O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Fundação destina R$ 4,5 milhões a projetos, em dois editais
Publicado em: 14/02/2013

Fundação destina R$ 4,5 milhões a projetos, em dois editais

Dando seguimento ao cronograma de 2013, a Fundação lança nesta quinta-feira, 14 de fevereiro, mais dois editais: a segunda edição de Apoio a Equipes Discentes em Projetos de Base Tecnológica para Competições de Caráter Educacional – 2013 e a terceira de Apoio às Engenharias – 2013.

No caso do programa de Apoio a Equipes Discentes em Projetos de Base Tecnológica para Competições de Caráter Educacional, o objetivo é incentivar projetos de iniciação ou de pré-iniciação tecnológica que possibilitem a alunos do ensino médio ou superior a aplicarem conhecimentos teóricos na execução de projetos práticos, para a participação em competições cujo objeto seja a experiência com nova tecnologia, inovação ou empreendedorismo, especificamente de caráter educacional. Podem submeter projetos equipes orientadas por docentes, pesquisadores ou técnicos de instituição de ensino médio ou superior sediada no estado, cuja grade curricular inclua disciplina com conteúdo que abranja o desenvolvimento de novas tecnologias, inovação ou empreendedorismo.

Podem submeter propostas coordenadores de equipes que, no caso de instituição de ensino médio, deverá ser docente com grau de mestre ou doutor; e quando se tratar de instituição de ensino superior, deverá ser, obrigatoriamente, docente com grau de doutor. Em ambos os casos, o coordenador precisa demonstrar experiência na área em que a sua proposta se insira, particularmente nos últimos cinco anos, comprovar vínculo funcional e anuência explícita de sua instituição de origem.

Com recursos da ordem de R$ 500 mil, o programa custeará propostas, enquadradas em uma de três faixas, de acordo com o montante solicitado: A – valor máximo de cada proposta – R$ 7.500 por equipe para competições locais de ensino médio e R$ 15 mil para competições locais de ensino superior; B – valor máximo de cada proposta – R$ 12.500 por equipe para competições nacionais de ensino médio e R$ 20 mil para competições nacionais de ensino superior; e C – valor máximo de cada proposta – R$ 25 mil por equipe para competições internacionais de ensino médio e R$ 35 mil para competições internacionais de ensino superior. Do total de recursos, 30% serão disponibilizados para despesas de capital, como aquisição de materiais permanentes e de equipamentos; enquanto 70% financiarão despesas de custeio, caso em que se consideram serviços de terceiros, com caráter eventual (incluindo a manutenção de equipamentos, moldagem, usinagem e fabricação de peças); diárias e passagens, desde que compreendam despesas necessárias para o desenvolvimento da proposta e para participação em competição que seja objeto da proposta; material de consumo, componentes e/ou peças de reposição de equipamentos; e despesas de importação. Os projetos terão prazo máximo de até 12 meses para sua execução, contados a partir da data da liberação dos recursos.

A submissão de propostas se encerra dia 18 de abril. A divulgação de resultados está prevista para ser feita a partir de 23 de maio.

Com um total de recursos de R$ 4 milhões, o edital de Apoio às Engenharias – 2013 se destina a estimular projetos que ampliem e aperfeiçoem a formação de engenheiros nas diversas áreas – aeroespacial, agronômica, de alimentos, de ambiente, biomédica, cartográfica, civil, computacional, de controle e automação, econômica, energética, geotécnica, hidráulica, hídrica, elétrica, eletrônica, de materiais, mecânica, mecatrônica, metalúrgica, meteorológica, de minerais, naval, nuclear, oceânica, petróleo e gás, de produção, química, sanitária, de telecomunicações, de transportes, entre outras –, seja contribuindo para a criação, o fortalecimento e a ampliação de programas de pós-graduação stricto sensu na área das engenharias em instituições de ensino, públicas ou privadas sem fim lucrativo, sediadas no estado; seja promovendo a inserção de alunos de graduação (bolsas de iniciação tecnológica) e de pós-graduação (bolsas de mestrado ou doutorado) em projetos de inovação tecnológica. Entre seus objetivos, o programa visa ainda recuperar e ampliar a infraestrutura das áreas de engenharia em instituições de ensino e pesquisa; incentivar, por meio de projetos inovadores, a fixação de professores em cursos de engenharia com menos de dez anos de criação, situados em campi fora da sede dessas instituições.

Podem inscrever propostas equipes formadas por grupos de pesquisadores com vínculo empregatício ou funcional em instituições de ensino e pesquisa fluminenses, dentre os quais deverá ser nomeado um coordenador, sendo os demais participantes considerados como pesquisadores associados. Todos os integrantes da equipe deverão ter grau de doutor, com produção científica ou tecnológica de qualidade na área da pesquisa, especialmente nos últimos cinco anos. A equipe poderá incluir pós-graduandos, estagiários e funcionários técnico-administrativos do quadro das instituições partícipes.

Enquadradas em uma de duas faixas, de acordo com o montante solicitado, as propostas podem se situar na Faixa A – entre R$ 150.001 e R$ 300 mil – mínimo de quatro pesquisadores doutores; nessa faixa, a equipe também poderá solicitar até duas bolsas de mestrado e até duas bolsas de doutorado para alunos de programas de pós-graduação das instituições partícipes que desenvolverem projetos de inovação tecnológica (com duração máxima de 24 meses para o mestrado e 48 meses para o doutorado, contados a partir da data de matrícula no curso); e até quatro bolsas de iniciação tecnológica para graduandos em cursos na área das Engenharias das instituições partícipes que acompanharão o desenvolvimento dos projetos, (duração máxima das bolsas: 12 meses, com possibilidade de uma renovação por igual período); Faixa B – até R$ 150 mil – mínimo de dois pesquisadores doutores; nessa faixa, também poderá ser solicitada uma bolsa de mestrado e outra de doutorado e até duas bolsas de iniciação tecnológica para graduandos, com as mesmas características descritas para a Faixa A.

Dos recursos do edital, 60% serão concedidos em despesas de capital, como aquisição de materiais permanentes e equipamentos; enquanto 40% financiarão despesas de custeio, entre as quais se enquadram serviços de terceiros com caráter eventual (incluindo a manutenção de equipamentos e material permanente, a realização de pequenos reparos e adaptações de bens imóveis); diárias e passagens, até o limite de 10% do montante solicitado em despesas de custeio (desde que compreendam despesas necessárias para o desenvolvimento do projeto de pesquisa); serviços de pequenos・@ reparos e adaptações de bens imóveis necessários ao adequado funcionamento de equipamentos constantes nas propostas; material de consumo, componentes e/ou peças de reposição de equipamentos; e despesas de importação. 

Com prazo para submissão de propostas se encerrando em 18 de abril, a divulgação de resultados está prevista para acontecer a partir de 6 de junho.

Para o diretor de Tecnologia da Fundação, Rex Nazaré Alves, ambos os editais dão continuidade ao empenho da FAPERJ na melhoria de projetos tanto na área de engenharias quanto no aperfeiçoamento da formação profissional até mesmo antes do ensino superior. "Esses dois editais podem ser considerados como iniciativas com visão de futuro, que abrem oportunidades não apenas na área de engenharias, mas também para jovens que ainda se encontram no ensino médio."                      

Confira a íntegra do edital de Apoio a Equipes Discentes em Projetos de Base Tecnológica para Competições de Caráter Educacional – 2013

Confira a íntegra do edital de Apoio às Engenharias - 2013

 

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes