/2013

Notas 444 - Semana de 1 a 7 de agosto de 2013

 Divulgação/UFPE

              
        Ricardo de Carvalho Ferreira,  
       um dos fundadores da Facepe
País perde um de seus nomes mais importantes da química
Morreu nesta terça-feira, dia 30 de julho, o químico pernambucano Ricardo de Carvalho Ferreira, um dos criadores da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) e presidente de honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Cientista de renome, Ferreira era um dos químicos teóricos mais importantes do Brasil. Ferreira iniciou sua graduação em Química, em 1946, no Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), curso que concluiu na Universidade Católica de Pernambuco, em 1952. Em 1954, tornou-se professor assistente da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em 1957, começou a trabalhar no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no Rio, antes de seguir para os EUA, onde participou de pesquisas no California Institute of Technology (Caltech). Com a tese “Interação do Mercúrio (II) com Purinas e Pirimidinas”, recebeu em 1961 o título de doutor em Ciências pela UFPE. Participou da criação da Universidade de Brasília (UnB), a convite do antropólogo Darcy Ribeiro e do educador Anísio Teixeira. Aposentado pela UFPE em 1994, Ferreira continuou trabalhando como pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), orientando alunos de mestrado e doutorado. Ferreira morreu de falência múltipla dos órgãos, deixando quatro filhos e netos.

Léo Ramos 
        
Lafer ocupa a presidência
 da Fapesp desde 2007


Celso Lafer é nomeado para novo mandato na presidência da Fapesp
Professor emérito do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP), Celso Lafer foi reconduzido à presidência da Fapesp pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Ocupando a presidência da Fundação desde 2007, Lafer foi, até a sua aposentadoria em 2011, professor titular do Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito da Faculdade de Direito da USP, na qual estudou (1960-1964) e na qual começou a lecionar, em 1971, Direito Internacional e Filosofia do Direito. Obteve os títulos de mestrado (1967) e doutorado (1970) em Ciência Política na Cornell University (EUA); a livre-docência em Direito Internacional Público na Faculdade de Direito da USP, em 1977, e a titularidade em Filosofia do Direito, em 1988. É membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e da Academia Brasileira de Letras (ABL). Foi ainda ministro das Relações Exteriores e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. De 1995 a 1998, foi embaixador, chefe da Missão Permanente do Brasil junto às Nações Unidas (ONU) e à Organização Mundial do Comércio (OMC), em Genebra, Suíça. Na OMC, foi presidente de “rgão de Solução de Controvérsias (1996) e do Conselho Geral (1997). Lafer recebeu, em 2002, a mais alta condecoração da Ciência e Tecnologia do Brasil, a Ordem Nacional do Mérito Científico. Mais informações:
http://www.fapesp.br/

 Reprodução

           
      A insígnia dada a Cláudio
        Tadeu e Wilson Savino


Pesquisadores apoiados pela FAPERJ são condecorados com insígnias francesas
Na tarde desta quinta-feira (1/08), os pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Cientistas do Nosso Estado da FAPERJ Cláudio Tadeu Daniel-Ribeiro e Wilson Savino receberam a insígnia de "Chevalier de l’Ordre des Palmes Académiques", honraria concedida pelo governo francês por indicação do Ministério da Educação daquele país. Claudio Tadeu Daniel Ribeiro é pesquisador nível 1 do CNPq e titular das Academias Fluminense de Medicina e Nacional de Medicina e membro correspondente da Academia Nacional de Medicina da França. É também vice-presidente da International Federation of Tropical Medicine, presidente da Sociedade Brasileira de Malariologia, professor dos cursos de Pós-Graduação em Medicina Tropical, Biologia Parasitária e Biologia Celular e Molecular do Instituto Oswaldo Cruz, e coordenador do Programa de Pós-Graduação Interinstitucional que congrega o Instituto Oswaldo Cruz, as universidades Federal e Estadual do Pará e o Instituto Evandro Chagas. Autor de mais de cem publicações científicas em revistas indexadas. Wilson Savino é pesquisador titular da Fundação Oswaldo Cruz, onde dirige o Laboratório de Pesquisas sobre o timo, membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC), presidente da Sociedade Brasileira de Biologia Celular, Pesquisador 1A do CNPq. A cerimônia foi realizada na sede da Fiocruz, no Rio de Janeiro, com a presença do Cônsul Geral da França no Rio de Janeiro Jean-Claude Moyret, do presidente da FAPERJ, Ruy Marques, e do presidente da Academia Nacional de Medicina, Pietro Novellino.

Inscrições abertas para o VII Prêmio Visibilidade das Políticas Sociais e do Serviço Social
O Conselho Regional de Serviço Social do Rio de Janeiro promove o VII Prêmio Visibilidade das Políticas Sociais e do Serviço Social. Podem concorrer trabalhos na área de Comunicação, nas categorias reportagem escrita, reportagem radiofônica e vídeo; e trabalhos da área de Serviço Social, na categoria experiências profissionais de assistentes sociais e/ou equipes de Serviço Social. O primeiro colocado vai receber R$ 2 mil e certificação, enquanto o segundo colocado vai ganhar R$ 600 mais a certificação; e o terceiro, R$ 400 e certificação. Mais informações: tel.: (21) 3147-8751 e
www.cressrj.org.br

Coppe inaugura estação de reuso de águas e centro de excelência em gás natural
A Coppe/UFRJ – Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro –  inaugura esta semana dois novos espaços relacionados a processos de separação com membranas. Nesta quinta-feira, 1 de agosto, foi inaugurada a Estação de Reuso de Águas (ERA) do seu Programa de Engenharia Química (PEQ). O objetivo é implementar modernos e eficientes métodos de  reutilização da água e o tratamento de efluentes com o uso de membranas. Na sexta-feira, dia 2, às 8h30, será a vez do Centro de Excelência em Gás Natural. Maior unidade desse tipo na América Latina, o CEGN funcionará em uma área de 2.200 metros quadrados, em um prédio localizado no Parque Tecnológico da UFRJ, na Cidade Universitária. Os estudos realizados no Centro contribuirão para aperfeiçoar a separação do dióxido de carbono (CO2) do gás natural nos poços do pré-sal. O teor de CO2 do pré-sal é superior ao dos reservatórios localizados em áreas menos profundas. As duas inaugurações fazem parte da programação do II Simpósio de Processos de Separação com Membranas (Simpam 2013), que termina nesta sexta, no Centro de Convenções do Cenpes/Petrobras, na Cidade Universitária. O evento conta com apoio da FAPERJ, da Petrobras e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Mais informações:
www.coppe.ufrj.br

Museu Nacional recebe congresso internacional sobre múmias
De 6 a 9 de agosto, o Museu Nacional/UFRJ recebe pesquisadores de vários países para participarem do 8 Congresso Mundial de Estudos em Múmias (8th World Congress on Mummy Studies). São esperados mais de 100 pesquisadores dos Estados Unidos, Canadá, França, Itália, México, Peru, Chile, Argentina, Dinamarca, Reino Unido, Egito e China. Todos são especialistas, de diferentes áreas, envolvidos no estudo, conservação e divulgação científica de corpos mumificados. O evento já foi realizado em San Diego (EUA), Santorini (Grécia), Turim (Itália), Ilhas Canárias (Espanha) e Arica (Chile). Realizado pelo Museu Nacional/UFRJ, o congresso, que tem como co-realizadores o Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (MAE/USP) e a Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fundação Oswaldo Cruz (Ensp/Fiocruz), trará várias abordagens sobre as múmias, tais como o uso de tecnologias não invasivas, temas ligados à saúde, conservação, preservação, e estudos de caso. A programação está dividida em conferências diárias, simpósios, apresentações orais e painéis, abordando tópicos relativos à investigação científica, conservação/preservação, aspectos museográficos, divulgação científica, entre outros. Entre os trabalhos a serem apresentados pelos pesquisadores do Museu Nacional estão: as pesquisas desenvolvidas em Luxor, no Egito; o estudo antropológico sobre a mumificação das cabeças de Lampião e Maria Bonita; as discussões sobre a prática da plastinação, método de preservação de tecidos humanos para fins didáticos; e o uso de scanner e digitalização em 3D nas pesquisas. O Museu Nacional fica na Quinta da Boa Vista, na Zona Norte. Mais informações pelo e-mail: imprensa@mn.ufrj.br ou pelo site
http://www.museunacional.ufrj.br

Uerj sedia VII Fórum de Debates Povos e Culturas das América
Economia, Cultura, Meio Ambiente e Sustentabilidade nas cidades do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e da Costa Rica serão debatidos entre os dias 6 e 8 de agosto na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), período em que ocorre a segunda etapa nacional do VII Fórum de Debates Povos e Culturas das Américas. Além das discussões sobre a degradação ambiental e os desequilíbrios ecológicos, o tema do evento envolve questões fundamentais sobre as estruturas socioeconômicas daquelas cidades. Pretende-se também discutir temas relativos à implementação de Políticas Públicas, Educação e Saúde, fundamentais para gestão de crises como as decorrentes de problemas provocados por catástrofes ambientais. Tais problemas consistem, entre outros, na instalação, em áreas de risco, de significativos contingentes da população pobre; ausência de saneamento básico, água potável, eletrificação e escolas. Coordenado pela Cientista do Nosso Estado e pesquisadora da Uerj Maria Teresa Toríbio Lemos e realizado com apoio da FAPERJ, o evento fruto de uma parceria entre o Núcleo de Estudos das Américas (Nucleas) da Uerj, Vice-Reitoria Acadêmica da Universidade Nacional Autônoma da Costa Rica e a Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Mais informações:
http://www.nucleasuerj.com.br/home/viiforum

Prêmio de Fotografia Ciência e Arte seleciona melhores imagens sobre pesquisa
O Prêmio de Fotografia Ciência e Arte está com inscrições abertas, até 30 de agosto. Voltado para estudantes de graduação e pós-graduação, docentes e pesquisadores brasileiros, a iniciativa foi concebida como um marco para a criação do acervo de imagens relativas à produção e à criação técnica e científica brasileira. O Prêmio revela talentos e traz uma tendência relativamente recente no âmbito acadêmico-científico mundial de associar as tecnologias tradicionais e inovações eletrônico-digitais à produção de imagens com temas sobre pesquisa científica, tanto quanto objeto como produto de estudos e análises fundamentados na ciência. Em sua terceira edição, o Prêmio busca ampliar o viés da divulgação científica e tecnológica, acrescentando a opção de inscrição de imagens produzidas por outros instrumentos, tais como: raio-X, ultrassom, ressonância magnética, endoscópio, colposcópio, PET Scan, entre outros. Mais informações: pfoto@cnpq.br e
http://www.premiofotografia.cnpq.br/

Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia recebe inscrições
Estudantes e pesquisadores podem se habilitar, até 19 de agosto, para concorrer ao Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia – edição 2013, cujo tema é “Educação para a ciência”. Os candidatos poderão se inscrever em uma das seguintes categorias: “Iniciação Científica”, “Estudante Universitário”, “Jovem Pesquisador” e “Integração”. Os trabalhos devem ser enviados à Unesco até a data citada, por meio do site do prêmio. O lançamento do prêmio é simultâneo nos países membros e associados ao Mercosul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela) e o regulamento se aplica igualmente a todas essas nações. Mais informações:
http://eventos.unesco.org.br/premiomercosul/index.php/pt/chamada

Professor da UFF é eleito presidente do Congresso Mundial de DST e Aids de 2017
Durante o Congresso Mundial de DST e Aids realizado em Viena, na Áustria, no final de junho, a cidade do Rio de Janeiro foi escolhida para sediar a edição do evento que ocorrerá em 2017. Será a primeira vez que um país da América do Sul sediará o encontro. O professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) Mauro Romero Leal Passos, especialista em Doenças Sexualmente Transmissíveis e que já recebeu dois apoios da FAPERJ, foi eleito presidente do congresso no Rio, e a professora da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) Angélica Espinosa foi eleita a presidente da comissão científica. A eleição foi promovida pelos representantes da International Society Sexually Transmitted Diseases Research e da International Union against Sexually Transmition Infection. O Congresso Mundial de DST e Aids realiza-se de dois em dois anos, e as eleições das próximas cidades-sede são feitas sempre com quatro anos de antecedência. O próximo encontro – cuja localidade foi escolhida em 2011– será em Brisbane, cidade da Austrália, em 2015. Mais informações:
www.uff.br

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes