O seu browser não suporta Javascript!
Você está em: Página Inicial > Comunicação > Arquivo de Notícias > Notas - Semana de 31 a 7 de abril de 2010
Publicado em: 31/03/2010

Notas - Semana de 31 a 7 de abril de 2010

Caroline Sena 
   

Odenildo Sena (E) entrega para Ruy Garcia
Marques placa em homenagem a  FAPERJ
 


Fapeam homenageia FAPERJ por seus 30 anos 
O diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Odenildo Teixeira Sena, e sua esposa, Caroline Sena, prestigiaram a feira FAPERJ 30 anos com a sua presença. Odenildo veio ao Rio de Janeiro para participar da reunião para o lançamento do programa conjunto das  FAPs dos estados do Amazonas, Minas Gerais e Rio de Janeiro – com o objetivo de avançar no conhecimento do diagnóstico da tuberculose. Na ocasião, o dirigente da Fapeam homenageou a FAPERJ, com a entrega a seu diretor-presidente, Ruy Marques, de uma placa em que estava escrito: “A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) parabeniza a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro  (FAPERJ) pelos 30 anos de sua bem-sucedida existência, um exemplo para todas as FAPs do país."


 Divulgação/Cern

     
     Experimento no LHC recriou "Big Bang" em laboratório

Brasileiros participam de recriação da origem do universo
Na manhã de terça-feira, 30 de março, as 8h da manhã (horário de Brasília) a comunidade científica mundial inteira parou para acompanhar o maior experimento científico do século: a recriação, em laboratório, da explosão que deu origem aos planetas e galáxias: o Big Bang. A experiência foi realizada num megatúnel subterrâneo de 27 km construído entre a França e a Suíça; o Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês) – um acelerador de partículas gigante. O empreendimento reúne mais de 500 pesquisadores de todo o mundo. Destes, cerca de cem são brasileiros. A experiência não poderia ser posta em prática sem a participação do Brasil, que fornece a matéria-prima para funcionamento do acelerador de partículas: o nióbio, minério do qual o País tem praticamente o monopólio mundial. O Brasil ainda fornece também um chip com a capacidade de absorver a irradiação gerada pelos choques de partículas, que é chamado de "Carioca" entre os cientistas internacionais. O experimento tem um objetivo ambicioso. A máquina irá recriar as condições presentes no momento do "Big Bang", que teria marcado o nascimento do universo, 13,7 bilhões de anos atrás. As múltiplas colisões criam Big Bangs em miniatura, capazes de produzir dados que cientistas de diversas partes do mundo, inclusive do Brasil, passarão anos analisando. As informações serão processadas e analisadas em uma gigantesca rede de computadores em busca de evidências de um elo perdido conhecido na teoria como o ‘bóson de Higgs’, também chamado de ‘a partícula de Deus’. Ela seria a explicação de como outras partículas, como prótons e elétrons, ganharam massa, formando planetas, galáxias e tudo o que existe até nós mesmos. "Vai ser preciso acumular dados por muitos anos para se ter a certeza se essa partícula existe ou não. Ela é a responsável pela teoria que melhor descreve a formação do universo. Se ela existir de fato, a teoria está correta. Caso contrário, toda a teoria terá que ser reformulada. Por isso, o dia de hoje é um marco", explicou o chefe do Departamento de Física Nuclear e Altas Energias da Uerj e responsável pelo projeto no País, Luiz Mundim. A possibilidade de explicar a teoria de formação do universo não desagradou a religiosos e teólogos. Coordenador do curso de Teologia do Centro Universitário Bennett, Marcelo Carneiro lembrou que a tradição metodista procura dialogar com a Ciência. "Não negamos a possibilidade de a ciência explicar as coisas. A pesquisa não nos aflige. Partimos da premissa de que o processo evolutivo não é um acaso. Ele teve orquestração divina". Professor de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), padre Paul Schweitzer tem opinião semelhante. "A fé diz que Deus criou o mundo, mas não explica como. Não se sabe, por exemplo, o que havia antes do Big Bang", afirma. O chefe do Departamento de Física Nuclear da Uerj e integrante do grupo de pesquisadores que coordenam o LHC em Genebra, Alberto Santoro, esteve em Genebra acompanhando os trabalhos.

   Divulgação/UFRJ
         
  Edmundo é especialista
 em Saneamento Ambiental

Luiz Edmundo assume a Secretaria de C&T
Em cerimônia a ser realizada na próxima segunda-feira, 5 de abril, às 15h, o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, que se desincompatibiliza do cargo para concorrer às próximas eleições, passará as funções para o engenheiro Luiz Edmundo Horta Barbosa da Costa Leite, que assume como o novo titular da secretaria. Subsecretário de Ciência e Tecnologia, Luiz Edmundo possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) , mestrado em Engenharia Ambiental pela West Virginia University, EUA e aperfeiçoamento em Engenharia Sanitária pela University Of Texas At Austin, EUA. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária, com ênfase em Saneamento Ambiental. Também foi professor do Departamento de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O evento está previsto para acontecer no auditório Nobre do Clube de Engenharia (Avenida Rio Branco, 124 - 25 andar). Mais informações:
www.cienciaetecnologia.rj.gov.br

 Divulgação/OSA

      
     Luiz Davidovich é Cientista
     do Nosso Estado da FAPERJ
 
Davidovich recebe prêmio Almirante Álvaro Alberto 2009
Depois de ganhar status de fellow da Sociedade Americana de “tica (OSA, da sigla em inglês), o pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Cientista do Nosso Estado da FAPERJ e físico Luiz Davidovich acaba de ganhar a maior honraria de ciência e tecnologia do País: o Prêmio Almirante Álvaro Alberto 2009. A premiação é uma parceria entre o Ministério da Ciência e Tecnologia, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Fundação Conrado Wessel. Reconhece pesquisadores brasileiros pelo trabalho realizado ao longo de sua carreira em prol do progresso da ciência e pela transferência de conhecimento da academia ao setor produtivo. O estímulo é concedido anualmente, em sistema de rodízio, às grandes áreas do conhecimento: Ciências da Vida; Ciências Exatas, da Terra e Engenharias; e Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes. Nesta edição, referente ao ano de 2009, a área de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias foi contemplada. O diferencial do prêmio é não aceitar inscrições. O agraciado recebe diploma, medalha e R$ 150 mil, quantia concedida pela Fundação Conrado Wessel. Davidovich receberá o Prêmio Álvaro Alberto no dia 4 de maio, na Academia Brasileira de Ciências (ABC), no Rio de Janeiro, com a participação do ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende. Natural do Rio de Janeiro, capital, Davidovich se graduou em Física pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), em 1968, e fez doutorado em Física pela University of Rochester, em 1975. É professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente lidera um grupo de pesquisa sobre o fenômeno do emaranhamento de estados e, em particular, no estudo da ação do ambiente sobre essa propriedade fundamental do mundo quântico. Mais informações:
www.cnpq.br/premios/2009/paa/vencedores.htm

Reunião Anual da FeSBE: inscrições vão até 10 de abril
Pesquisadores e universitários interessados em participar ou enviar resumos de trabalhos para participar da XXV Reunião Anual da Federação das Sociedades de Biologia Experimental tem até o dia 10 de abril para fazer sua inscrição. A XXV Reunião se realizará em Águas de Lindóia, São Paulo, entre os dias 25 e 28 de agosto. Durante o evento serão oferecidos quatro prêmios: Jovem Investigador Michel Jamra para estudantes de iniciação científica e de mestrado, cujo trabalho tenha sido desenvolvido em instituição de pesquisa brasileira; o prêmio Roberto Alcântara Gomes destina-se a jovens pesquisadores matriculados em curso de graduação ou pós-graduação com menos de 35 anos. O prêmio Álvaro Ozório de Almeida será oferecido ao candidato com no máximo 30 anos cuja pesquisa foi realizada no Brasil; o BRAVO/Allergan exige que o primeiro autor seja estudante de graduação, pós-graduação ou pós-doutorando; e o Prêmio SBEM de Incentivo à Pesquisa é direcionado à área de pesquisa clínica básica ou aplicada na área de endocrinologia. Mais informações: http://www.fesbe.org.br/fesbe2010/

ABC realiza Seminário preparatório da 4 Conferência Nacional de C,T&I
Na próxima segunda-feira, 5 de abril, de 9h às 18h, a sede da Academia Brasileira de Ciências (ABC, Rua Anfilófilo de Carvalho, 3 andar, Centro, RJ, Rio de Janeiro) será palco do Seminário Temático Preparatório da 4 Conferência Nacional de Ciência Tecnologia Tecnologia e Inovação sobre Ciência Básica (4 CNCTI), evento que será realizado em Brasília, de 26 a 28 de maio. Mais informações: www.abc.org.br

Revista Museologia e Patrimônio recebe artigos
Publicação eletrônica semestral desenvolvida pelo Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio (PPG-PMUS) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio) e pelo Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast) criada com o objetivo de disseminar a produção científica e acadêmica na área, a revista Museologia e Patrimônio, que publicará dois números este ano, está recebendo artigos escritos em português, espanhol, francês ou inglês, até 30 de abril para sua primeira edição, que deverá sair em junho deste ano. Para o segundo número, previsto para dezembro, os textos poderão ser enviados até 30 de setembro. Mais informações:
http://revistamuseologiaepatrimonio.mast.br/index.php/index

IOC recebe inscrições para doutorado em Biologia Parasitária
Profissionais de nível superior, com graduação em Medicina, Biologia, Farmácia, Veterinária, Química e áreas afins, interessados em cursar doutorado em Biologia Parasitária na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) podem se inscrever para o processo seletivo do curso até o dia 9 de abril. Com conceito 6 da Capes, o programa  é dividido em quatro áreas de concentração: Biologia; Imunologia e Patogenia; Genética e Bioquímica; e Ecologia e Epidemiologia. O objetivo é garantir aos alunos uma formação científica avançada e multidisciplinar nas diferentes abordagens das áreas do conhecimento relacionadas à Parasitologia. Mais informações:
http://www.fiocruz.br/iocensino ou pelos telefones (21) 2562 1201 ou 2562 1394.

Apoio a transporte aquaviário e construção naval: inscrições até 5 de abril
A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) acaba de prorrogar até 5 de abril o prazo para envio de propostas para concorrer ao edital de apoio a projetos de transporte aquaviário (R$ 7 milhões) e construção naval (R$ 18 milhões). Os projetos apoiados serão relativos a temas como tecnologia e construção de embarcações, sistemas logísticos marítimos e fluviais, segurança do transporte aquaviário e desenvolvimento de equipamentos e instrumentos para coleta e monitoramento de dados ambientais. Podem se eleger instituições científicas e tecnológicas (ICTs) públicas ou privadas sem fins lucrativos, ou fundações criadas especificamente para dar apoio a ICTs. Mais informações (arquivo em PDF):
http://www.finep.gov.br//fundos_setoriais/ct_aqua/editais/Chamada%20Aquaviario%20vers%C3%A3o%20final.pdf

Chamadas apoiam cooperação internacional em Matemática e Tecnologia da Informação
Dois editais, lançados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vão selecionar projetos de cooperação internacional. O primeiro, edital do programa Math Amsud/Capes, visa incentivar e reforçar a colaboração e a formação de redes em pesquisa e desenvolvimento em matemática, por meio da apresentação de projetos conjuntos. O segundo é o edital do programa STIC AMSUD/Capes, na área de ciência e tecnologia da informação e da comunicação, que tem como objetivo selecionar projetos de colaboração entre França e América do Sul, além de buscar o desenvolvimento de instrumentos que facilitem o intercâmbio de estudantes, professores, pesquisadores e o compartilhamento de resultados de pesquisa. O primeiro edital está disponível em: http://www.capes.gov.br/editais/abertos/2571-math-amsud- ; o segundo, em:
http://www.capes.gov.br/editais/abertos/2572-stic-amsud. Mais informações: (61) 2022-6657 e (61) 2022-6675.

Uerj estuda ecossistema da Ilha Grande
Pesquisadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e da Universidade do Porto (UP), de Portugal, estudarão o sequenciamento genético das espécies do ecossistema da Ilha Grande. Localizada em Angra dos Reis, a Ilha Grande está inserida na zona de domínio ecológico conhecida como Mata Atlântica, sendo considerada um dos ecossistemas mais importantes na manutenção da biodiversidade do Brasil. Estudantes de pós-graduação das duas universidades farão a coleta, a prepararão das amostras e a identificação das espécies utilizando as dependências da UERJ na Ilha Grande. O sequenciamento será realizado no laboratório do Campus do Maracanã. A apresentação do projeto foi realizada pelo do professor titular de Genética da UP, Antônio Amorim, e pelo coordenador do Laboratório de DNA da UERJ, Elizeu Fagundes de Carvalho, do Instituto de Biologia. Assistiram à apresentação o reitor da UERJ, Ricardo Vieiralves e o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Mais informações:
www.uerj.br

Uenf descarta Vestibular Estadual e adota integralmente o Enem
A Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) se desliga do Vestibular Estadual do Rio de Janeiro e passará a adotar integralmente o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSu), organizado pelo Ministério de Educação (MEC). Atualmente, a universidade já tem 90% das suas vagas preenchidas pelo sistema. Desta forma, a Uenf se tornou a única universidade estadual a adotar o SiSU. O balanço parcial, elaborado quando ainda faltava um dia para o encerramento das matrículas, apontou que a Uenf tinha apenas uma vaga por preencher nos cursos de Licenciatura em Física, Matemática e Química (ocupação de 96,7%). A taxa de preenchimento foi de 93,3% em Licenciatura em Pedagogia, 92,9% em Zootecnia, 90% em Agronomia e 85% em Licenciatura em Biologia. Historicamente, a regra era sobrarem muitas vagas nas licenciaturas, apesar da carência de professores com formação adequada no mercado de trabalho. Mais informações:
www.uenf.br

Pesquisa sobre asma da UFF necessita de voluntários
Estudo clínico que tem o objetivo de reduzir o uso de medicamentos broncodilatadores em pacientes asmáticos precisa de voluntários de ambos os sexos, com idades de 18 e 60 anos, que sofram de asma para testar o uso de fitoterápicos no tratamento. Os voluntários selecionados não terão qualquer custo com exames laboratoriais, medicamentos, alimentação ou passagens, durante o período de estudo.Coordenada pelo professor Luiz Querino de Araújo Caldas, do Departamento de Patologia da UFF, em conjunto com a Unidade de Pesquisa Clínica do Hospital Universitário Antonio Pedro (Huap), a pesquisa necessita de 130 voluntários. Mais informações:
www.uff.br

Compartilhar: Compartilhar no FaceBook Tweetar Email
  FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
Av. Erasmo Braga 118 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.020-000 - Tel: (21) 2333-2000 - Fax: (21) 2332-6611

Página Inicial | Mapa do site | Central de Atendimento | Créditos | Dúvidas frequentes