O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas - Semana de 23 a 29 de dezembro de 2010
Publicado em: 23/12/2010

Notas - Semana de 23 a 29 de dezembro de 2010

Presidência da Capes continua com Jorge Guimarães

 Divulgação

         

      Jorge Guimarães continua

      à frente da Capes

 

Embora tenha sido convidado para ser o titular da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, em novembro último, de acordo com informaçoes do portal Sul 21, Jorge Guimarães acaba de anunciar que declinou do convite. Com a confirmação de Fernando Haddad no Ministério da Educação (MEC), Guimarães decidiu também permanecer à frente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), cargo que ocupa desde 2004, convidado pelo ministro da Educação na época, Tarso Genro.  Formado em medicina veterinária, foi docente em diversas universidades brasileiras, entre eles a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade Federal Fluminense (UFF), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da qual é professor emérito (1999), e, atualmente, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde é professor titular desde 1997. Jorge Guimarães, natural de Campos dos Goytacazes, é doutor em Ciências Biológicas.  Foi secretário nacional de Políticas Estratégicas e de Desenvolvimento Científico do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), e diretor científico do CNPq.  Recebeu a Ordem Nacional do Mérito Científico nas classes Comendador (2003) e Grão-Cruz (2007).

CBPF lança livro para marcar seus 60 anos de existência

Com artigos que contam a história da instituição desde sua  criação, em 1949, o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF)  está lançando o livro "Os 60 anos do CBPF e a Gênese do CNPq". Organizado por Antonio Augusto P. Videira, Amós Troper e Cássio Leite Vieira, e editado pelo próprio CBPF, o livro é resultado de um simpósio de três dias, que, em 2009, foi organizado como parte dos eventos que comemoraram os 60 anos do centro. Durante o evento, procurou-se fazer uma reflexão sobre a importância das instituições científicas para o desenvolvimento das nações. Mais informações: e-mail guto@cbpf.br

Capes divulga resultado final da avaliação trienal

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou esta semana o resultado final de sua avaliação trienal de programas de pós-graduação para o período 2007-2009. Foram avaliados 2.718 programas, por 46 comissões de área e 877 avaliadores. As notas seguiram numa escala de 1 a 7: 1 e 2 indicam o descredenciamento do programa, enquanto notas 6 e 7 indicam desempenho de referência e de inserção internacional. No País, 4,3% dos programas foram classificados com conceito 7; 7,5% com nota 6; 20,5% com nota 5; 33,9% com nota 4 e 31,6% com nota 3. O estado do Rio de Janeiro teve 343 programas avaliados (12,6% do total), dos quais 71 subiram de nível (20,7%) e 24 (7%) diminuíram de conceito. Estes percentuais são próximos da média nacional em que 20% dos programas subiram de nível e 9% desceram de nível. Com este resultado o Rio de Janeiro tem 23,6% dos seus programas com nível 3; 34,1% com nota 4; 21,6% com nível 5. Os programas de excelência tiveram percentuais bem superiores a média nacional, com 41 programas (12%) com nível 6 e 24 com nível 7 (7%).   Os resultados produzidos pelas comissões de área foram levados à deliberação e chancela na 120 reunião do Conselho Técnico Científico da Educação Superior (CTC-ES), realizada de 30 de agosto a 3 de setembro, e, posteriormente, à 123 reunião, de 6 a 8 de dezembro, que tratou, exclusivamente, dos pedidos de reconsideração das notas atribuídas aos programas na etapa anterior. Dez programas do Rio de Janeiro tiveram seu recurso aprovado na 123 reunião do CTC, a saber: Ensino de Ciências e Matemática (nível 4) do Cefet/RJ; Economia (nível 6) da PUC/RJ; da Uerj, os cursos de Engenharia Mecânica (nível 4), Fisiopatologia Clínica e Experimental (nível 6); Modelagem Computacional (nível 5); da UENF o curso de Ciências Naturais (nível 4) e da UFRJ, os cursos de Planejamento Estratégico, Serviço Social e Urbanismo, todos os 3 nível 6; e finalmente da UFF o curso de Odontologia (nível 4). O bom desempenho dos programas do Rio de Janeiro foi comemorado pelo coordenador do programa de Fisiopatologia Clínica e Experimental da UERJ, Alex Christian Manhães, que atribui parte do sucesso ao grande apoio que têm recebido das agências de fomento, em especial da FAPERJ, nos últimos quatro anos, que coincide com todo o período da última avaliação trienal.  Com o resultado definitivo da avaliação trienal feita pela Capes, as instituições fluminenses passaram a concentrar 20,25% de todos os cursos no País de conceitos 6 e 7. Na última avaliação, eram 47 os cursos sediados no Rio de Janeiro reconhecidos como de desempenho equiparado a cursos internacionais de excelência na mesma área; agora são 65. O crescimento dos cursos nesse patamar foi de 38,3% em relação ao triênio anterior.  Para maiores informações acesse: http://www.capes.gov.br/

Museu Nacional expõe T-Rex de 65 milhões de anos

Desde a semana passada, está em exibição no Museu Nacional o crânio de quase 3 metros de um tiranossauro rex, considerada a peça mais completa já descoberta no mundo. Com ela, foi aberta a exposição "Um Tiranossauro no Museu", que, além do carnívoro que viveu há aproximadamente 65 milhões de anos, traz ilustrações e outros animais que viveram no mesmo período, além de uma reconstituição em escala do cenário em que o T-rex vivia. É a primeira vez que um T-rex é exposto num museu brasileiro. Réplica adquirida e doada ao Museu Nacional para ser tombada na Coleção de Paleovertebrados, a peça tem o original em exposição está no Black Hills Museum of Natural History, em Dakota do Sul, nos Estados Unidos, na região onde foi encontrado em 1987. Habitantes em sua maior parte, da América do Norte, os tiranossauros viveram durante o período Cretáceo e são conhecidos como os maiores carnívoros terrestres de todos os tempos, chegando a atingir seis metros de altura e quinze de comprimento. Seus dentes tinham até 30 centímetros e eram capazes de estraçalhar facilmente suas presas. A visitação está aberta de terça a domingo, das 10h às 16h. Entrada: R$ 3. Grátis para crianças até 5 anos e pessoas acima de 60. Mais informações: 2254-4320 e http://www.museunacional.ufrj.br/

UFRJ promove segunda edição do “Verão com Ciência”

A Universidade Federal do Rio de Janeiro promoverá, no campus Macaé, o "Verão com Ciência", evento de extensão com cursos, mini-cursos, palestras e oficinas, entre os dias 7 e 25 de fevereiro. O evento, que está em sua segunda edição, oferecerá 35 atividades gratuitas de diferentes áreas do conhecimento, elaboradas e organizadas por docentes, servidores e a equipe de Extensão da UFRJ de Macaé. Serão oferecidos, a quem participar, certificados emitidos pela instituição. As inscrições estão abertas até o dia 31 de janeiro de 2011. Mais informações: (22) 2796-2564, http://www.ufrj.br/macae e extensão@macae.ufrj.br.

Finep e Ancine lançam edital

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Agência Nacional do Cinema (Ancine) lançaram, em 21 de dezembro, os editais do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Projetos de produção de obra independente de longa-metragem; de aquisição de direitos de distribuição de longa-metragem; de comercialização de longa-metragem; e de produção de obra independente para televisão poderão participar desta nova chamada pública. O FSA disponibilizará R$ 83 milhões para investimento em quatro linhas de ação. Mais informações: http://www.finep.gov.br/.

Fiocruz inaugura a TV Canal Saúde

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) inaugurou a TV Canal Saúde. A apresentação de inauguração, que aconteceu no dia 21 de dezembro, contou com a presença do ministro da Saúde, José Gomes Temporão. A TV Canal Saúde pode ser sintonizada por antenas parabólicas em todo o país. Um acordo do Ministério da Saúde com a Oi TV também permitirá que o canal seja sintonizado por intermédio dessa operadora por conselhos municipais e estaduais de Saúde, a partir de 2011. O objetivo é facilitar o acesso da população à programação, que inclui, por exemplo, orientações sobre prevenção a doenças e promoção da saúde. Mais informações: http://www.fiocruz.br/

Uezo e AMRJ se unem para lançar o Estaleiro Escola

Em solenidade realizada nas dependências do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), no dia 16 de dezembro,o professor Roberto Soares de Moura, reitor do Centro Universitário da Zona Oeste (Uezo) e o contra-almirante Arthur Paraizo Campos, diretor do AMRJ, assinaram o Convênio de Cooperação. O principal objetivo deste convênio é, em uma ação coordenada e integrada entre o AMRJ e a Uezo, lançar o “Estaleiro Escola”, que irá propiciar aos alunos dos cursos técnicos da Escola Técnica do Arsenal de Marinha (Etam), bem como aos alunos dos cursos superiores da Uezo, a oportunidade de desenvolver atividades práticas para a sua completa formação profissional, em especial na área de gestão e tecnologia de construção naval, soldagem, metalurgia, mecânica, polímeros, produção e outras áreas que forem de interesse dos pactuantes não previstas neste instrumento. Mais informações: http://www.uezo.rj.gov.br/

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes