O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > União para estimular investimentos em C&T no RJ
Publicado em: 11/01/2003

União para estimular investimentos em C&T no RJ

          O Estado do Rio de Janeiro ganhará, nos próximos meses, um conselho para estimular investimentos no setor de ciência e tecnologia fluminense. O Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação vai reunir representantes do governo do estado, universidades, instituições de pesquisa e iniciativa privada. A novidade foi anunciada  pelo novo secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Fernando Peregrino, durante sua posse, realizada hoje (06/01), na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

            O estímulo à inovação tecnológica, por meio de um esforço conjunto entre  as instituições de pesquisa, o governo e a iniciativa privada, para o desenvolvimento do Rio de Janeiro é uma das prioridades da Secretaria de Ciência e Tecnologia, cujo nome agora ganha o “I” da inovação. Segundo Fernando Peregrino, a proposta é unir esforços para a geração de novos produtos e processos. “Nossa intenção é mobilizar recursos e contar com a comunidade científica para aumentar o número de empregos no Estado do Rio de Janeiro, diminuir a exclusão digital e trabalhar pela geração de empregos qualificados”, destacou o secretário, em seu discurso de posse.

            Fernando Peregrino afirmou que a Secretaria pretende aproveitar as potencialidades do Rio de Janeiro na área de ciência e tecnologia, citando como exemplo a atividade de exploração de petróleo em águas profundas. O novo secretário destacou, ainda, projetos desenvolvidos em instituições fluminenses, como o da produção de Biodiesel, que resultará na redução da emissão de gás carbônico; e o Projeto Genoma do Rio de Janeiro (RioGene) que, por meio do mapeamento da bactéria fixadora de nitrogênio, Gluconacetobacter diazotrophicus, poderá aumentar a produtividade da agricultura. O genoma da bactéria deverá ser anunciado no primeiro semestre deste ano.

            Presente à posse, o secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Wanderley de Souza, anunciou a criação de um escritório do Ministério no Rio de Janeiro, que funcionará na sede das Indústrias Nucleares Brasileiras (INB), experiência que deverá ser levada, posteriormente, para outros estados. Wanderley de Souza anunciou, ainda, que os futuros editais da Finep e do CNPq serão feitos em conjunto com as secretarias estaduais de C&T e com as fundações de amparo à pesquisa dos estados. A medida visa ampliar os recursos a serem disponibilizados.

            Posse nos órgãos vinculados

A posse de Fernando Peregrino levou mais de 500 pessoas ao Centro de Convenções da Firjan. A mesa da cerimônia foi presidida pela governadora Rosinha Garotinho e contou, ainda, com as presenças do secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Wanderley de Souza, que representou o ministro Roberto Amaral; do presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira; do vice-governador, Luiz Paulo Conde; do presidente da Academia Brasileira de Ciências, Eduardo Krieger; do Procurador da Justiça do Rio de Janeiro, José Muiñoz Pinheiro Filho; e do presidente da Eletrobrás, Luiz Pingueli Rosa.

Também estiveram presentes: o reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Sérgio Fracalanza; a reitora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Nilcéa Freire; a ex-secretária de Estado de Educação, Maria Yedda Linhares; a atual secretária, Darcília Leite; o coordenador de transição na área de Ciência e Tecnologia, Ildeu de Castro Moreira; entre outros representantes do governo, comunidade científica e sociedade.

            Logo depois da leitura do termo de posse, Fernando Peregrino e a governadora Rosinha Garotinho apresentaram os novos titulares dos órgãos vinculados à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação: Epitácio Brunet, na Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj); Cláudio Roberto de Mendonça, na Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec); Carlos Eduardo Bielschowsky, na Fundação Centro de Ciência e Educação Superior à Distância do Rio de Janeiro (Cecierj); e Tereza Porto,  Centro de Processamento de Dados do Estado do Rio de Janeiro (Proderj).

            Peregrino atua na área de C&T há 20 anos

Engenheiro, 52 anos, Fernando Otávio de Freitas Peregrino ocupou diversos cargos durante o Governo Anthony Garotinho, entre janeiro de 1999 e abril de 2002. Durante o ano de 1999, foi diretor-superintendente da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). A convite do então governador, assumiu, em janeiro de 2000, a Coordenadoria Setorial de Desenvolvimento Humano (CDH), à qual estavam vinculadas oito secretarias, entre elas a de Ciência e Tecnologia, e a  de Educação.

            Ainda em 2000, Fernando Peregrino acumulou a coordenação do CDH com a presidência do Centro de Processamento de Dados do Estado do Rio de Janeiro (Proderj). Ficou à frente do órgão até 2001, quando retornou ao cargo de diretor-presidente da FAPERJ. Diretoria esta que acumulou com o CDH até abril de 2002, quando foi encerrada a administração Anthony Garotinho.

            Analista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fernando Peregrino atua no setor de C&T há mais de 20 anos. Foi superintendente da Faperj durante o segundo governo Leonel Brizola. Durante aquela gestão, criou, em maio de 1992, a Rede Rio de Computadores (Rede Rio), uma rede acadêmica de acesso à Internet de alta velocidade destinada a atender, exclusivamente, universidades, instituições de pesquisa e órgãos do governo. De volta à Faperj, em 1999, lançou a Rede Rio 2, mais moderna e veloz, que atualmente conta com mais de 100 instituições associadas e atende a cerca de 300 mil pessoas, entre servidores públicos, pesquisadores, professores e estudantes.

Leia a íntegra do discurso de Fernando Peregrino na posse: "O fio da meada"

 

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes